A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


03/12/2012 08:01

Uma medalha

Reinaldo Rosa

UMA NA MEDALHA – Depois da ‘qualidade’ musical do Show de Verão, da TV Morena, a emissora sobe alguns degraus com a apresentação do Roupa Nova, no Guanandizão, em Campo Grande. Campeões em trilhas sonoras de telenovelas –principalmente da Globo, claro, o grupo dá certeza de casa cheia em sua estada na capital.

DEU DEU – Com o fim das Aventuras do Didi, Renato Aragão procura novos projetos para continuar como contratado da Globo. Sem entender porque sairá do ar em fevereiro do próximo ano, o palhaço não quer se contentar apenas com o anual Criança Esperança.

FOI FUNDO – Radicalizando total, a Globo não pensa em novas alternativas para o pessoal do Planeta Casseta vai Fundo. Por mais esforços que a talentosa trupe fez, a nova etapa do programa não veio acompanhada dos tais índices de audiência que a emissora tanto preza. Marcada por uma espécie de humor característico –que não se renova- a tchurma está descartada, até para outros projetos. Casa nova à vista.

SAMBA SAMBOU - Antecedendo ao dia do samba, comemorado no domingo, a Escola de Samba Igrejinha foi presenteada com a proibição de continuar suas promoções com vistas ao carnaval de 2013. Sem recursos para atender a acústica exigida, restou recorrer à Liga das Escolas de Samba que, por sua vez, pede compreensão de pessoas envolvidas no processo. O samba roda.

ELITE SAMBA – Ou sambaria. Caso seguissem conselho de Cachopa que, como súplica, sugeriu atenção à mensagem do Trio Pagão sobre o que é o samba, este setor da cultura nacional receberia melhor apoio e direcionamento. É triste ver adolescentes ruminando um tchaca tchum tchá e não conhecer obras e nomes como Chico Buarque de Holanda, João Nogueira, Cartola, Vinícius de Morais, Toquinho, Nelson Cavaquinho, Pérola Negra, Leci Bradão, Martinho da Vila (pasme), João Bosco (o original), os Geraldo Espíndola e Roca. Só a ignorância não samba.

MUDANDO O RUMO – Mesmo que a novela Salve Jorge não esteja conseguindo costumeiros índices de audiência para seu horário, vale notar o destaque que a força da mulher vem recebendo na trama. Voluntariedade e gana de não se submeter a procedimentos contrários, as personagens de Carolina Dieckmann e Nanda Costa ganham atenção especial da autora Glória Perez.

THEY LONG TO BE – É digna de orgulho e bem recebida a homenagem a Ueze Zahran com o título de Cidadão Paulistano, pela Câmara de São Paulo. Justa, também, a matéria veiculada nos MSTVs da vida. Agora, a matéria repetida e alongada em todos os seus detalhes no Atualidades soou como calhau no programa de sábado.

PÁGINA SOCIAL – O convescote para celebrar o sucesso de novelas brasileiras em Portugal marca um tipo de reportagem para deleite de poucos. Não muda as penas impostas pelo STF, no mensalão, nem ajuda a combalida economia portuguesa na Europa. Informação para poucos e bons. Desculpe a pérola.

DEU LÓGICA – Casa cheia por público fiel - a ele e à boa música - constituiu a merecida festa a Geraldo Espíndola, na quinta-feira passada. Simples como suas letras e carismático como é próprio de quem a tem, o cantor, família e amigos tiveram provas de que há luz no túnel de quem aprecia qualidade musical. Sem pragmatismos ou pragas que pululam em ‘programações musicais’ guaicuru.

MUDO E CALADO – Mestre de cerimônia em que só ele fala, a exemplo de Fausto Silva, Galvão Bueno deixou Casagrande e Júnior prostrados como estátuas na apresentação do sorteio dos jogos das Confederações. Sorte da dupla; esboçou um ‘sim’ e ‘é’ e ainda recebeu cachê.

RAPOSA NO GALINHEIRO – Pauta para o UCDB Notícias, de Joel Silva: consumidora foi reclamar sobre absurdo de cobrança de empresa, no Procon/MS. Na sede da entidade de defesa do consumidor ela foi encaminhada para, pasme, uma mesa da própria empresa (supostamente a ré no processo) para um ‘acordo’ que manteve o alto valor cobrado.

Caso da primeira-dama hackeada passou batido
EMPODERADO II – Talmir Nolasco, outro personagem histórico do rádio de MS, ‘deu um tempo’ aos microfones. Depois de atuar na campanha eleitoral do PS...
Rádio local disputa espaço com futebol na TV fechada
EMPODERADO – Personagem da história do rádio sul-mato-grossense, Nivaldo Mota atualmente dedica o talento em outras ondas. Em tempo real, entrevista ...
TV e federação também bagunçam o futebol local
ISTO É PLANEJAMENTO – Cronista esportivo informa a próxima rodada do campeonato sul-mato-grossense de futebol: “...caso não haja alterações durante a...
Nas rádios, só 'programação sertaneja' parece obrigatória
VOCÊ SABIA? – Através do convênio MEC-Abert é estabelecido o tempo de veiculação de conteúdo educativo obrigatório na programação das emissoras. Segu...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions