A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016


  • De olho na TV
  • De olho na TV

    com Reinaldo Rosa


13/02/2013 09:15

Vamos ao bloco de notícias ao vivo e a cores

Reinaldo Rosa

HEIL – O assessor de comunicação –nada social- de Hitler determinou a colocação do retrato do chefe em repartições pública e/ou onde houvesse gente e fotógrafos. Getúlio copiou a fórmula do culto à personalidade. Daí em diante, todos os chefes de executivos brasileiros plagiaram a ideia.

Veja Mais
Horário engessado limita noticiário de emissora
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos

ONDAS DO RÁDIO - Lamartine Ribeiro comentou no UCDB Notícias, com muita propriedade, diga-se, o deboche do prefeito da capital –com sua logomarca- frente à Constituição Federal. Ora a lei. O prefeito anterior também fez o mesmo nos oito anos de administração, com seu ”N” estendido, expandido ou esticado, como queira. Apesar do flagrante a oposição dele nada falou ou fez. Por conivência ou conveniência. “Um dia pode ser com a gente”. Sacumé, né?!

TODO ANO – Nesta quara-feira, quinta, sexta, sábado, domingo, até sabe-se lá quando, o carnaval estará presente nas redações da imprensa escrita, falada, televisada, saiterizada e redes sociais. Hoje tem matéria sobre o desfile do Bloco Maracangalha, dos garçons do Batata, a varanda de Alceu Valença, em Recife, etc.

SALVE JOÃO GILBERTO - Takes do carnaval de Corumbá, claro, foliões e platéia decepcionados com a festa de Momo na capital além do sacro-santo povo que gosta do bom retiro. Não é o bairro de Sampa (ai só bugiganga). Carnaval é pauta pronta; festa popular do samba de uma nota só.

VALE VER DE NOVO – Hoje, ainda tem o resumo dos desfiles do Rio, ontem; a aparição do daquele locutor gritando “nota......deeeeeeeeeeeez’, na apuração que a rede Globo considera como espetáculo televisivo. Anúncio do desfile da campeãs (se não chover) e suas musas maravilhosas.

ESTANDARTE E OURO – Jornalistas –de diversas áreas- merecem destaque especial, naquilo que poderia ser apenas repetições de anos anteriores. Abrir mão do convívio familiar e dos amigos e amigas não é para qualquer um. Sacerdócio puro. Particularmente, aprovo saber sobre o que já sei, em outras palavras.

OREMOS – Que o próximo papa não seja um italiano do PMDB do MS. Contrite-se.

FALA POVO – “Transmissões da Globo local dos jogos já é um desastre anunciado e vai de mal a pior”. Roberto Wolf
SEIS POR MEIA DÚZIA – A simples transmissão direta de jogos de futebol local não ressuscitará campeonatos do estado. Trocar a atração de um clássico paulista, na TV Guanandi, por um Sete de Setembro versus Aquidauanense, na TV Morena, só sendo parente dos jogadores ou do trio de arbitragem.

Horário engessado limita noticiário de emissora
PLANO DE VOO – Segunda-feira, às 4h10, o ‘Plantão da Globo’ anuncia a queda do avião com a delegação do Chapecoense. Um minuto após, volta a exibição...
Crise afeta dízimo e vida de TVs de evangélicos
MILAGRE ECONÔMICO – Com a crise econômica nos últimos anos, os fiéis de igrejas evangélicas sumiram dos templos e murchou a principal fonte de pagame...
Jornalismo local está cada vez mais nas redes sociais
ASSISTINDO AGORA – Uma semana do novo ‘Tribuna Livre’, na Capital FM, com transmissão, também pelo Youtube. A novidade ainda não empolgou a linha de ...
Rádios locais praticamente ignoram produção premiada
FAMOSO QUEM – Almir Sater e Renato Teixeira estão incluídos em pequeno nicho de emissoras de Mato Grosso do Sul que executam suas músicas na programa...



Afora as questões de pura interpretação do colunista e do Jornalista Esportivo Ramão Cabreira, acredito que o futebol que já teve momentos de glória em MS ,anda desconectado do mundo e praças muito menores que o MS ,conseguem bons resultados.É necessário que todos caminhem juntos ,dirigentes tanto de clubes como da Federação de Futebol e do poder público que muito poderia estar fazendo.As partidas realizadas deixam muito a desejar e não existe coerência na maneira de " querer fazer" no fundo precisamos pensar seriamente em caminhos para que possamos juntos nos orgulhar de nosso esporte preferido.

 
Roberto Wolf em 17/02/2013 19:47:31
Sr Ramão Cabreira sei que é um dos mais conceituados da área em nosso estado, e não estou aqui para ser advogado de ninguém, penso eu que o colunista não quis desmerecer ou depreciar o futebol do MS, acho extremamente louvável a transmissão ao vivo de jogos do estadual. O que teria que mudar é quem administra o futebol local e alguns dirigentes de clube, pois não é aceitável ver um clube das tradições do Operário simplesmente deixar de existir por pura incompetência de alguns, simplesmente lamentável a administração da federação de futebol local, colaborou e muito para que nosso futebol chegasse no estágio melancólico nesses últimos 15 anos; na minha humilde opinião a TV Morena teria que junto com a Federação buscar um horário mais adequado para transmissão dos jogos.
 
VOLNEY LIMA em 14/02/2013 15:38:48
Ui............. como dói!!!!!

Certíssimo o senhor colunista. O fato aqui é mercadológico e principalmente em atenção à maioria. Como prestigiar futebol em um estado onde não há proposição de alternância de poder e principalmente onde impera o amadorismo embustido da arrogância dos lambe-chuteiras?
Pena que ainda nenhum investidor observou o nicho de mercado no quesito de domingo à tarde em MS.
 
Madalena Arre Pendid em 14/02/2013 10:11:40
Caro colunista. O senhor sabe onde ficam os estádios Pedro Pedrossian, Arena da Paz e Moreninhas? Se a resposta for sim. Farei outra pergunta: Qual foi a última vez que foi a um destes estádios? Talvez em 1986 no último Campeonato Brasileiro que contou com a presença do Operário Futebol Clube ( Que o Tony Vieira enfiou naquele lugar) Se a resposta for sim, o senhor deve ser um dos milhares de torcedores(não sei em que estado o senhor nasceu) que jamais viu seu time jogar. São virtuais, só torcem com o controle remoto e pensa que é Corintiano, Palmeirense, Flamenguista. Fique a vontade para assistir a TV Guanandi. Mas não critique o futebol local. O senhor não tem envergadura moral para fazê-lo. Já que eu ainda não tive o prazer vê-lo prestiginado o nosso futebol.
 
Ramão Cabreira - Jornalista Esportivo em 13/02/2013 21:42:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions