A notícia da terra a um clique de você.
 
18/04/2014 16:06

A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças

Thereza Motta
A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças

Quais são as decisões corretas para futuros pais?

Veja Mais
Descascar mais, desembalar menos
Diga sim à vida. O aborto é inaceitável

Sabemos que uma das questões em educar crianças para que elas tenham boas posições na sociedade está no dilema entre elogiar a habilidade ou o esforço de cada criança. Estudos indicam que o esforço deve ser elogiado como maneira de desenvolver uma estrutura ética e para que as crianças se tornem mais motivadas. Porém, o sucesso não é a maior prioridade paramuitos pais. Outros valores, além do sucesso, como o cuidado também são importantes. Preocupa-se com que as crianças se tornem educadas, desenvolvam compaixão e sejam prestativas. A relevância dada para o cuidado é variável de acordo com o passado de cada família e fatores culturais.

Um estudo realizado em 50 países mostrou que o principal valor estimado pelos pais era o cuidado e não o sucesso. Apesar da importância moral que o cuidado com o outro tem em nossas vidas, este não é um valor fácil de ser ensinado. Um estudo feito em Israel com 600 famílias apontou que os pais que valorizavam a compaixão e a bondade não conseguiam transmitir tais valores para seus filhos. Isto pode promover o ressurgimento do antigo debate se as pessoas são boas ou más “por natureza”.

A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças

Generosidade é herança, dizem estudos

Estudos genéticos sugerem que um quarto da nossa propensão para a generosidade é herdada, logo, há bastante espaço para a educação e para a responsabilidade dos pais em louvar o bom comportamento, responder a rudezas e transmitir (pela cultura) quais são os valores importantes para os filhos. Aos 2 anos, as crianças experimentam algumas emoções morais como a distinção entre o certo e o errado. Reforçar o cuidado como o valor adequado através de elogios é mais efetivo do que recompensas. As recompensas correm o risco de criar uma relação “comercial” e a criança corre o risco de apenas mostrar afeto quando uma recompensa é oferecida enquanto os elogios informam que os valores relacionados ao cuidado são bons por si próprios. Porém, qual tipo de elogio deveria ser dado quando a criança demonstra sinais de generosidade?

Muitos pais acreditam que é importante elogiar o comportamento e não a criança, fator que levaria a estimular a repetição do comportamento. Ao invés de ser dito “você é uma pessoa prestativa” aquilo que deveria ser dito seria “isto que você fez foi algo prestativo”. Contudo, um experimento feito por Grusec e Redler mostrou que o oposto era verdadeiro. Elogiar a criança contribui para que ela internalize o comportamento como parte de sua identidade e há maior propensão para que ela repita o comportamento de maneira espontânea. As crianças aprendem quem elas são ao observar o próprio comportamento e passam a se observar como pessoas prestativas.

A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças

Mudança no trato e substantivos ao invés de verbos

Isto pode ser observado com o caso do uso de substantivos no lugar de verbos. Ao invés de falar para a criança “venha ajudar”, seria mais efetivo dizer “venha ser um colaborador”, “não roube” seria menos efetivo do que “não seja um bandido”. A ideia é que quando as ações se tornam um reflexo da personalidade à inclinação moral tende mais para escolhas generosas e, com o passar do tempo, isto pode se tornar parte da personalidade em desenvolvimento. Os elogios parecem ser importantes nos períodos em que as crianças desenvolvem um senso mais forte de identidade, crianças de 5 anos não vão ter a mesma recepção do que crianças com 8 anos, a idade estimada em que começam cristalizar noções de personalidade e identidade.

Os elogios são importantes, porém, as repostas para maus comportamentos são fundamentais. Quando a criança causa algum dano usualmente elas sentem vergonha ou culpa. Apesar de acreditar-se que tais emoções possam ser transmitidas, a pesquisa feita por Tangney mostrou que elas possuem diferentes causas e consequências. A vergonha é o sentimento que a pessoa é má enquanto a culpa é o sentimento de que aquilo que foi feito é ruim. A vergonha é um julgamento negativo sobre si mesmo, ela faz com que as crianças se sintam reduzidas e sem valor e elas custam responder escapando da situação.

A culpa, por outro lado pode ser reparada com bom comportamento, pois é o julgamento negativo sobre uma ação que habilita o remorso e que haja empatia com a pessoa que sofreu o dano. Quem sente vergonha foge da situação, quem sente culpa procura remendar aquilo que foi feito errado. Ao invés dos pais manifestarem raiva ou expressar seu poder sobre a criança quando ela faz algo errado seria importante que eles manifestassem frustração, que eles estão desapontados com o comportamento e explicassem os motivos de o comportamento estar errado e como ele afetou outros e como a situação pode ser arrumada.

Isto possibilita que as crianças possam julgar as próprias ações, sentimentos e responsabilidades por outros, um senso de identidade moral que compõe a personalidade. O desapontamento comunica que o mau comportamento foi reprovado e que existe um potencial de melhora. Os pais precisam informar quais são seus valores para as crianças, ainda que eles procurem fazer isso, muitos estão fazendo isso da maneira errada.

A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças
A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças

Talvez ele não esteja surpreso: PF investiga crimes de Eike

Três crimes e todos contra o sistema financeiro marcam mais um capítulo do ex-muito rico mais famoso do Brasil. Ontem, a Polícia Federal abriu inquérito para apurar a possível prática de manipulação de mercado, negociação de ações com informações que não são de conhecimento público (insider trading) e lavagem de dinheiro. Todos os supostos crimes estão relacionados à atuação de Eike na negociação de ações da petroleira OGX.

A Polícia Federal abriu a investigação atendendo pedido do MPF/RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) após denúncia protocolizada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). E não para por aí. Ainda há oito investigações na CVM que apuram atos relacionados aos executivos do grupo EBX. Eike figura como investigado em cinco delas.

A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças
A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças

Vai abrir um negócio? Conhecer a rotina de pagamentos de impostos é indispensável

O assunto é sério e conhecer não é caro. Na verdade, é gratuito. A unidade de Campo Grande do Sebrae (Serviço Brasileiro de Atendimento à Micro e Pequena Empresa) vai oferecer palestra no dia 29. O objetivo é repassar aos empresários – e para quem ainda pensa em ser – a importância dos impostos e como obter vantagens tendo este ponto do negócio bem organizado. A relação que deve ser travada com o contador também é destacada. O desconhecimento da organização da rotina tributária está entre os pontos que ajudam no processo de naufrágio prematuro da pequena empresa. Os demais são: falta de conhecimento sobre o mercado de atuação; falta de identidade; falta de planejamento e falta de controle financeiro.

A estrutura ética que envolve a criação producente das crianças



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.