A notícia da terra a um clique de você.
 
06/02/2016 07:26

A explosão do ensino a distância no Brasil

Mário Sérgio Lorenzetto
A explosão do ensino a distância no Brasil

Do ensino básico até a pós-graduação. De aulas de culinária ao inglês. Estão ensinando tudo à distância no Brasil. Basta ter um celular, um tablete ou um computador e pagar o curso desejado. Ficar preso em uma sala de aula, ter de cumprir horário inflexível determinado pela burocracia das escolas e faculdades para que? Pode muito bem estudar sentado em um banco do jardim na hora que for mais interessante para o aluno.

Veja Mais
Diga sim à vida. O aborto é inaceitável
EUA: a homeopatia terá de informar que não funciona

O segmento do ensino à distância apresentou um salto significativo no Brasil nos últimos dez anos, o número de alunos desses cursos cresceu 70%. Segundo a Associação Brasileira de Ensino à Distância, as matrículas em cursos variados saltaram de 2,2 milhões de alunos em 2005 para mais de 3,8 milhões de alunos em 2015.

A explosão do ensino a distância no Brasil
A explosão do ensino a distância no Brasil

A lei do caloteiro.

O calote está liberado no estado de São Paulo. A lei de autoria do ex-deputado Rui Falcão, presidente do PT, está tornando impossível cobrar, com alguma eficiência, os caloteiros. Ela diz que quem deixar de pagar suas contas só poderá ter seu nome inscrito em listas de mau pagadores do Serasa e do SPC, se receber um aviso por carta e assinar um comprovante de recebimento. Na prática, basta fugir do carteiro.

Segundo a Serasa, só 3% dos caloteiros assinaram. Ela estima que há 9 milhões de consumidores e empresas inadimplentes sem assinar, que devem cerca de R$ 50 bilhões. É importante saber que tal lei está para ser aprovada nas Assembleias Legislativas de 14 estados

A explosão do ensino a distância no Brasil
A explosão do ensino a distância no Brasil

Empresário brasileiro mal-humorado.

Uma pesquisa realizada pela consultoria Grant Thornton com 2.500 empresários de 36 países mostrou o mau humor do empresário brasileiro. Metade afirmou que está pessimista com os rumos de seus negócios nos próximos doze meses. Somente 35% acreditam que a situação pode melhorar nesse período e os demais estão neutros. O mau humor só está pior do que em nosso país, na Grécia e na Malásia.

A explosão do ensino a distância no Brasil
A explosão do ensino a distância no Brasil

Perdemos 100 horas por ano procurando vaga para estacionar o carro.

Não é apenas o tempo gasto no trânsito com engarrafamentos, paradas em sinal vermelho e desvio de ruas intransitáveis pelos buracos. Diversos estudos calculam que nós motoristas perdemos, em média, 100 horas todos os anos procurando uma vaga para estacionar o carro. São cerca de dez minutos por dia, período no qual, rodando a apenas nove quilômetros por hora e atrapalhando o trânsito, nós percorremos 4,5 quilômetros, congestionando ainda mais ruas e avenidas.

Um novo sistema que começou a ser testado em Berlim desde setembro passado promete acabar com a busca, muitas vezes infrutífera, por uma vaga nas ruas. Elaborado pela Siemens, o projeto Smart Parking é baseado em radares e sensores instalados em postes que fazem uma varredura das vagas livres pela cidade e informam a um programa de computador conectado à internet. Cá, em Campo Grande, seria uma boa ideia ele estar acoplado a um sistema que nos permita desviar dos buracos

A explosão do ensino a distância no Brasil



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.