A notícia da terra a um clique de você.
 
03/11/2015 09:20

A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos

Mário Sérgio Lorenzetto
A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos

Proibição da carne. A OMS jogou a pedra e escondeu a mão.

Veja Mais
Prefeituras iniciam decretos de calamidade financeira
O ronco da barriga é o fator decisivo

A Organização Mundial da Saúde, órgão conceituada e respeitado ligado à ONU, acaba de produzir matérias jornalísticas onde afirma categoricamente que não devemos nos alimentar de carnes embutidas como salsicha, linguiça, bacon, charque, uma lista imensa de carnes que estão em nossos pratos diariamente. Essas carnes causariam câncer. O risco seria o mesmo que o advindo do tabaco e do álcool. Em resumo: está proibida a ingestão de carne produzida em qualquer indústria, por menor que seja, até na "indústria" de uma chácara cuja operária é tua esposa. Mudou algo na carne original? Está proibido. A OMS também afirma que existiria algum risco de termos câncer, caso continuemos a "devorar", como é o nosso costume, toda e qualquer carne de boi, porco, ovelha e cabrito - as carnes vermelhas. A OMS quer nos tornar vegetarianos. É óbvio que vegetarianos somente com a ingestão de plantas orgânicas, sem os "pózinhos" malvados como fungicidas, pesticidas e todos os da lista que nossos agricultores utilizam.

Todavia, a OMS nos coloca em uma posição complicada. Ela produziu matérias jornalísticas sem mostrar o relatório científico aprovado por uma comissão de 22 cientistas - jogou a pedra e escondeu a mão. Mais, a OMS não divulgou que sete desses vinte e dois cientistas não aprovaram o relatório desconhecido. Mas, há existem duas considerações que são irretorquíveis: não existe dúvida alguma que devemos "devorar" menos carnes. Temos o primeiro posto brasileiro de "devoradores" de carne e não existe argumento para nele permanecermos. Seria ótimo para a população se as secretarias de saúde começassem a fazer campanhas estimulando a redução do consumo de carnes. Todos conhecemos os motivos que levarão para essa campanha não se realizar. A segunda consideração é a necessidade de realizarmos um exame complicado e pouco conhecido - a colonoscopia, é a nossa garantia de que sobreviveremos a algum tipo de câncer que venhamos a ter no intestino por qualquer motivo. Sabe-se lá se lançar pedra e esconder a mão também não causa câncer.

A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos
A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos

Cai a renda média dos brasileiros e aumenta o número de milionários.

Em 2013, a renda média do brasileiro era de US$23 mil por ano. Caiu para US$ 17 mil em 2015. É a primeira curva descendente desde o ano 2.000. Entre 2.000 e 2014, a renda média havia triplicado. Na outra ponta, segundo estudo do Credit Suisse, o Brasil alcançou a sétima posição no ranking global de milionários,com 168 mil pessoas.

A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos
A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos

O Mais Medalhas funcionará nas Olimpíadas de 2016?

O Plano Brasil Medalhas 2016 teve seu início em setembro de 2012. A sua proposta é a de colocar o Brasil entre os 10 primeiros países nos jogos olímpicos e entre os cinco primeiros nos jogos paraolímpicos. Além do financiamento já existente ao esporte de alto rendimento, esse plano assegurou R$ 1 bilhão. Desse R$ 1 bilhão, algo como R$ 700 milhões foram destinados a apoiar as seleções.

Cada atleta passou a receber R$ 15 mil mensalmente, outros R$ 10 mil mensais foram para os técnicos e os demais profissionais da equipe passaram a receber R$ 5 mil por mês. Também foram destinados R$ 20 mil para cada atleta adquirir equipamentos, bem como o pagamento de diárias e passagens para treinamento e competições dentro e fora do país. Um investimento gigantesco para as finanças governamentais.

Todos os países que sediaram as Olimpíadas viram o seu quadro de medalhas crescer. Uma pergunta paira no ar: o "Mais Medalhas" funcionará nas Olimpíadas de 2016? O teste no Panamericano realizado no Canadá mostrou uma estabilidade nas medalhas conquistadas. Ficou a impressão que não obteremos avanços significativos em 2016 ( a meta alardeada no Pan era a de conquistarmos a segunda posição no quadro geral de medalhas, mas permanecemos onde estávamos anteriormente: no terceiro posto).

A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos
A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos

Escravos em Atenas, a vida sem liberdade.

É muito difícil saber qual proporção de escravos frente a cidadãos livres havia em Atenas durante a época clássica. Cálculos de historiadores sugere que era de um terço da população total. Dezenas de milhares de indivíduos explorados como mão de obra, às vezes de forma brutal, e condenados à subordinação e ao silêncio.

A grande maioria dos escravos de Atenas eram nascidos em terras distantes, que haviam caído na escravidão por vias diferentes. Alguns eram aprisionados por piratas e bandidos ou eram capturados durante as frequentes guerras. As mulheres e as crianças eram o principal alvo. Também podiam ser vendidos por suas famílias. Com o aumento do número de escravos, eles passaram a ser tão baratos que não houve a necessidade de criá-los nas fazendas.

Os escravos faziam todo tipo de trabalhos. Em Atenas havia escravos públicos que eram empregados como policiais, eram os famosos arqueiros escitas (iranianos nômades), um corpo criado em 476 a.C.. Também eram ocupados como secretários, escribas e carrascos. Sua presença nos campos era exígua, pois eles estavam cheios de pequenos proprietários. Os escravos estavam sobretudo nas oficinas: artesãos e comerciantes compravam pelo menos um e lhes ensinavam seu ofício com a esperança de conquistar uma aposentadoria vivendo do trabalho dos escravos.

Uma pequena minoria dos escravos trabalhavam por sua própria conta e pagavam uma renda fixa para seus proprietários. Eram chamados "os que vivem a parte" e seus modos de vida não eram muito diferentes dos homens livres. Também existiam numerosos escravos domésticos. Eles eram incorporados à família com o mesmo ritual com que se recebia uma noiva: eles tinham de sentar na residência e a dona do lar jogava sobre sua cabeça figos e nozes. Eles recebiam um nome grego e eram enterrados na sepultura familiar. Tudo muito diferente das práticas relativas à escravidão no Brasil.

A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos
A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos

Desvalorização do yuan e colheita recorde do milho.

Anunciada em Pequim, a desvalorização do yuan, moeda chinesa, pressionou ainda mais as cotações das commodities. E, a depender da erosão que causará, ameaça prejudicar o desempenho das exportações brasileiras do agronegócio, que já estão em baixa desde o início do ano justamente por causa da retração dos preços de vários produtos importantes na pauta. Puxados pela soja as exportações do setor totalizaram US$ 52 bilhões no primeiro semestre - 10,8% menos que no mesmo intervalo do ano passado. A redução de 1,9% no valor do yuan em relação ao dólar definiu uma queda imediata de 2% nos negócios da bolsa de grãos de Chicago. No caso do milho, o governo acaba de anunciar uma colheita recorde - 4,7% a mais que na safra anterior, atingindo 54 milhões de toneladas. Em muitas fazendas atingiram 100 sacas por hectare. Mas a desvalorização do yuan veio colocar água na festa - queda de 3,4% nas cotações para as entregas de dezembro.

A OMS jogou a pedra e escondeu a mão. Proibiu a carne vermelha e embutidos



Mario, me desculpe, mas troxa quem acredita e segue regras de uma organização que até hoje não sabe se o ovo de galinha faz bem ou mal. Falar que comer minhoca é bom, até eu posso, tonto de quem for comer.
 
Max em 03/11/2015 16:52:56
Imagina num país onde se falsifica até remédios para as criancinhas se os produtores rurais estão preocupados com os agrotóxicos, segundo as notícias o país é o primeiro em contrabando de agrotóxicos proibidos no mundo.
 
marco em 03/11/2015 10:45:05
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.