A notícia da terra a um clique de você.
 
27/08/2015 07:55

A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão

Mário Sérgio Lorenzetto
A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão

O Viagra feminino custou US$ 1 bilhão.

Veja Mais
Prefeituras iniciam decretos de calamidade financeira
O ronco da barriga é o fator decisivo

Addyi, o popular Viagra feminino, custou a bagatela de US$ 1 bilhão para a indústria farmacêutica canadense Valeant. Existe ainda muita controvérsia acerca da "pílula rosa" que teve sua aprovação rejeitada duas vezes pela agência reguladora de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos (FDA). Seus fabricantes esperam faturar a "módica" quantia de US$ 100 milhões anualmente, isto é, passarão dez anos para apenas recuperar o investimento na pesquisa dessa pílula que ativa impulsos sexuais no cérebro feminino (algo considerado de extrema complexidade). A projeção deve estar bem embasada uma vez que a mulher necessitará tomar uma pílula rosa por dia durante dois meses para que sintam seus efeitos.

A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão
A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão

A realidade que não querem enxergar: "a pessoa mais importante de uma empresa é o cliente".

Nos Estados Unidos, 2015 é o ano do cliente. O ano em que todos os gerentes das empresas incluirão o serviço ao cliente em sua lista de prioridades. Não existe nada similar ocorrendo no Brasil. Continuamos a viver no século passado onde o cliente é mal tratado, chegando ao absurdo de se despir na porta de um banco para ser atendido.
Esse movimento em prol do cliente tem seu símbolo na figura de Jeff Bezos, da Amazon. Desde os primeiros dias da Amazon, Bezos trabalha para que a companhia seja obcecada pelos consumidores. Uma imagem arrebatadora usada por ele é a da "cadeira vazia". Por várias vezes, Bezos carregou uma cadeira vazia para as reuniões, informando seus executivos de que nela sentava-se "a pessoa mais importante da sala - o cliente". Durante as reuniões, todos tinham de projetar o que o cliente acharia de cada ideia, as preferências da "cadeira vazia" eram levadas em conta com peso extra.

 

A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão
A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão

Não tenha medo de pedir desculpas, receber bem o cliente é fundamental.

"Esse é um pedido de desculpas pela forma como nós vendemos ilegalmente cópias do livro 1984 e outros romances no Kindle. Nossa solução para o problema foi burra, impensada e fora de sintonia com nossos princípios. Merecemos todas as criticas que recebemos. Vamos usar a cicatriz desse erro doloroso para ajudar a tomar decisões melhores daqui para frente; essa é a nossa missão. Com um profundo pedido de desculpas a nossos clientes. Jeff Bezos". Eles não têm medo de pedir desculpas aos clientes. A Amazon também se esmera por outros princípios: procuram entender o cliente em vez de apenas escutá-lo; nunca resolvem apenas 99% dos problemas, procuram pelo 100%; se você fizer um cliente infeliz no mundo físico, ele pode contar para seis amigos, mas se você fizer um cliente infeliz na internet, ele pode contar para 6 mil.

A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão
A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão

As raras praias limpas brasileiras.

Programa Bandeira Azul é o nome de praia limpa e bem cuidada. Uma organização internacional - Foundation Environmental Education - é a responsável pela classificação das praias do mundo todo. Conforme esse programa, só existem duas praias que recebem a Bandeira Azul no Brasil: a praia do Tombo, em Guarujá (SP) e a Prainha, na zona oeste do Rio de Janeiro. Elas são bem sinalizadas, a limpeza é constante, seus usuários contam com apoio educacional ambiental, há um código de conduta para eles e a qualidade da água é excelente. Conhece outra praia brasileira que atenda esses requisitos? Pois há outras cinco praias que estão pleiteando a Bandeira Azul. A aprovação ainda passará por um júri internacional, sediado na Dinamarca. As que se inscreveram para obter a tão almejada bandeira são: em Santa Catarina estão as praias de Palmas (em Governador Celso Ramos) e a Lagoa do Peri (em Florianópolis); no Rio de Janeiro existem a Praia do Remanso e a Lagoa do Iriry (localizadas em Rio das Ostras) e na Bahia tem a Praia de Nossa Senhora de Guadalupe (em Salvador).

A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão
A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão

O amor é um sentimento moderno.

A Idade Média ignorou o que chamamos de amor. Essa palavra, inclusive, era pejorativa. Amor significava a paixão devoradora e selvagem. Usavam a palavra "caritas". Essa "caritas" na mitologia romana são deusas da concórdia, gratidão, prosperidade familiar e sorte, portanto o sentido é totalmente diferente da ideia de amor que preconizamos. É uma ideia totalmente desprovida de toda consideração sexual.
Os trovadores começaram a usar a palavra e a ideia de amor que até hoje adotamos ainda no fim da Idade Média, eles cantavam o "fin´amors", um amor refinado, que recebeu a alcunha de "cortês" porque nasceu nas cortes feudais da Provença francesa.

Não foi o bucolismo dos campos plantados com alfazema que fizeram a fama dessa região. Foi o nascimento da ideia de amor adotada por seus nobres. Mas "caritas" não fez sucumbir os impulsos de homens e mulheres daquele tempo. Sempre existiram os "embates dos corpos", sempre existiu a luxúria, o sexo como praticamos. Todavia, o amor não era um fundamento da sociedade medieval.

Existiram raríssimas exceções. A mais famosa história de amor medieval é a vivida por Abelardo e Eloísa. Talvez o amor deles esteja nos primórdios desse sentimento, já que a correspondência trocada pelo casal está autenticada por todos os especialistas do ramo e nelas jorram o mais puro amor. Abelardo e Eloísa escapam das regras habituais do casamento. Mas inclusive no caso extraordinário desta união entre uma jovenzinha de 15 anos e seu professor de idade já madura, surgido da pequena nobreza, que será castrado pela iniciativa de Fulberto, o tutor de Eloísa, o amor nunca é dito na primeira pessoa. E mais, Abelardo e Eloísa deixaram de fora de seu amor o filho que fizeram nascer.

A pílula rosa – o Viagra feminino – custou a bagatela de US$ 1 bilhão



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.