A notícia da terra a um clique de você.
 
24/10/2015 09:47

A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz

Mário Sérgio Lorenzetto
A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz

Juiz que recebeu novos autos do Lava-Jato diz que a população quer sangue para casos de grande repercussão.

Veja Mais
Prefeituras iniciam decretos de calamidade financeira
O ronco da barriga é o fator decisivo

O juiz que recebeu os autos sobre possível corrupção no Ministério do Planejamento que envolvem o ex-secretário de Fazenda do Mato Grosso do Sul e ex-ministro, Paulo Bernardo, bem como sua esposa, a senadora Gleise Hoffmann, afirma que a população quer sangue quando se trata de caso criminal de grande repercussão. João Batista Gonçalves, titular da vara federal de São Paulo, também afirma que a delação premiada "é um instrumento absolutamente superado" para combater crimes financeiros. "Isso envolve muito dinheiro. E o dinheiro deixa rastros. Ele pode ser perfeitamente perseguido pelas autoridades. Hoje alguém consegue se esconder com internet se a investigação for bem feita?", questiona o magistrado. Na opinião de Gonçalves, o relato do criminoso colaborador reproduz apenas partes de toda uma história. "A memória do delator é seletiva", ironiza.

O juiz relata um episódio em que, durante um seminário, colegas reagiram quando ele afirmou que a delação premiada deve ser mais um instrumento de defesa do que de condenação. "Daí os mais antigos sorriram e falaram: "Não, a juventude quer sangue". O mesmo sangue que se queria no Coliseu. O mesmo sangue que se queria quando um romano enfrentava um leão". Vem aí duas visões de justiça: Moro x Gonçalves. Talvez seja o que parte da imprensa relata como o juiz midiático x juiz escritor. Ou o jovem x experiente. As raríssimas declarações de Gonçalves dão a entender que ele procurará não incorrer nos erros processuais que mataram as operações Satiagraha e Castelo de Areia - ambas tornadas inócuas por tribunais superiores, que anularam os julgamentos do juiz Fausto De Sanctis. Muito barulho para nada?

A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz
A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz

Bolívia continua crescendo e está em posição melhor que os vizinhos.

Discurso revolucionário parece ser apenas uma bela encenação na Bolívia. O governo de Evo Morales adota uma política econômica ortodoxa e conservadora, mesmo orientando seus gastos para combater a pobreza. Pode parecer inimaginável, mas a Bolívia deverá continuar com um crescimento de 5% do PIB, mesmo com a forte queda dos preços do petróleo e do gás.

Muito diferente de seus vizinhos, a Bolívia soube conciliar uma agressiva política de inclusão social com o manejo responsável dos gastos públicos. Os analistas, inclusive do FMI, dizem que o país suportará mais dois anos, pelo menos, com os preços baixos do gás, seu principal produto de exportação. Eles criaram 2 milhões de empregos e as exportações cresceram de US$ 3 bilhões para US$ 13 bilhões no governo Morales.

A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz
A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz

Os esportes eletrônicos começam a pagar bons salários.

O dinheiro e a fama crescente trazidos pelos esportes eletrônicos, "e-sports", criaram um campo para treinadores e outros profissionais que querem atuar nesse mercado. A diferença é que os jogadores usam teclados e não músculos nas competições de videogames de que participam. As lucrativas finais de campeonatos atraem milhares de espectadores para os locais dos jogos e outros milhões de entusiastas na internet.

Meses atrás, 6.200 estudantes de 460 faculdades do mundo participaram do campeonato do jogo "Heroes of Dorm". A final foi transmitida pela ESPN. Os jogadores vencedores receberam US$ 75 mil cada um. Os finalistas do jogo "Dota 2" competiram em agosto, em Seattle (EUA) por prêmios acima de US$ 17 milhões. A maioria das equipes de ponta do e-sport tem pelo menos um treinador que podem ganhar até US$ 50 mil por ano, além de bônus de desempenho e assistência médica. Já os jogadores podem ganhar entre US$ 35 e US$ 120 mil por ano dependendo dos jogos em que são especializados e seu grau de sucesso, além dos bônus. Alguns dos jogadores mais populares podem ganhar uma renda extra de milhares de dólares com a veiculação de publicidade das imagens de suas partidas de videogame.

A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz
A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz

Entendendo Einstein... na cozinha.

Albert Einstein tinha um pequeno "trauma" ocasionado por sua avó. Após receber todos os prêmios que o tornaram famoso ele foi visitar sua querida avó. Ela solicitou ao gênio que consertasse sua geladeira. Einstein não sabia o que fazer com uma geladeira e sofreu uma reprimenda da anciã. Esse fato o marcou e ele sempre procurava pensar na cozinha para esclarecer suas ideias.

Ele buscou na cozinha um exemplo prático para explicar, certa vez, a sua mais famosa teoria: " Uma hora sentado com uma garota bonita no banco de um parque passa como um minuto, mas um minuto sentado sobre um fogão quente parece uma hora. Isso é relatividade". A fórmula E=mc2, concebida em 1905, lhe deu em 1922 o Prêmio Nobel, mudou o mundo da física e ainda trouxe influências para avanços tecnológicos como o GPS e o forno micro-ondas.

A população quer sangue para os casos de grande repercussão, diz Juiz



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.