A notícia da terra a um clique de você.
 
09/01/2014 08:08

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

Mário Sérgio Lorenzetto
FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

FAO diz que os estoques mundiais de alimentos crescerão

Veja Mais
Povo nas ruas novamente. Como fica a Previdência?
Descascar mais, desembalar menos

A FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura) espera que os mercados de alimentos estejam mais equilibrados e com menor volatilidade de preços, na safra 2013/2014. Segundo o Relatório Perspectivas Alimentares, divulgado pela entidade em novembro, estima-se que os estoques mundiais de cereais deverão aumentar 13%, os de trigo 7% e os de açúcar em 3,5%. Segundo essa agência, a produção colocará as cotações das commodities em patamares mais estáveis. Notícia nada alvissareira para nossos agricultores.

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

Se a FAO não traz boas perspectivas de preços para as commodities agrícolas mundiais, a China assinou um acordo com o Brasil, fruto da Missão Temer, garantindo a compra de R$4 bilhões de milho nacional. O Ministério da Agricultura emitirá um Certificado Fitossanitário para amparar as exportações. De acordo com o Ministério, a China importa volumes crescentes de milho e o Brasil pode se tornar um de seus maiores fornecedores.

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos
FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

As eternas solteiras: quem paga a conta são Estados e a União

Oriunda de uma época em que as mulheres não trabalhavam e dependiam do pai ou do marido, a pensão para filhas solteiras maiores de 21 anos pretendia não deixar desassistidas filhas dos servidores falecidos. Hoje, a medida dá margens a diversas fraudes. Para ter o direito, a mulher não pode se casar ou viver em união estável. Para driblar a lei e seguir recebendo os benefícios, muitas se casam na prática. Moram com o marido, têm filhos, mas não registram a união oficialmente. O governo federal concentra 76.336 casos. O total das “eternas solteiras”, incluindo os Estados é de 139.402 mulheres, consumindo 55% dos benefícios do país.

O total das eternas solteiras diminuiu 12% desde 2008. Houve mortes e outras assumiram cargos públicos. As renúncias espontâneas foram de apenas 518. O Rio de Janeiro é o Estado com mais casos – 30.239 a um custo anual de R$ 567 milhões. Em São Paulo são 15.551 eternas solteiras que consomem R$ 451 milhões por ano.

Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Amapá, Roraima e Tocantins são os Estados que não têm eternas solteiras. Outros 14 Estados têm filhas solteiras, embora todos tenham modificado a lei para que não haja novos beneficiários.

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos
FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

Cochilar ou não cochilar, eis a questão...

A modernidade nas grandes cidades transformou o cochilo após o almoço em algo proibitivo e de mau gosto. Enquanto houver luz temos de produzir e não dormir. Por outro lado, estudos comprovaram que dormir depois do almoço ou em momentos de estresse elevado é revigorante e melhora a produtividade. Uma pesquisa feita pela NASA em pilotos comprovou que aqueles que tiravam uma soneca por um período de 20 minutos entre voos de grande distância tinham aumento de 54% no estado de alerta e 34% no desempenho em relação aos profissionais sem a mesma rotina. Além disso, dados da Harvard Medical School mostram que as pessoas que dormem no meio da tarde têm 30% menos chance de sofrer com doenças do coração.

Empresas que se propõem a facilitar o cochilo nos grandes centros começam a surgir no Brasil. Quem estiver de passagem pelo aeroporto de Guarulhos pode aproveitar o tempo entre um voo e outro para dormir um pouco no Fast Sleep, que, além das camas para descansar, também oferece serviço de banho a partir de R$70. Outra empresa é a Cochilo que acaba de lançar um espaço próximo à BM&F Bovespa, na região central de São Paulo. O preço varia entre R$9 e R$30, ela conta com 20 cabines e funciona das sete às vinte horas.

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos
FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

País é condenado por não permitir que filha seja registrada no nome da mãe

O fato não aconteceu em nenhum país onde os direitos das mulheres são comparáveis a lendas. Foi na Itália e a condenação saiu ontem, pela Corte Europeia dos Direitos Humanos de Estrasburgo. A corte condenou o governo italiano porque um casal foi impedido de atribuir à filha o sobrenome da mãe e não do pai. O casal Alessandra Cusan e Luigi Fazzo, morador de Milão, recorreu à corte depois que o Estado italiano os impediu de registrar no cartório de nascimentos a filha Maddalena, que nasceu em 26 de abril de 1999, com o sobrenome materno no lugar do paterno. Desde essa época, os pais lutam para garantir o direito. Além de Cusan e Fazzo, todos os casais terão o mesmo direito e a Itália terá que adaptar-se à regra em três meses. A lei atual viola o direito da não discriminação.

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos
FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

O restaurante mais “animal” do mundo

818 Connecticut Ave NW, Frnt1, Washington DC (EUA), esse o endereço do EquinoxRestaurant. Os pratos apresentados no cardápio natalino, com poucas variações, têm por base carnes de animais selvagens de extrema dificuldade de pesca ou caça. O carneiro é caçado nas montanhas, o peixe – denominado Cobia - é de difícil pesca por só nadar ao lado de tubarões e a pasta é vegana, significando que seus ingredientes só podem ser coletados quando estão no chão e não retirados das árvores. Um restaurante insólito e com lotação garantida durante o ano todo. O cardápio nas outras datas não é tão “animal” e estranho. A caça ou pesca dos animais é extremamente difícil e controlada. A afluência de pessoas que buscam alimentos com sabores e texturas diferenciadas é enorme. Se fosse possível o controle sério e organizado seria algo a ser trabalhado em nosso Estado que conta com um número ainda elevado de animais selvagens.

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos
FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

Pets ganham restaurante de luxo em Berlim

Também é diferente o cardápio do Pest Deli, que oferece itens como canguru e peru, mas para pets. O primeiro restaurante de luxo para animais de estimação fica em Berlim, no bairro de luxo de Grunewald, em Berlim. Lá, os pets podem degustar um petit four por 3 euros ou deliciar-se com azeite e salmão por 9 euros. A arquitetura do empreendimento foi projetada especialmente para eles e a decoração inclui mobiliário específico. O empresário David Spanier, 31 anos, idealizou o negócio observando o cão, que não se adaptava à dieta de supermercado. Para ele, os enlatados só podem ser comprados ao nosso fast food e, todo dia não dá.

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos
FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos

Em crise, italianos dão preferência aos produtos nacionais

O comportamento nas compras dos italianos mudou em decorrência da crise na União Europeia, como aponta pesquisa do Barometro Coop – grupo de cooperativas de distribuição de produtos na Itália e reproduzida pela Ansa. A preferência pelos produtos nacionais ocorre para valorizar e salvar o emprego dos próprios italianos. Ontem, o Istat (Instituto Nacional de Estatísticas Italiano) divulgou que a taxa de desemprego no país chegou a 12,7% em novembro do ano passado contra 12,5% do mês anterior. Não é pouco. Na comparação com outubro de 2012, a taxa de desemprego entre os jovens italianos aumentou 41,5%. Em 2013, 924 mil jovens entre 15 e 24 anos estavam empregados em novembro.

FAO prevê aumento de estoque e equilíbrio de preços dos alimentos



Bom comentário sobre os estoques mundiais de alimentos. A do restaurante de animais selvagens também é interessante. As noticias da coluna em geral são muito boas. Faltava esse conteúdo na imprensa local.
 
Caio Alexandre Dumas em 09/01/2014 13:55:06
Cochilar após o almoço é tido como costume de preguiçosos mas tá errado.
 
Aline Furtado em 09/01/2014 10:09:57
A coluna está correta, várias agencias estão dando como perspectiva o aumento de estoques mundiais da soja e do milho. A novidade da noticia está na China, não sabia que garantiram a compra de 4 bi de milho. Espero que uma anule a outra e continuemos pelo menos com os preços atuais.
 
Leonardo Avila em 09/01/2014 08:40:55
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.