A notícia da terra a um clique de você.
 
21/12/2013 09:14

Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro

Mário Sérgio Lorenzetto
Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro

Brasileiro quer ganhar mais segurança como presente de Natal

Veja Mais
As favelas são propriedade privada dos traficantes
O Brasil voltou aos mesmos ideais de 1920

O presente ideal de Natal é... o fim da violência. Essa foi a resposta dada por 30% de internautas que participaram do painel online CONECTAí e cujos resultados foram publicados ontem pelo Ibope. O levantamento – que ouviu 1,8 mil pessoas entre 1º e 10 de dezembro – mostra que 44% dos internautas também estão descontentes com a decoração natalina, que deveria estar adaptada ao clima tropical brasileiro. Além de mais segurança, seriam bons presentes para os participantes da pesquisa: hospitais, escolas e universidades. A conquista da Copa do Mundo obteve somente 1% dos votos.

Mesmo inclinado ao desejo de presentes de benefício coletivo, a ideia de comércio do Natal não abandona o brasileiro.

Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro

Adoramos o Natal, comprovou a pesquisa, e todo mundo já sabia

Em escala de 0 a 10, metade dá nota 10 quando perguntados se gostam de Natal, elevando a média geral para 8,1. Ainda assim, 53% consideram o Natal, da forma como estamos comemorando, influenciado por conceitos europeus e norte-americanos. Para 58%, o Natal precisa ser celebrado com a família e 55% acreditam que as pessoas ainda se lembram do sentido religioso. Cinquenta e um por cento acham a data comercial, sendo que 70% creem que o comércio começou a explorar a data muito cedo neste ano.

O próximo ano será dedicado aos estudos para 34% dos participantes da pesquisa. Outros 20% procuram novos desafios profissionais e 23% planejam investir na carreira. Comprar um imóvel e se divertir mais aparecem em 19% das citações. Há, ainda, os que desejam parar de fumar, beber, dedicar mais tempo aos amigos e trabalhar menos para ganhar qualidade de vida. Porém, esses últimos são pouco lembrados, só 1% querem abandonar o cigarro e a bebida; 5% planejam mais tempo com pessoas queridas e 11% apostam em qualidade de vida.

Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro
Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro

O desempenho do comércio em 2013 foi bom, mas não brilhante

O desempenho do comércio em 2013 não chega a ser brilhante, mas superará com folga a expansão do PIB (Produto Interno Bruto). A CNC (Confederação Nacional do Comércio) aponta alta de 4,5% no volume de vendas do varejo, diante de um PIB que se expandirá em torno de 2,5%. É uma taxa menos espetacular que em anos anteriores, em 2012, por exemplo, o varejo cresceu 8,4%.

Vários fatores explicam a desaceleração. O mais importante é a inflação, especialmente no primeiro semestre.

Houve, ainda, a retirada dos incentivos fiscais, a alta do dólar e o encarecimento do crédito. A previsão é de que em 2014 ocorrerá uma elevação em torno de 5% no volume de vendas. Os números mostram que, embora as receitas das empresas do comércio venham crescendo em um ritmo menor, o lucro se manteve em constante ascensão. O cenário atual vem estimulando as empresas do comércio a programar ajustes operacionais, apostar em novos mercados e em expansão física das redes. Com cautela.

Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro
Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro

Joaquim Barbosa: o quadro político brasileiro não me agrada

Voto obrigatório, impossibilidade de candidaturas avulsas, excesso assombroso no número de partidos políticos, mercantilização de partidos políticos, coronelismo e mandonismo na estrutura interna de certos partidos políticos e atomização dos votos nas eleições proporcionais. Estas as críticas tecidas pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Joaquim Barbosa ao defender a reforma política. Ao ser perguntado se tinha alguma simpatia por algum candidato a presidente, Barbosa respondeu que: “o quadro político brasileiro não me agrada nem um pouco”. E garantiu que não seguirá carreira política enquanto estiver no STF. Entretanto, aos 59 anos, declarou não pretender ser ministro da Corte até os 70 anos, idade limite para a permanência no STF.

Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro
Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro

2014: ‘Ano do Catar no Brasil’ vai destacar cultura e esportes

Eventos para a promoção da cultura árabe, exposições esportivas, mostras de cinema e de arte estão entre as atrações que marcam o Ano do Catar no Brasil. A iniciativa é da Autoridade de Museus do Catar, que vai coordenar atividades em várias cidades, incluindo uma exibição de pérolas naturais. A mostra já passou pelo Japão e o Reino Unido, nações já selecionadas anteriormente para divulgar a cultura do Catar. O comércio de pérolas era a base financeira do Catar antes da descoberta do petróleo. A agenda do Ano do Catar no Brasil inclui em Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e João Pessoa. Em 27 de janeiro de 2014, haverá o lançamento oficial do Ano do Catar no Brasil no Museu de Arte Islâmica, de Doha.

Fim da violência – o presente considerado ideal pelo brasileiro



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.