A notícia da terra a um clique de você.
 
11/09/2015 08:10

Gigantes se unem para construir um novo padrão de transmissão pela internet

Mário Sérgio Lorenzetto
Gigantes se unem para construir um novo padrão de transmissão pela internet

Gigantes se unem para construir um novo padrão aberto de transmissão pela internet.

Veja Mais
O Brasil voltou aos mesmos ideais de 1920
Os governantes que ouvem os cidadãos

Um grupo formado por 7 megaempresas de alta tecnologia anunciou um projeto para criar a próxima geração de formatos de vídeo que serão livres de royaltes. Batizado de Alliance for Open Media, o consórcio reúne Amazon, Google, Cisco, Intel, Microsoft, Netflix e Mozilla. A ideia é que cada uma dessas empresas colabore com suas tecnologias e recursos para desenvolver um novo padrão aberto e compatível com qualquer navegador ou dispositivo para a transmissão online de vídeos, áudios e imagens. E muitos ainda não acreditam na economia do compartilhamento.

Gigantes se unem para construir um novo padrão de transmissão pela internet

Adeus Miami.

Com a alta do dólar Miami tornou-se para os brasileiros apenas mais um, dentre muitos, destino turístico. Deixou de ser a central de compras da classe média e dos abonados. Ficou mais atrativo fazer as compras de grifes famosas no Brasil. A Cartier, uma das raras lojas de luxo que não existiam no país, inaugura no Iguatemi paulista sua primeira Maison. Até o final do ano, será a vez de outra francesa, a Yves Saint-Laurent. A crise, para os ricos, é apenas uma marolinha insignificante.

Gigantes se unem para construir um novo padrão de transmissão pela internet

No meu tempo...

Tenho saudades do telefone fixo, mas há anos não recebo uma só ligação por esse aparelho tão obsoleto. Tenho saudades dos jornais em papel, mesmo continuando a "passar a vista por eles", está se tornando um exercício de velocidade supersônica. Tenho saudades de buscar cartas na caixa do correio, mas há dezenas de anos só recebo propaganda que vai direto ao lixo.

Talvez seja uma excentricidade, mas há dias em que detesto a velocidade da internet que me impede de absorver algumas notícias. É claro que "no meu tempo..." já havia internet, todavia a baixa velocidade possibilitava a melhor absorção das notícias de guerras, de crueldades, de desrespeito. Pior se tornou quando a morte é de um amigo. Pior virou com as notícias "virais" que invadem computadores e celulares e deles não saem mais, com um eterno martelar do mesmo e cansativo assunto. Mas melhor virou com a rapidez com que vejo os gols do meu Corinthians em qualquer lugar do mundo onde esteja. O nosso saudosismo é apenas uma rápida e rara lembrança, como os dias rápidos deste século.

Gigantes se unem para construir um novo padrão de transmissão pela internet



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.