A notícia da terra a um clique de você.
 
12/06/2014 08:01

Modric, Rakitic e Kovacic: trio croata é um dos melhores meio-de-campo do mundo

Mário Sérgio Lorenzetto
Modric, Rakitic e Kovacic: trio croata é um dos melhores meio-de-campo do mundo

Modric, Rakitic e Kovacic – a Croácia tem um dos melhores meio-de-campo do mundo

Veja Mais
As favelas são propriedade privada dos traficantes
O Brasil voltou aos mesmos ideais de 1920

Cada um dos milhões de técnicos brasileiros pode pensar como quiser, mas a grande e eterna verdade é que o meio-de-campo é a alma de um time. Modric é jogador do Real Madrid e acaba de fechar uma temporada vitoriosa onde foi peça fundamental para seu time se sagrar campeão da Champions League. É sem sombra de dúvida um dos jogadores mais completos da Europa. Tem todas as condições para fazer uma excelente Copa do Mundo.

Ainda não tão conhecido como Modric o outro meia da seleção croata Ivan Rakitic está sendo cogitado pela imprensa espanhola para arrumar o bagunçado meio-de-campo do Barcelona. A imprensa diz que este meia da Croácia já teve sua contratação acertada pelo time da Catalunha por R$ 60 milhões e mais o passe de um jovem jogador com o Sevilla seu atual time onde foi o condutor da vitoriosa campanha na Liga Europa.

O menos afamado é Mateo Kovacic. Jovem jogador da Internazionale de Milão, tem apenas 20 anos e 1,81 m. Ainda não adquiriu a fama e a garantia de praticar um futebol que o coloque entre os melhores do mundo. A sua posição, talvez, seja a única brecha para os jogadores brasileiros poderem trabalhar com um pouco de eficiência. Mas é, sem sombra de dúvida, um dos mais perfeitos trios de meio campistas dentre todas as seleções que estão no Brasil.

Modric, Rakitic e Kovacic: trio croata é um dos melhores meio-de-campo do mundo

Se a seleção brasileira vencer o Brasil ganhará muito dinheiro na Bolsa de Valores

Se o Brasil vencer a Copa do Mundo, seu mercado de ações compartilhará dessa glória. O mercado acionário em um país vencedor tem um desempenho acima dos mercados mundiais de em média, 3,5% no mês após a vitória, de acordo com um relatório do Goldman Sachs. O banco atribui ao Brasil uma probabilidade de 48,5% de vencer a Copa, seguido pela Argentina com 14,1%. O mesmo relatório também apontou que tal crescimento só vale por um mês e que nos seguintes há uma queda, retornando a patamares anteriores ao término da Copa.

Modric, Rakitic e Kovacic: trio croata é um dos melhores meio-de-campo do mundo

Cada jogador receberá US$ 870 mil se o Brasil for campeão

A FIFA premiará o time que se sagrar campeão com US$35 milhões. Uma pequena fatia dos US$ 4 bilhões que o evento vai gerar de faturamento. Declaradamente, a seleção que melhor pagará seus jogadores pela conquista do título será a espanhola. Cada atleta da “Fúria” como é conhecida a seleção da Espanha receberá quase US$ 1 milhão. Um acréscimo de 20% do que pagou pelo título da Copa do Mundo passada.

Em seguida virão os jogadores da “Canarinho” que serão premiados com US$ 870 mil caso a seleção brasileira suba ao posto mais alto do pódio da Copa do Mundo. A CBF não informa detalhes dessa premiação, se a divisão será igual para todos de jogadores a roupeiro ou se haverá ponderação por cargo ou função na equipe e na comissão técnica.

Já a Inglaterra acena com prêmio de US$ 586 mil por jogador se levar o título. País rico, mas de futebol médio, a Suíça está oferecendo US$ 560 mil para cada jogador se conseguir a proeza de emplacar uma zebra na Copa do Mundo.

Sonhando em conquistar o título, mas contando com o descrédito de sua torcida, a França oferece US$ 450 mil para cada jogador se ela levar a taça. A Alemanha, uma das maiores favoritas ao título e com uma federação de futebol milionária, chega ao Brasil com a promessa de pagar US$ 410 mil para cada jogador.

Por sua vez, os Estados Unidos, cujo técnico diz claramente que não tem como ganhar o título só promete pagar US$ 75 mil. A seleção de Camarões continua brigando sobre quanto desembolsará caso seja campeã. A federação de futebol de Camarões ofereceu US$ 92 mil de premiação para os jogadores levarem o título para a África. Todavia, Eto´o e seus companheiros desejam US$ 230 mil.

Modric, Rakitic e Kovacic: trio croata é um dos melhores meio-de-campo do mundo

O transporte na Copa “fala” inglês e português

Transporte coletivo e ponto. Esta será a solução para turistas ou não que estão nas cidades-sede da Copa. Na abertura do torneio, hoje, a prefeitura de São Paulo põe em prática uma operação de guerra já testada no amistoso Brasil e Sérvia. A informação bilíngue invadiu táxi, metrô e ônibus. Como veículos particulares não poderão chegar até o Itaquerão, a prefeitura tentou facilitar ao máximo a vida do torcedor. É preciso reconhecer isso. Mudou o itinerário de 77 linhas e o mesmo vai acontece nos dias 19 e 26 deste mês e, ainda, nos dias 1º e 7 de julho. Os itinerários são informados em português e inglês.

Outra cara no transporte está nos táxis. Um selo especial afixado no para-brisas aponta ao visitante se o motorista é bilíngue. As regras foram estabelecidas no Diário Oficial do estado e indicam que o taxista que tiver fluência em mais de um idioma exibe a bandeira do Brasil e, ao lado, dos países que apontam a outra língua que domina. Para desencorajar as informações inverossímeis, a prefeitura multa os taxistas que afixarem as bandeiras sem falar o idioma informado.

Modric, Rakitic e Kovacic: trio croata é um dos melhores meio-de-campo do mundo

E sempre tem quem ganha com o jeitinho...

Tanto em São Paulo, que abre hoje a Copa, como nas demais cidades-sede, os aplicativos para facilitar os chamados de táxis estão bombando. E aí mora o perigo. Já há denúncias de ilegalidades. Ontem, taxistas brasileiros fizeram uma manifestação no Rio de Janeiro contra o uso de alguns dos aplicativos. O movimento foi acompanhado por profissionais espanhóis, ingleses e franceses contra as tais coronas gratuitas que, de gratuitas não têm nada.

Segundo os sindicatos, os aplicativos indicam uma carona que é, na verdade, uma corrida, paga como uma corrida, mas sem as garantias de segurança de um serviço regulamentado. São clandestinos mesmo. Como forma de prevenir o turista, panfletos em português e inglês têm sido distribuídos pelas cidades apontando diferenças básicas entre o serviço regulamentado e o clandestino. Os profissionais se assentam também na segurança, para que o turista escape, por exemplo, de furtos e roubos.

Modric, Rakitic e Kovacic: trio croata é um dos melhores meio-de-campo do mundo



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.