A notícia da terra a um clique de você.
 
19/11/2015 07:05

Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia

Mário Sérgio Lorenzetto

Tarifa de ônibus: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia.

Veja Mais
As favelas são propriedade privada dos traficantes
O Brasil voltou aos mesmos ideais de 1920

Observem a seguinte planilha econômica: IR=[(0,50 x v1)] +(0,25 x v2) + (0,25 x v3)]. Sendo: IR - Índice de Reajuste a Aplicar entre os Períodos Considerados; V1 - Variação Anual do INPC; V2 - Variação Anual do Preço do Óleo Diesel e Lubrificantes; V3 - Variação Anual dos Preços por Atacado - oferta global - produtos industriais - material de transporte - veículos a motor.

Essa é a planilha simplificada de reajuste o preço da passagem de ônibus de Uberlândia. Eles fazem questão de ensinar a população como se dá o reajuste da tarifa do transporte coletivo.Há de se admitir que a planilha econômica de Uberlândia é uma equação que qualquer jovenzinho do segundo grau de nossas escolas públicas está em condições de resolver. Ela não guarda maiores dificuldades.

Anualmente a prefeitura de Uberlândia, como todas as demais 5.570 prefeituras do país, corrige o valor a ser pago pela tarifa de ônibus. Só há uma diferença: ela publica com algum tempo de antecedência os dados oferecidos pelas companhias que administram o transporte coletivo. Todos os números são publicados para todos discutirem. O debate é efetuado na Câmara com total transparência e participação popular. Não há possibilidade alguma de algum prefeito de Uberlândia, ou assessor mandrião, levar vantagem e propina. É tudo que não temos em Campo Grande. Todos sabem que apenas alguns centavos a mais na passagem podem redundar em fortunas a serem distribuídas para quem manipula os números que compõem a planilha econômica quando ela é elaborada à sorrelfa, às escondidas, para enganar e iludir a população. Esse é o tipo de transparência necessária para a população e não apenas os portais de receita e despesa dos órgãos públicos.

Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia

A educação brasileira é cópia do modelo prussiano do século 19.

Esse é um modelo que nasce na Prússia militar: aula, turma e série. Os sinais sonoros de entrada e saída das aulas são desse período. Eram os toques de clarim, hoje são as sirenes, as sinetas. Da Prússia para a França, esse modelo chegou aos conventos, a sala de aula com a monja sozinha, que era a professora. Na Inglaterra da Revolução Industrial, vem a produção em série, dizia-se há "peças" que não aprendem, "peças" defeituosas. Peça era igual a criança. O Brasil republicano de Benjamin Constant segue esse modelo. Estamos há 150 anos com esse mesmo modelo e ele produz ignorância. Uma ignorância que interessa aos políticos que desejam manter seus votos de cabresto.

Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia
Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia

Uma experiência revolucionária: crianças e idosos, na mesma sala de aula, aprendem uns com os outros.

Saskatoon é uma cidade de porte médio no centro do Canadá. Tem o tamanho populacional da nossa Dourados, algo como 200 mil habitantes. É nessa cidade fundada por metodistas que desejavam uma vida diferente da então conflituosa existência que tinham em Toronto, devido aos embates por causa das bebidas alcoólicas, que foi montada uma organização que está revolucionando a educação canadense - os idosos foram colocados na mesma sala de aula onde estavam as crianças, uns aprendendo com os outros.

O programa iGen funciona desde setembro do ano passado. Parte do pressuposto de que os velhinhos possuem uma vida de sabedoria e as crianças têm sede de conhecimento, mas as gerações diferentes têm muito a aprender e ensinar. Para as crianças os princípios básicos são os das demais escolas: tem de aprender leitura, escrita e matemática. Além do currículo, os alunos aprendem empatia, compaixão, comunicação e as lições gerais de vida. As crianças ensinam sobre as tecnologias e o ritmo rápido da vida. Celulares, iPads e computadores estão em sala de aula e as crianças ensinam aos velhinhos suas utilidades e funcionalidades. Uma parte da manhã é dedicada aos ensinamentos de jogos online. A filosofia Eden de cuidado com os idosos permeia o novo ambiente: visa combater as pragas de cuidados de longa duração como a solidão, o desamparo e o tédio.

Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia
Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia

O Paraguai ocupa o quarto lugar no ranking global de exportadores de soja.

Eles não são nossos vizinhos, ocupam vastas regiões do território paraguaio nas províncias de Itapúa, Alto Paraná e Canindeyu, nas fronteiras com a Argentina e o brasileiro Estado do Paraná. Mas é quase uma "extensão" da soja brasileira. Há uma grande quantidade de brasiguaios e de seus filhos que foram para lá desde os anos 70. As "tradings", multinacionais de alimentação, que estão por lá, são as mesmas que atuam no Brasil. Adotam o mesmo modelo cooperativista que é adotado por aqui. A janela de plantio da soja no Paraguai se abre no início de setembro, pouco antes que no Brasil. Eles também investiram muito dinheiro na ocupação e melhoria de terras que antes estavam ocupadas pela pecuária e na modernização de suas máquinas.

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos está prevendo uma colheita de 8,8 milhões de toneladas em 2015/2016, 9% acima da safra anterior. Colheram 8,10 milhões de toneladas na safra 2014/2015 e 8,19 milhões na de 2013/2014. A APS, associação que congrega os sojicultores paraguaios, calcula que nos próximos 10 anos duplicarão a área ocupada pela soja - sairão de 3,5 milhões de hectares para mais de 6 milhões de hectares. Estão exportando 4,6 milhões de toneladas de soja, ocupando o quarto lugar no ranking global, atrás apenas do Brasil, dos EUA e da Argentina.

Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia
Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia

A GM montará veículos na China.

Acabou a história de "orgulho de ser norte-americana". O dinheiro falou mais alto. Ou melhor os salários dos norte-americanos não competiram com os dos chineses. A General Motors, que acaba de assinar um novo contrato com o sindicato, elevando os custos trabalhistas, começará a montar seus carros, já em 2016, na China. A maior montadora dos EUA em vendas iniciará a venda do seu Buick Envision, produzido em Shandong (província chinesa) e vendido para o mundo todo, inclusive para os EUA.

Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia
Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia

A venda de agroquímicos deverá crescer 6% ao ano.

O cenário traçado pela consultoria alemã Kleffmann, especializada no agronegócio, sugere que as vendas de agroquímicos avançará 3% globalmente até 2019. A exceção é o Brasil, que deverá registrar uma expansão anual da ordem de 6% nos próximos cinco anos. Segundo a Kleffmann, os agroquímicos movimentaram US$ 60 bilhões em 2014, sendo quase US$ 10 bilhões no Brasil.

Não apenas portais: o bom exemplo da transparência da prefeitura de Uberlândia



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.