A notícia da terra a um clique de você.
 
24/06/2014 07:37

Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?

Mário Sérgio Lorenzetto
Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?

Qual a melhor opção: ônibus, veículo leve sobre trilhos (VLT) ou corredores exclusivos para ônibus (BRT)?

Veja Mais
Os governantes que ouvem os cidadãos
Prefeituras iniciam decretos de calamidade financeira

Campo Grande não está preparada para organizar um plano de mobilidade urbana. A preocupante notícia é a de que em abril de 2015, termina o prazo para as prefeituras de cidades com mais de 20 mil habitantes finalizarem o plano de mobilidade urbana. A data é chave porque, a partir daí, quem descumprir a obrigação não poderá obter recursos do governo federal para esse fim. A lei de 2012 estabeleceu diretrizes que podem ser condensadas na ideia de que é preciso motivar os deslocamentos por transporte coletivo. A contrapartida é desmotivar o uso do carro, que cada vez mais se torna paixão popular e ao mesmo tempo assume o papel de vilão.

Hoje, o ônibus é encarado como um transporte de segundo time. Quando se fala em transporte coletivo o que vem à cabeça é o metrô e para quem conhece o VLT.

A capital precisa, urgentemente, debater e planejar as melhores soluções viárias. Sabemos que um metrô não é proposta condizente com a quantidade de usuários possíveis. Mas e o VLT, não seria uma solução razoável? Talvez, acoplar o VLT com BRT? Agora que os vereadores pararam de caçar o ex-prefeito, talvez tenham algum tempo para debater os assuntos que mais preocupam os cidadãos ou cuidarão apenas de seus interesses eleitorais na campanha que se inicia?

Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?
Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?

Quanto custa os preparativos para a vinda de um bebê antes do parto?

Para os pais e avós de “primeira viagem” vale afiançar – esse cálculo não existe. Talvez as pessoas entendam como mesquinharia, talvez a felicidade seja tão intensa que os casais não tenham a preocupação de um aspecto prático da chegada de um bebê.

Outra constatação para casais de classe média ou alta é de que a única marca aceitável é a Ferrari. O carrinho deve ser da melhor marca, a Ferrari dos carrinhos. O bebê-conforto só pode ser de uma marca compatível com a Ferrari. E não para por aí.

Uma quantidade imensa de roupinhas – afinal a criança não para de crescer todos os dias – sacolas, mamadeiras e seus inerentes acessórios como aquecedores e purificadores. Brinquedos e enfeites para o quarto em grande quantidade.

Toalhas, roupas de cama, babadores e a outra Ferrari – o berço. Talvez fosse interessante mudar o nome de berço para trono de reis. Mesmo alguém acostumado a discutir preços com vendedores se renderá ao argumento usado por todos eles: “você está querendo economizar com o bebê?” Não, filho é uma felicidade que não tem preço.

Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?
Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?

Botox busca novos usos para tratar doenças, não só rugas

O Botox se tornou uma marca reconhecida mundialmente ao ser usado por estrelas de Hollywood em tratamentos para eliminar rugas, ainda que em prazo bastante limitado. É uma fonte da juventude com prazo determinado de validade. O que poucos sabem é que 54% das vendas do Botox vêm de outras aplicações, inclusive tratamentos para enxaquecas crônicas e incontinência urinária.

Para o tratamento de doenças a vendagem do Botox cresceu 17% no ano passado e para o rejuvenescimento foi de 8%. A empresa produtora do Botox, a Allergan, está investindo agressivamente para continuar ampliando o uso do Botox no combate a outras doenças, desde paralisia cerebral em jovens, ejaculação precoce e depressão. Segundo alguns médicos, diz a Allergan, tais doenças poderiam ter seus efeitos aliviados inibindo-se a capacidade de franzir o rosto. Franzir o rosto causa depressão e ejaculação precoce? Estranho. Muito estranho.

Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?
Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?

Lei das Domésticas – penas para empregadores começam em agosto

Precisamente, a partir do dia 7 de agosto. De acordo com a legislação, o trabalhador doméstico tem direitos equivalentes aos dos demais do regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). As garantias preveem estabelecimento de jornada de trabalho, pagamento de horas extras e outros. As penalidades ainda não valiam porque foram sancionadas recentemente.

A lei já foi responsável pela redução de contratações, aumento de demissões e crescimento do trabalho de diaristas. As regras são válidas para trabalhadores de todo o ambiente doméstico, são as domésticas mesmo, as babás, cozinheiras, motoristas, caseiros, jardineiros, cuidadores, governantas e mordomos.

Confira o antes e depois da lei:

Jornada de trabalho

Como era: Os horários são definidos por meio de acordos entre empregado e empregador.

Como fica: A jornada dos domésticos passa a ser de no máximo 8 horas diárias.

Hora extra

Como era: Não há regras para o pagamento de horas adicionais.

Como fica: As horas excedentes à jornada de oito horas devem ser remuneradas com adicional de 50%.

Quando muda: Imediatamente.

Trabalho noturno

Como era: Não era remunerado de forma especial.

Como fica: Falta regulamentar o adicional para os empregados que trabalham entre as 22h e às 5h.

Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?
Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?

Copa leva 4 milhões a aeroportos e terminais reduzem atrasos e cancelamentos

Estão, na verdade, em padrões da União Europeia, segundo a Secretaria de Aviação Civil. Ao fim da primeira semana do torneio, o índice médio de atraso de voos ficou em 8,36%. Na União Europeia no ano passado, o índice ficou em 8,4%. O índice de pontualidade da UE foi calculado a partir do relatório Delays in Air Transport in Europe, do Eurocontrol. Pelos padrões internacionais, o índice tolerável é de 15% de atrasos de até meia hora.

Já o fluxo de passageiros bateu recorde da Copa e, na segunda-feira (16), véspera do jogo do Brasil contra o México, chegou a 501,2 mil. A média diária é de 471 mil. O maior movimento ocorre no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. No dia 13, às 8 horas, 7.396 passageiros chegaram e saíram do terminal.

Ônibus, VLT, corredores de ônibus, qual a melhor opção de mobilidade urbana?



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.