A notícia da terra a um clique de você.
 
16/10/2015 07:56

Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos

Mário Sérgio Lorenzetto
Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos

O planeta dos beijos de língua produz uma cascata de hormônios.

Veja Mais
Diga sim à vida. O aborto é inaceitável
EUA: a homeopatia terá de informar que não funciona

Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos. Neles, existem a maior quantidade de terminações nervosas que os cientistas puderam atestar. Lábios e pontas dos dedos são "a porta de entrada do tesão". Durante o beijo de língua ocorre uma intensa troca de saliva, que permite a passagem de testosterona para as mulheres que funciona como um afrodisíaco para elas - ativando sua receptividade sexual.

O beijo de língua funciona como um primeiro exame do parceiro. Determina se para ou continua. Ajuda a analisar se o casal é adequado. Quando o cérebro, ao receber essa primeira carga de "informações", diz sim, continue, despeja uma cascata de hormônios. A dopamina é a primeirona da fila. É ela que nos dá a sensação de bem-estar e de prazer. Quase em conjunto com a dopamina, vem a serotonina, que nos fará sentir excitação e otimismo. Gradativamente, haverá a liberação de epinefrina, que fará nossos corações "saltarem", aumentando os batimentos cardíacos e o suor. Por último, surge a oxicitocina, que gera afeto e confiança. Para os homens, ocorre a liberação de óxido nítrico, importante para aumentar o fluxo sanguíneo no pênis e, com o aumento da irrigação peniana, vem a ereção. Quem explica esse trâmite químico é Jesus de la Gándara, chefe de psiquiatria de um dos mais renomados hospitais do interior espanhol - o Hospital Universitário de Burgos, próximo à fronteira com a França.

Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos
Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos

A vaquinha que está salvando a arara azul.

O Instituto Arara Azul, um dos mais simpáticos e ativos grupos de preservacionistas do Mato Grosso do Sul, lançou na internet uma vaquinha (crowdfunding) para levantar recursos para seu trabalho de monitoramento e proteção dessa espécie que é um dos nossos ícones. Vale lembrar da seriedade do instituto que tem como um dos patrocinadores a japonesa Toyota.

Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos
Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos

Você quer saber quando irá morrer?

Ainda não dá para saber o dia e a hora de nossa morte, mas já é possível termos um prognóstico bastante aproximado. Uma equipe de cientistas do britânico Kings College of London desenvolveram um método para ajudar a prever não só a morte, mas também a demência decorrente da idade. Se muitos não serão atraídos a comprar a novidade, as empresas de seguro, de planos de saúde e várias da área de saúde se interessam muito pelos novos testes. Ele só tem validade a partir dos 40 anos de idade. Esses testes genéticos também trazem algumas novidades, os cientistas descobriram que passar o tempo de vida sentado em um sofá pode ser um estilo de vida ruim para a saúde, mas não afeta a velocidade de envelhecimento do corpo.

Os cientistas fizeram experimentos usando homens de 70 anos de idade suecos. Identificaram quem estava envelhecendo bem e quem estava envelhecendo muito rapidamente e conseguiram prever quem morreria nos próximos anos. Também dizem que esse estudo poderá determinar a idade de quando deveremos começar a realizar testes para detectar câncer prematuramente, bem como para testes antecipados visando detectar um futuro com Alzheimer. Outra utilidade dos testes britânicos é a possibilidade de planejarmos nossa aposentadoria.

Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos
Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos

Memórias alcoólicas.

O todo-poderoso Henry Kissinger, Secretário de Estado dos EUA, no final dos anos 70 disse que seu país não permitiria um novo Japão abaixo da Linha do Equador. Ele se referia ao Programa Nacional do Álcool, implantado pelo físico J.W. Bautista Vidal, que possibilitaria ao Brasil ser autossuficiente energeticamente sem a dependência do petróleo. O programa, a partir de então, foi vivendo aos "trancos e barrancos". Há alguns anos Kissinger esteve no Brasil para fazer palestras e foi recebido com todas as pompas e salamaleques. Inebriantes memórias alcoólicas.

Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos
Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos

As novas pesquisas cerebrais para o consumo.

"Homo economicus" (nada a ver com a "Mulher sapiens") é um modelo usado por economistas que pretende calcular os custos e benefícios de cada ação e decisão que o cliente toma. Mas é um modelo incompleto pois apresenta dificuldades para explicar o que nos move na decisão das compras. Novas técnicas de imagens cerebrais e de experimentos neuropsicológicos começam a sondar o que exatamente se passa na cabeça dos clientes e consumidores. Cientistas começam a estudar a atividade elétrica cerebral na hora do consumo. Há alguma atividade cerebral diferente quando alguém bebe seu refrigerante predileto? Quais regiões específicas do cérebro reagem a um anúncio realmente eficaz? Os estudiosos já não aceitam as antigas pesquisas matemáticas - quantitativas e qualitativas, pesquisam o cérebro diretamente.

Os lábios são uma diminuta região do corpo que concorre com a ponta dos dedos



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.