A notícia da terra a um clique de você.
 
16/09/2016 07:05

Porque mudar o "melhor sistema educacional"?

Mário Sérgio Lorenzetto
Porque mudar o melhor sistema educacional?

De acordo com o sistema PISA (Programa Internacional para Avaliação de Estudantes), o melhor sistema educacional do mundo é o aplicado na Finlândia. É mesmo assim, ele está mudando. Preparam mudanças radicais em suas escolas - 70% delas, já estão preparadas. Exterminarão as matérias. Deixarão de ter aulas de matemática, línguas, história, geografia e ciências.

Veja Mais
Prefeituras iniciam decretos de calamidade financeira
O ronco da barriga é o fator decisivo

O novo método é conhecido como "phenomenon learning". Nesse método os alunos têm papel ativo, passam a participar do processo de planejamento das aulas, serão pesquisadores e avaliarão o processo. A capital finlandesa tem estado na vanguarda desse método. Método aliás, que vem sendo preparado em duas escolas da rede estadual de educação, sediadas em Campo Grande. Não há informações sobre a evolução desse trabalho conduzido por um filósofo.

Porque mudar o melhor sistema educacional?

De professor a coach. O novo sistema educacional emprega ideias empresariais

Para entender como funciona o "phenomenon learning", a explicação dos filandeses usa o exemplo clássico da aula sobre os telefones celulares. O professor indagou qual seria o tema a ser estudado e os alunos responderam, através de voto, que desejavam estudar o fenômeno desses telefones inteligentes. Eles estudaram matemática e estatística para entender porque as pessoas desejam tanto esses aparelhos. Também estudaram literatura sob o desígnio das mudanças da escrita e do estilo utilizado para escrever textos usando os celulares. É quase uma nova língua, tanto em filandês como em português.

O phenomenon learning está sendo introduzido nas escolas da Finlândia, de forma paulatina nos últimos dois anos. Todas as escolas usam esse novo sistema por algumas semanas, durante o período escolar. Nas escolas da capital - Helsinque - já estão usando dois períodos e não apenas um como nas demais cidades.

Nesse sistema o professor passa a ser um coach, um treinador. O professor deixa de ser o centro das aulas e tem de assumir trabalhos colaborativos com os alunos e com os outros professores.

Porque mudar o melhor sistema educacional?

Lições equivocadas?

O novo método de ensino - phenomenon learning. - não está imune de críticas. Uma pesquisa com alunos filandeses não foi conclusiva. Diz que há vantagens e desvantagens. Dizem que como os professores e alunos interagem, tornou as aulas mais divertidas. Diversão não é algo esperado pelos gestores da educação finlandesa. Os alunos gostaram do novo sistema, mas não o desejam para o ano todo. Querem aulas tradicionais. Gostam da liberdade de criação, mas acreditam que o ensino tradicional cumpre função importante na Finlândia. E é preocupante que o melhor ensino do mundo seja colocado em xeque por seus políticos.

A análise de como a Finlândia chegou ao estágio de melhor ensino do mundo nos lega uma dura experiência. Eles levaram 30 anos - de 1970 ao ano 2000 - para chegar a esse estágio. E não foi discurso falso dos políticos que vemos a todo instante no Brasil. Todas as decisões passaram a ser centralizadas, colocaram supervisores em todas as salas de aula, investiram quase todo o dinheiro voltado para a educação na formação dos professores (e não em salários) e na aplicação de exames para aprovar, ou não, seus trabalhos em salas de aula. Algo que os políticos brasileiros dificilmente terão coragem de aplicar no Brasil do corporativismo e onde professor é um pequeno deus.

Porque mudar o melhor sistema educacional?

Scratch, a linguagem de programação com que teu filho mudará o mundo

O MIT (Massachusetts Institute of Technology), o mais afamado centro de alta tecnologia mundial, em parceria com a Microsoft, desenvolveu um sensível programa com que milhões de crianças aprendem a programar softwares em casa e no colégio. Ele está disponível no You Tube. Basta digitar "scratch" e levar para teus filhos e alunos para ensinar às crianças a mais importante, e fundamental, linguagem do futuro - a dos computadores. Na aula de introdução um professor ensina as crianças a programar um jogo que envolve um gato e um morcego. Cada criança poderá criar o tipo de jogo que bem entender com esses dois "elementos". Tipo de roupa, velocidade de movimento de cada um... e um grande número de possibilidades para que os pequenos possam aprimorar a criatividade e aprender a linguagem computacional.

Porque mudar o melhor sistema educacional?



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.