A notícia da terra a um clique de você.
 
07/06/2015 08:07

Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades

Mário Sérgio Lorenzetto
Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades

Exploração de trabalhador tem nome. A Friboi derrotada por um vídeo de R$ 20 mil.

Veja Mais
Povo nas ruas novamente. Como fica a Previdência?
Descascar mais, desembalar menos

No melhor estilo Davi contra Golias, os líderes sindicais do setor de alimentação derrotaram a Friboi. Eles fizeram com que ela provasse de seu próprio veneno. A Friboi é dona da premiada estratégia de vendas que usou milhões e celebridades para se firmar como marca. Ela se viu acuada pela inteligência de seus próprios funcionários que reivindicavam benefícios. Os sindicalistas usaram o mote do comercial "Carne tem nome - Friboi", estrelado pelo ator Tony Ramos para criar o vídeo "Exploração de trabalhador tem nome". Nele, o açougueiro tenta convencer a cliente a não comprar a "carne do famoso ator". Gastaram menos de R$ 20 mil. Viralizou, isto é, foi visto por muitas pessoas e assustou a JBS. Em pouco tempo os sindicalistas foram chamados para negociar a diminuição do valor gasto por eles no plano de saúde - a principal reivindicação. Reduziram o gasto dos trabalhadores de R$ 111 para R$ 45 ao mês. Dará uma despesa adicional para a JBS de R$ 43, 5 milhões ao ano. Mais importante ainda, ensinaram aos demais sindicalistas que a inteligência, criatividade e modernidade suplantam a antiga força da greve.

Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades
Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades

"Eu tenho um sonho..."

A multitudinária marcha sobre Washington em 1963 culminou com o célebre discurso do pastor Matin Luther King. Ele tinha um sonho: transformar os Estados Unidos em um país onde não se julgassem as pessoas pela cor da pele. Essa luta pela igualdade de direitos o levou a opor-se à guerra do Vietnã e à injustiça social, mas também o colocou na alça de mira do governo e dos grupos racistas. Morreu assassinado cinco anos depois do famoso discurso, quando apoiava os grevistas negros em Memphis. O mundo tem milhares de pastores cuidando das questões celestiais. O mundo necessita de pastores, como King, das questões terrenas.

Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades
Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades

Alimentos para comer muito sem engordar.

Saciar a fome é o problema e a chave para não engordar. Todavia, existem alguns alimentos que podem saciá-la sem risco algum de mexer no ponteiro da balança.
1. Salmão defumado com queijo 0% de gordura - um rolinho de salmão defumado com o queijo é muito leve. Um rolinho desse tipo acrescenta 80 calorias. Dá para comer uns 10 rolinhos sem colocar em risco a luta contra a "balança".
2. Tomate cherry - muito conveniente para ser levado ao trabalho pelo tamanho e embalagem. Dez tomates só acrescentam algo como 18 calorias.
3. Maçã liofilizada (crocante) - outro produto ideal para levar ao local de trabalho. Uma maçã inteira liofilizada só acrescenta 35 calorias. Mas podem ser adquiridos na forma de pequenas rodelas embaladas.
4. Cenoura com limão e pimenta - um prato interessante para ser servido como aperitivo. Basta cortá-las em rodelas, acrescentar gotas de limão, pimenta e sal.
5. Algas - é o último "hit" da área. A última obsessão dos que adoram dietas saudáveis e "magras". Uma porção de algas equivale a algo como 25 calorias.
6. Picles no vinagre - outro alimento para servir como aperitivo. Três pepinos inteiros equivalem a 24 calorias.

Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades
Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades

Usineiros felizes. O consumo de etanol cresceu 32%.

Os motoristas reagiram ao aumento dos preços da gasolina e ampliaram o uso de etanol nos tanques de seus carros. Segundo a ANP, as vendas de álcool das distribuidoras aos postos somaram 54 bilhões de litros de janeiro a abril, 32,6% mais que nos primeiros quatro meses de 2014 e o maior nível de vendas da história. Os estados onde mais etanol foi vendido foram: São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Mas ainda querem mais. Segundo a trading Bioagência, há espaço para que o litro da gasolina suba mais R$0,50 (consequentemente aumentará a venda de etanol).

Saiu pela culatra estratégia de vendas da Friboi que usou milhões e celebridades



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.