A notícia da terra a um clique de você.
 
06/11/2013 07:16

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Mário Sérgio Lorenzetto
Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Reforma do ICMS ficará para 2015

Veja Mais
Descascar mais, desembalar menos
Diga sim à vida. O aborto é inaceitável

A Reforma do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) foi para o armário e de lá só sairá em 2015. Dois fatos praticamente sacramentaram a desistência de uma reforma desse imposto. Primeiro foi a reunião do Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) que contou com a adesão de 24 Estados a uma proposta conciliatória e a posição contrária do Ceará, Santa Catarina e Goiás. A proposta que vicejou entre os 24 Estados colocava como ponto de partida a criação de dois fundos – o de Desenvolvimento Regional e o de Compensação das Perdas.

Esses Fundos haviam sido criados por uma Medida Provisória, a de número 599, enviada ao Congresso pela presidenta Dilma. Em função da falta de acordo entre Congressistas, Estados e Ministério da Fazenda, essa medida não foi votada na época.

O último suspiro se deu na semana passada no Senado. A CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado preparava-se para votar o Fundo de Compensação de Perdas e o Fundo de Desenvolvimento Regional, proposto pelo Senador Paulo Baer do PSDB de Santa Catarina. Preparava-se, mas não votou. A orientação do Ministério da Fazenda jogou por terra os esforços dos senadores. As diferenças com o ministério inviabilizou mais uma tentativa de reformar o ICMS. O ministério propõe que o FDR (Fundo de Desenvolvimento Regional) seja composto por 25% de recursos orçamentários e 75% de financiamentos. Senadores e Estados desejam 50% para cada item. Direto para o armário e quase com certeza só sairá em 2015.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Mantega e o fim da era petista no governo federal

O que era sigiloso transbordou e virou público. O aparente controle deteriorou com a mesma intensidade das contas do governo federal. Lula passou a conversar com o empresariado e ficou chocado com o abismo que surgiu entre o Ministério da Fazenda e o empresariado. Dessas reuniões surgiu a teoria, gasta, de tornar o Banco Central independente. Somente os banqueiros estrangeiros acreditaram por desconhecer a história. Muitas tentativas foram feitas e nenhuma prosperou. A proposta seria votar o texto que declara independente o Banco Central de autoria do senador Francisco Dornelles do PP do Rio de Janeiro.

A diretoria do banco teria mandato fixo e não poderia ser demitida por quem ocupasse a cadeira presidencial. O Ministro Mantega não aceitou e esperneou, contrapropôs segurar o rombo das contas públicas atacando o seguro desemprego que junto com o abono salarial consome R$ 47 bilhões, o dobro do Bolsa Família que tem R$ 23 bilhões de orçamento. O presidente do Senado, Renan Calheiros, afirmou que levaria à votação até o fim do ano. Lula recuou e mesmo se for levada a voto, a proposta de Francisco Dornelles não será aprovada.

O abismo entre os governantes e o empresariado cresceu alguns metros. Dilma está de um lado, no contra-ataque, abrindo a agenda para conversar com o empresariado e Lula do outro lado, filiando importantes líderes empresariais aos partidos aliados do PT, especialmente ao PMDB. A tendência de migração de apoio e dinheiro para campanha tomou rumo incerto e desconhecido, mas as notícias de reuniões de empresários com Eduardo Campos não cessam.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015
Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Má notícia para os agricultores – o fosfato barato vai acabar

Jeremy Grantham previu a bolha das empresas ponto com e, em seguida, a bolha imobiliária. Na sequência, sugeriu a seus clientes para entrarem de novo no mercado de ações. Nessa mesma semana as bolsas atingiram seu ponto mais baixo. Quem ouviu Grantham se deu bem, enriqueceu mais ou deixou de perder muito dinheiro.

Esse famoso guru está alertando que os alimentos do planeta estão se esgotando. Diz ele que os recursos naturais ficarão cada vez mais caros. E, ainda mais, paira a ameaça de uma mudança climática. Ele se mostra muito preocupado com os preços das commodities. Afirma que esses preços baixaram durante 100 anos em uma média de 70%. A partir de 2002, eles dispararam e tudo triplicou. Cem anos de quedas sucessivas nos preços das commodities foram anulados em apenas seis anos.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Influência se deu por índices de crescimento da China

Ele afirma que desconfia que essa mudança se deu devido aos” índices de crescimento ridiculamente altos da China” . “Com 1,3 bilhões de pessoas, consome 45% de todo o carvão utilizado no mundo, 50% de todo cimento e 40% de todo cobre, não pode continuar nesse ritmo sem que algo saia dos trilhos”, garante Grantham.

Sobre os recursos naturais, ele diz que o mais importante, mais valioso e mais crítico é o fosfato ou fósforo. Não é possível fabricar fósforo, e é um elemento necessário para todas as coisas vivas. Ele é extraído pela mineração e está se esgotando. Hoje, 85% do fósforo de baixo custo e alta qualidade ficam no Marrocos e pertencem ao rei do Marrocos. É muito, muito mais restrito do que o petróleo no Oriente Médio jamais foi.

Ele aconselha aos investidores a compra de ações dos recursos no subsolo – fósforo, potássio, petróleo, cobre, zinco e estanho. Diz que não vê com muito entusiasmo o alumínio e o minério de ferro por ser muito abundante.

Grantham diz que a pressão sobre os alimentos é pior do que qualquer outra, portanto qual é a solução? Agricultura de alta qualidade, que é algo que pode ser feito. Para o investidor ele diz que adquirir terras ótimas para a agricultura é um bom investimento. É um bem que tem tido uma grande alta. Também afirma que só adquiriria terras em países claramente estáveis: Austrália, Nova Zelândia, Uruguai, Brasil, Canadá e EUA.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015
Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Pecuária – os custos estão mais baratos

Os custos para a pecuária estão caindo há meses. O índice Scot para a pecuária de corte de alta tecnologia caiu 0,9% e para a pecuária de baixa tecnologia a queda foi de 1,1%. O item alimentação concentrada liderou os recuos. Os alimentos energéticos, puxados pelo milho, ficaram em média 3,8% mais baratos, os preços dos concentrados proteicos caíram 2,7%. Todavia, considerando os últimos 12 meses, a pecuária de corte de alta tecnologia viu os custos subirem em média 2,8% e a de baixa tecnologia subiu 8,7%.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015
Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Está nascendo a era de ouro para os especialistas em estatística

A IBM calcula que em 2012, o mundo criou diariamente novos 2,5 quintilhões de bytes de dados, o suficiente para preencher um bilhão de livros com 10 milhões de páginas cada. Todos estamos expostos a essa sobrecarga de conhecimento, das dezenas de e-mails inúteis que recebemos por dia aos milhões de resultados de qualquer busca na internet. Filtrar o que interessa, neste ambiente, tornou-se mais complicado. É por isso que os profissionais, de qualquer área do conhecimento humano, terão de incorporar algum conhecimento de especialistas em dados – estatística.

A tendência afeta diferentes áreas, do técnico do Corinthians, que recebe relatórios de estatística sobre o desempenho e o desgaste físico de seus jogadores após cada jogo – e não sabe entende-los – ao policial que recebe informações detalhadas da vida de um procurado.

A capacidade de interpretar dados corretamente e extrair, desse volume gigantesco de informações, estratégias e iniciativas criativas será fundamental para o sucesso. Cientistas de dados serão cada vez mais requisitados. Serão eles a criar algoritmos ajudando a interpretar a massa de informação, seja para extrair sentido de bilhões de bases do genoma de uma pessoa, seja para analisar transações de cartões de crédito e identificar transações suspeitas. Não tenham dúvida, está nascendo a era de ouro dos estatísticos.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

As novas e melhores profissões do futuro

Uma profissão que já existe, mas vai conquistar mais espaço é a de gerente de e-commerce. Ele trabalha com as estratégias para vender produtos e serviços usando a internet. Será necessário entender de comunicação, programação e logística.

Outra nova profissão será a de lixólogo, um gestor do descarte e da reciclagem de todo tipo de resíduo. Passando pelo lixo doméstico até resíduos industriais e hospitalares. Também trabalhará com novas estratégias para diminuir a produção de rejeitos.

Segundo o Programa de Estudos do Futuro, a quarta carreira emergente em ordem de importância será a de conselheiro de aposentadoria que fará o acompanhamento para ajudar na transição entre carreiras e na manutenção do patrimônio.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Teremos um gestor de qualidade de vida

Um profissional que ocupará os espaços do atual personal trainer e acrescentará o monitoramento da qualidade da moradia, da alimentação podendo chegar até aos relacionamentos com amigos e familiares. Uma das mais importantes profissões será a de modelador de órgãos. Terá de reunir uma gama imensa de conhecimentos nas áreas de tecnologia da informação, medicina, biologia, química e engenharia.

Difícil sim, mas valerá ouro no mercado de trabalho. Ele será capaz de criar órgãos para pessoas que precisam de transplantes, soldados mutilados, portadores de deficiências ou atletas com lesões. Essa profissão está nascendo e o Brasil conta com uma estrela mundial no setor – Miguel Nicolelis – foi considerado pela revista Scientific American como um dos 20 maiores cientistas do mundo. Ele promete criar um exoesqueleto para uma criança paraplégica dar o chute inicial na Copa do Mundo.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Advogados, juízes e promotores, sem tecnologia da informação, aposentarão.

Alemanha, a Agência de Emprego Federal e o Instituto Fraunhofer trabalham em conjunto para criar um “despachador automático”. Um sistema de informática que toma sozinho decisões sobre pedidos de pensão. As frases dos requerimentos são separadas pelo software em categorias que o sistema consegue interpretar e comparar com a legislação. Restará, na Alemanha, aos advogados, juízes e promotores a tarefa de auditar esses processos para evitar erros. As leis terão de ser reorganizadas, com os códigos e artigos usando tags para facilitar a identificação.

Os júris populares serão feitos pela webcam, com os jurados no conforto de sua casa. O mesmo vale para o aconselhamento jurídico, muitas vezes repetitivo. Pode ser gravado em vídeo para algumas questões repetitivas.

Direito internacional e direito digital, aí estará o futuro da advocacia

Um jovem indú cometerá crime digital ao invadir um estabelecimento bancário na Inglaterra por meio de um computador. Este ainda é um terreno pantanoso que tem necessidade de um advogado que trabalhe bem com tecnologia da informação, direito internacional e digital.

Para quem tiver dúvida, leia “Tomorrow Lawyers: An Introduction to Your Future” – algo como “Os Advogados de Amanhã: Uma Introdução ao seu Futuro” (não adianta procurar, não tem edição em português). Esse livro foi escrito por Richard Susskin, pesquisador do Oxford Internet Institute. Em nosso Estado, a informatização dos processos jurídicos caminha a passos largos. No momento é difícil um advogado que não entenda de informática prosperar.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015
Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

Novidade – cartão salarial, você já conhece?

Em agosto, a Unik e a MasterCard lançaram o primeiro cartão pré-pago de salário do mercado. O novo meio de pagamento, será aceito em mais de 1,8 milhão de estabelecimentos. Os funcionários das empresas que adotarem o cartão terão mais conveniência e segurança para pagamentos de contas e compras, recarga de celular, saques em caixas eletrônicos, além de terem acesso a descontos e benefícios. Quanto custará? Será a chave do sucesso ou não.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015
Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

A Copa do Mundo de Futebol já começou

Até outubro, havia 11 seleções a definição das chaves da Copa do Mundo de Futebol. Estão classificadas as seleções do Brasil ,Argentina, Colômbia, Chile, Equador pela América do Sul. Pela Europa virão: Itália, Bélgica, Alemanha, Holanda, Suiça, Rússia, Bósnia, Inglaterra e Espanha. América do Norte e Central já têm definidas as seleções dos EUA, Costa Rica e Honduras. A Ásia trará o Irã, Coréia do Sul ,Japão e Austrália. Os africanos ainda estão disputando e há as seleções que estão na repescagem.

Se pelo lado dos gramados as definições são encerradas somente neste novembro, pelo lado das placas nas laterais dos gramados e em todas as mídias mundiais ou das nacionais todos os grupos de competidores estavam definidos no mês passado.

Existem dois lados, as empresas patrocinadoras com contrato com a FIFA e as nacionais com contrato com a CBF. O valor médio pago pelas empresas para a FIFA é de R$ 150 milhões, as nacionais pagam aproximadamente R$ 23 milhões.

Estão escaladas para o embate de visibilidade na Copa do Mundo:

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015
Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015
Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015

A língua dos negócios, você também pode aprender

A partir deste novembro, a BBS Business School, de São Paulo, oferecerá cursos de idiomas – francês, italiano, espanhol, alemão e o mais procurado, o de mandarim. São cursos afinados com a linguagem do mundo empresarial. Ainda dá para conferir no: www.bbs.edu.br.

Tudo indica que a Reforma do ICMS foi para o armário e sai só em 2015



Está na hora do nosso Poder Judiciário ter seu "despachador automático". Seria uma excelente solução para resolver uma parte da morosidade.
 
Carlos Augusto Nóbrega em 06/11/2013 14:12:40
Essa do lixólogo foi demais. O que vocês escrevem é legal. Tem muita informação valiosa e são engraçados. Lixólogo para dar um jeito no prefeito é de boa.
 
Paulo Marcio Alencar em 06/11/2013 13:36:30
O que é ICMS?
Ahhh tá... é mais um imposto arrecadado em MS que é torrado em Campo Grande, uma cidade de funcionários públicos, comissionados, que vive a base de projetos de verba pública, e que nada produz. Sem agricultura, sem indústria, sem geração de renda, a Capital suga os impostos gerados pela produção do Interior.
Esse é o MS Forte, né?
 
Jair Vianna em 06/11/2013 13:02:37
O custo dos criadores de boi está caindo e o nosso vai subir por causa do fosfato. É um absurdo tem de descobrir outras minas do fosfato. Não tem no Brasil algum lugar pra produzir mais. Só pensam no petróleo.
 
Mary Aparecida Lemos em 06/11/2013 09:45:26
Caramba o fosfato vai aumentar de preço. As nossas plantações terão de subir o preço senão vamos plantar e não pagar as dívidas.
 
Marcelo Santin em 06/11/2013 09:40:14
O Mantega é o pior ministro da Dilma. Ele tá ferrando a gente e a presidente.
 
Altina Salvador em 06/11/2013 09:36:54
Tomara que a reforma do icms demore mais para sair estamos cansados de pagar a conta
 
Eduardo Rocha em 06/11/2013 08:42:48
As matérias são boas, atuais e sempre tem alguma novidade. Essa profissão de lixólogo que você diz que existirá, já existe, é a Camara dos Vereadores tentando limpar a cidade.
 
Ernesto Facundo em 06/11/2013 08:41:28
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.