A notícia da terra a um clique de você.
 
14/06/2014 07:15

UM DIA PERFEITO – reflexões sobre um espetáculo moldado para o brasileiro

Mário Sérgio Lorenzetto
UM DIA PERFEITO – reflexões sobre um espetáculo moldado para o brasileiro

UM DIA PERFEITO

Veja Mais
O Brasil voltou aos mesmos ideais de 1920
Os governantes que ouvem os cidadãos

Arena Corinthians. O mais belo estádio construído pelos brasileiros que levantaram suas paredes, traves e mármores. Um estádio onde as lágrimas de emoção pertencem a todas as raças e cores; paixões e religiões.

Nas arquibancadas uma bela mulher beija seu namorado. Hoje é o dia brasileiro consagrado ao amor. As festas "fans" em todas as cidades formando novos casais-mesclados. Um brasileiro com uma argentina. Sem preconceito.

Mas, o amor, hoje é brasileiro. Por suas araucárias, bromélias, fúcsias e samambaias. Amor pela beleza natural.

A natureza em frevo. Frenética. De bombacha e vestida com os tambores africanos do nascedouro da nação em Salvador.

Um espetáculo brasileiro. Com os olhos emocionados de admiração dos belgas coreógrafos.

Com o mundo singelo de 64 crianças. A infantilidade graciosa dos 32 países que estão no mundo do Brasil. O melhor futebol que representa e une toda a humanidade. Em um Brasil, que por um dia, pertence ao mundo. Unidos pela voz. Pela latinidade da Jennifer Lopez e da Claudia Leite.

O exoesqueleto do Miguel. Do Brasil, Estados Unidos e do mundo. Uma armadura para a paz, que devolve a capacidade de andar a quem vive em cadeiras. Um homem armado com alta tecnologia que chuta a bola da festa.

O aquecimento da Croácia vaiado, mas o respeito de todos quando a entrada dos croatas é oficial. Diversão e internacionalismo. Uma torcida de povo moderno que sabe a hora certa.

Lágrimas nos olhos dos jogadores. A emoção contagia a todos.

O estádio inteiro cantando o hino sem outro som para ajudar. Não precisa, temos tamanho e boca para dizer quem somos. Momento tão grandioso que o cantar deveria ser "à catedral" ao invés de "à capela". A grandiosidade de um enorme templo e não de um pequeno espaço de oração.

O esvoaçar dos pombos branco, negro e índio. E não é ilusão de ótica e sim de sentimento.

Caiu o ânimo dos brasileiros. A luz apagou. Um breve momento para emocionar ainda mais. Ressurgiram. A força e a luz! O juiz fez estágio na feira central de Campo Grande - é nissei - e o menino franzino cresceu na camisa amarela reerguendo a paixão.

UM DIA PERFEITO – reflexões sobre um espetáculo moldado para o brasileiro

É do Brasil! Estatísticos brasileiros e as excelentes previsões para a Seleção

Estatísticos da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e da USP de São Carlos fizeram todo tipo de cálculo e chegaram à seguinte conclusão: a Seleção brasileira tem maior chance de levar a taça da Copa. A previsão de consagração é baseada em sites de apostas. São 18, no total e, a partir dos resultados, foi criado o site “Previsão Esportiva”. Esta coluna já adiantou que o Brasil é o preferido pelos apostadores europeus.

Conforme os pesquisadores das duas universidades, o Brasil tem 30,3% de chances de se tornar campeão. Este é o maior índice na comparação com aos demais países que disputam a Copa. A chance de campeão ocorre com uma eventual disputa com a Argentina. Os hermanos têm 25,32% de chances faturarem o torneio.

Outras previsões – mas feitas por um grupo particular, a PwC – também apontam o Brasil como campeão. O favoritismo é aliado ao fato de estarmos sediando o mundial. Como há trabalho das demais equipes, é observada a força da Alemanha, a Argentina e a Espanha. Neste cenário, a Inglaterra ocupa o oitavo lugar no índice. A explicação é que o time enfrentará uma batalha para vencer em seu grupo, devido aos fortes rivais como Itália e Uruguai.

UM DIA PERFEITO – reflexões sobre um espetáculo moldado para o brasileiro

Espanhóis perderam de lavada, mas são campeões em atrair torcedores

A rede espanhola balançou cinco vezes ontem, enquanto a da Holanda somente uma ontem. Na torcida, a arena Fonte Nova exibia, principalmente, espanhóis. Agora, a Espanha entra em campo no Maracanã e, depois, Curitiba. Esta última já lotada por espanhóis. Por lá, os turistas já mudaram a paisagem em hotéis e restaurantes. E, se não ganharam, são os campeões na busca pelos jogos. Os voos para a atual campeã mundial são os mais procurados nos trechos internacionais.

Segundo pesquisa da ViajaNet, a partida mais cobiçada é entre Espanha e Chile, dia 18 de junho, no Maracanã. O duelo foi responsável por 31% das buscas por passagens aéreas. A procura pelas partidas disputadas pelos espanhóis só perde para aquelas que têm o Brasil. Em terceiro lugar está o jogo entre Alemanha e Estados Unidos, no Recife, dia 26.

UM DIA PERFEITO – reflexões sobre um espetáculo moldado para o brasileiro

Turismo de Copa acrescenta R$ 6,7 bilhões à economia no país

A previsão é do Ministério do Turismo considerando pesquisa feita pela MTur em parceria com a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Somente em mão de obra, são 200 mil trabalhadores temporários. Levando em conta os turistas que estão no país para acompanhar o torneio, a média de gasto é de R$ 5,5 mil durante sua estada no país, já descontadas as despesas com passagens aéreas e valores gastos no país de origem. O número desses visitantes foi calculado com base nas vendas de ingressos até a primeira semana de abril.

A projeção resulta, ainda, da análise dos dados da Copa das Confederações, de 2013, quando mais de 70% dos turistas estrangeiros declararam que pretendiam voltar ao país neste ano. A chegada de turistas estrangeiros ao Brasil pode aumentar entre 5% e 10% após a Copa do Mundo, pela previsão do Ministério do Turismo.

UM DIA PERFEITO – reflexões sobre um espetáculo moldado para o brasileiro

3,6 bilhões de corações batendo pelo mundial

A pasta também fez a projeção de acompanhamento da Copa do Mundo por televisor e smartphones. Serão mais de 3,6 bilhões de pessoas de espectadores, 12,5% mais na comparação à última Copa, da África do Sul, que foi acompanhada por 3,2 bilhões de telespectadores em 2010. A projeção também está baseada na Copa das Confederações, cuja audiência cresceu 50% em relação à disputa da África do Sul.

Para esta Copa do Mundo, estão programadas 73 mil horas de transmissão de televisão para mais de 200 países. O montante equivale a um aparelho de TV ligado por oito anos. São 19 mil profissionais de imprensa credenciados. A quantidade de profissionais envolvidos aumenta a cada edição, assim como a audiência. Foram 715,1 milhões de telespectadores na final da Copa de 2006, disputada entre Itália e França na Alemanha. A final da Copa do Mundo da África do Sul 2010, entre Espanha e Holanda, foi acompanhada por quase 620 milhões de telespectadores.

UM DIA PERFEITO – reflexões sobre um espetáculo moldado para o brasileiro



imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2016 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.