A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


08/09/2014 08:50

6 jeitos para pagar menos imposto de renda no ano que vem!

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Os primeiros lotes da restituição do imposto de renda já caíram nas contas bancárias de milhares de brasileiros. Fato que faz muita gente acreditar que a mordida do Leão é assunto apenas para o ano que vem. Certo? Errado.Se a ideia é pagar menos imposto ou engordar arestituição do IR 2015, o ideal é focar no planejamento desde já. O motivo não poderia ser mais óbvio. “O imposto de renda é apurado anualmente. Se você pensar nisso só em abril do outro ano, pode ser tarde para aproveitar alguns benefícios”, afirma Rodrigo Paixão, da H&R Block. Boa parte das deduções, no entanto, só são possíveis para quem optar pelo modelo de declaração completo. Por isso, vale avaliar se o recurso é mais vantajoso para você. Se as suas despesas que podem ser deduzidas forem menores do que 20% dos rendimentos tributáveis ou 15.197,02 reais, o modelo simplificado pode ser a melhor opção.

Veja Mais
Qual é a melhor hora para comprar?
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação

Veja quais são as despesas passíveis de abatimento e faça as suas contas:

Ter todas as despesas com saúde na ponta do lápis:Evidentemente, ninguém quer ficar doente – muito menos com o objetivo de ter uma dedução no imposto de renda. Mas ter todas as despesas com saúde do ano bem detalhadas na declaração é uma estratégia útil para conquistar um abate maior já que, neste caso, não há limite para a dedução.

De consultas médicas ao tratamento psicológico e/ou odontológico: todas as despesas médicas, independente da especialidade, podem ser deduzidas do cálculo do IR. A regra vale também para cirurgias plásticas. Gastos com a compra de prótese de silicone só podem ser abatidos se o valor integrar uma nota emitida por um hospital, segundo Paixão. Tratamentos estéticos, no entanto, não entram neste grupo. Já as despesas com remédios só podem ser descontadas se integradas à conta emitida pelo hospital ou profissional de saúde. Quando comprados em uma farmácia, mesmo com receita médica, os valores não podem ser abatidos. Gastos com a educação de dependentes com alguma deficiência física ou mental, se declarados como despesas de saúde, também podem abater o cálculo do IR. Para que isso aconteça, é preciso um laudo médico que ateste a condição do dependente e os pagamentos devem ser feitos a entidades especializadas.

Investir em educação:O limite para o abate no imposto de renda dos gastos com educação é de até R$ 3.230,46. Neste caso, podem ser deduzidas despesas em todos os níveis de instrução – da educação infantil até a pós-graduação, mesmo se cursadas no exterior, segundo o especialista da H&R Block. Os gastos com cursos de inglês ou outras atividades extracurriculares não podem ser abatidos, bem como os pagamentos à instituições financeiras que concedem crédito educativo ou financiamento estudantil.

Direcionar recursos para a previdência:Se você investe até 12% da sua renda em um plano de previdência privada, é possível pagar menos imposto ou receber uma restituição mais robusta. Mas isso só vale para quem contribui para a previdência via PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). Nesta modalidade, o abate pode chegar a até 12% sobre a renda tributável. A dedução não significa que o PGBL é isento de imposto de renda. O benefício fiscal, na prática, apenas adia a cobrança para a data de resgate do plano.Além disso, toda contribuição feita ao INSS pode ser abatida do cálculo do IR.

Ter um empregado doméstico:Provavelmente até a declaração referente ao ano-calendário de 2014, será possível abater as contribuições feitas para o INSS de um empregado doméstico com carteira assinada. Este ano, o limite para o abate foi de R$ 1.078,08 no imposto de renda devido. No entanto, o benefício é válido para apenas um empregado. Se você tem uma empregada doméstica e babá, por exemplo, usufruirá o benefício da contribuição de apenas uma delas.

Fazer doações :Doações de qualquer espécie são isentas do imposto de renda e, em alguns casos, podem até render abates no imposto. O limite é de 6% sobre os valores devidos. Mas nem todas as espécies de doações entram neste quesito. O benefício é exclusivo para a transferência de recursos para entidades que possuem incentivos fiscais do governo. Por isso, as doações devem ser feitas para alguns fundos, como os fundos municipais, estaduais e nacionais da criança e do adolescente ou do idoso. Já as doações a projetos que fazem parte do Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas) e do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) têm limite de 1% do IR devido cada um, além do limite global de 6%.

Não perder de vista os gastos com trabalho (se você for autônomo): No caso de profissionais autônomos, é possível deduzir todas as despesas ligadas diretamente ao trabalho, como aluguel de espaço para o escritório, conta de água e luz, telefone e materiais, por exemplo. “Se você trabalha em casa, o abate é de 1/5 para as despesas com aluguel, IPTU, água e luz”, diz o especialista da H&R Block. De acordo com ele, as despesas com estacionamento e combustível só são passíveis de abatimento para representantes comerciais.Ser criterioso na hora de escolher que serão seus dependentes na declaração é outra estratégia eficaz para pagar menos imposto ou receber uma restituição maior.

Fonte de Informações: Exame seu dinheiro.
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas conseqüências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen – Criador do portal www.manualinvest.com

Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions