A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


27/02/2015 08:50

Acredite em você e em seus sonhos

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Todo mundo conhece um “sei-tudo-e-sou-fodão”, não é? Aquele amigo mala que, não importa o assunto, seja medicina ou física nuclear, tem sempre algo a dizer. E, se não bastasse, ele é sempre “o cara”.Se o assunto é carro, enquanto pessoas normais falam de design, ele fala de torque, relação peso-potência e, se alguém falar da “parte comercial” da coisa, ele sempre paga mais barato que todo mundo nos carros que compra (inclusive mais que a própria concessionária) e sempre vende mais caro – coisas do Brasil de outrora: usar carro como investimento!

Veja Mais
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?

E aí o assunto chega nos inevitáveis investimentos. Imóveis? O sabichão logo dispara que a média de rentabilidade de seus aluguéis supera as LFTs (Letras Financeiras do Tesouro). Quando compra para vender, ele jura nunca ter menos que 1.500% de lucro em 3 meses.E a Bolsa de Valores? Ele jura ter comprado ações do BB ao valor equivalente a centavos de Reais (pago em “contos de réis” se bobear) e se gaba do quanto elas valem hoje. E diz que chegou ter tais ações “em papel” de verdade e as guardava no cofre de casa. Detalhe: ele nem tem idade tem para isso.

E assim ele continua, sempre sabendo tudo e mais um pouco. Ah, sim, se você disser que tem hérnia de disco, ele vai falar que a dele é muito mais dolorida! O cara é realmente “o cara”! Você conhece alguém assim? Pois é…Colocando assim, parece absurdo e ainda mais incrível que outras pessoas prestem atenção, ou mesmo sintam qualquer coisa que não pena de alguém com este perfil, certo? Errado! Narcisistas desse tipo são tão convincentes que há aqueles que, ao ouvi-los, sentem-se diminutos e frustrados com suas próprias vidas.Você já se sentiu assim? Eu já! Em uma roda com dois ou três desse tipo eu me sentia o “último dos piores”. Eu pensava: “Acabei de tomar uma paulada na Bolsa, vou ficar no meu canto. Como esses caras conseguem ganhar sempre?”.

Quer acabar com a conversa? Pede para “o cara” mostrar seu extrato da Bovespa dos últimos 12 meses para você poder ver seu desempenho; aposto que ele vai falar que isso é “algo de foro íntimo”. Oras, quem não deve, não teme! Ok, ninguém quer estragar o churrasco do domingo, então o melhor a fazer é sorrir e deixar rolar.O que não você não deve é se deixar levar por pessoas assim e, pior, perder a fé em si mesmo, em seus valores, objetivos, estratégias financeiras e, sobretudo, em sua filosofia de vida. Ninguém sabe o que é melhor para você; aliás, só você sabe o que é melhor para você.

Bom, a vida passa e aprendemos uma coisa aqui, outra ali, e entre essas coisas que não, ninguém ganha sempre. Aliás, se há uma característica comum em todo grande campeão é que todos sofreram derrotas retumbantes, e destas tiraram as maiores lições para suas próximas vitórias.Por isso o conhecimento é tão importante. Antes de investir em sua primeira ação, use o dinheiro para investir em seu primeiro livro sobre ações; ou em seu primeiro curso sobre o assunto.Além disso, o Dinheirama e o Café com Finanças estão repletos de conteúdo gratuito que podem lhe ajudar nessa caminhada. Uma vez munido de conhecimento, verá que os erros fazem parte do aprendizado e ninguém é melhor que ninguém; somos únicos, edição limitada a uma unidade e sem similares ou genéricos.

Sendo assim, acredite no poder daquilo que conhece e seja fiel aos seus valores, objetivos e também aos seus instintos. Não invista em Fundos Imobiliários “só porque está todo mundo investindo”. O mesmo vale para as Letras de Crédito, Tesouro Direto e mesmo poupança.Evite, portanto, o “efeito manada” de fazer porque todo mundo está fazendo; é movendo-se em bandos que as pessoas perdem dinheiro, pois lhes falta foco e tolerância aos movimentos irracionais do mercado.Por outro lado, os poucos que investem e acreditam em si mesmos conseguem realizar seus sonhos. Sabem que paciência é fundamental para se manter firme aos seus propósitos. São simplistas, objetivos e não esperam “ficar ricos do dia para noite”.

Algo importante: ser realista é uma característica marcante desse seleto grupo. Não compram uma NTN-B que vence daqui 30 anos se pretendem usar o dinheiro para a viagem de fim de ano. Enfim, usam o conhecimento e a autoconfiança a seu favor, investindo para realizar sonhos e objetivos (não para seguir a moda!).No fim de tudo isso, seja você! É quando somos nós mesmos que conseguimos alcançar os melhores resultados em nossas vidas, seja na relação com as pessoas ou com nosso dinheiro. E, nunca é demais repetir, acredite em você, acredite em seus sonhos, pois se não o fizer, quem fará? Isso requer esforço e coragem? Claro!

“Todos os nossos sonhos podem se realizar, se tivermos a coragem de persegui-los” (Walt Disney)

Se ainda está em dúvida, que tal começar agora? Mas não tenha pressa, pois as coisas levam tempo e, como eu disse antes, a paciência é a virtude essencial nessa caminhada; só não confunda paciência com acomodação. Ainda com receio? Responda a essa pergunta: o que é preciso para dar o segundo passo? Isso mesmo, dar o primeiro! Grandes feitos são construídos de pequenas conquistas, uma de cada vez.Em tempo, sobre “os outros”, em sua caminhada pela vida você encontrará muito mais gente que fará de tudo para te colocar para baixo, te desqualificar, te desvalorizar e tentar dissuadi-lo de seus sonhos do que o inverso – eu diria que numa proporção de 10 para 1.As pessoas transferem suas próprias frustações para os outros, além de criticarem aquilo que mais invejam, mas não conseguem fazer ou mesmo ser. Bem, jamais se esqueça que o que os outros pensam sobre você (ou mesmo falam) é problema deles. Por isso, sempre em frente, sem perder a fé em na vida e em você mesmo. Abraços e até a próxima.

Fonte: dinheirama.com.br Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.*Deseja mais informações ou ainda ampliar seus conhecimentos em investimentos. Acesse o site: www.opatriarca.com.br, ou ligue no Tel: (67) 3306 - 3613 e solicite á visita de um de nossos consultores certificados pela CVM.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen, criador do portal www.mayel.com.br

 

Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...
O brasileiro nasce, cresce, põe o nome no Serasa e morre?
A pergunta do título é, na verdade, uma piada (de mau gosto) antiga que circula no Brasil. Com as taxas de juros que praticamos aqui, é muito fácil s...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions