A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


24/08/2016 08:56

Como lidar com a demissão e recomeçar

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Se você trabalhou anos em determinada empresa ou setor e agora precisa recomeçar após uma demissão, provavelmente deve estar meio perdido. Sabemos que não é fácil, mas considere que a situação também pode ser uma oportunidade para aprender a lidar com reflexos negativos e trabalhar o aumento da autoconfiança, possibilitando inclusive uma mudança de rumo profissional para melhor.

Veja Mais
Analfabetismo financeiro segue alto na era da informação
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?

“Sabemos que quando o desemprego bate à porta não é só o emprego que se perde, mas a diminuição do contato social, o salário, a harmonia na família, etc., e isso faz parte de todo um processo de qualquer forma de recomeço na vida“, explica Priscila Asimoto, psicóloga e membro da Sociedade Brasileira de Coaching. “Por outro lado, quando a demissão acontece após anos de carreira, também pode ser a situação ideal para a pessoa descobrir na dificuldade o que mais gosta de fazer, trabalhando de forma autônoma e deslanchando. Confira algumas dicas para enfrentar este processo e recomeçar com confiança”, explica. A seguir, a especialista dá algumas dicas para quem enfrenta este processo e precisa recomeçar com confiança.

1. Tenha em mente que a crise não é eterna e este momento irá passar - É possível plantar coisas boas agora para colher adiante, tanto no trabalho quanto na vida pessoal. Não pense no que já foi. O importante é não perder o entusiasmo e pensar daqui para a frente. Se possível, não fique reavaliando o que já foi ou o que você poderia ter feito para não estar nesta situação. Pense em como você quer estar daqui a um tempo e crie metas para isso.

2. Ouça e aprenda com profissionais que você considera mais experientes - Procure absorver todas as informações daqueles que você considere bem-sucedidos na carreira. Normalmente eles têm estratégias e conselhos que podem servir de exemplo e ajudar quem está recomeçando.

3. Explore seus talentos - O que você faz de melhor? O que gosta de fazer com prazer? É difícil no mercado atual alguém se recolocar fazendo todos os dias algo que não gosta ou que não desperte interesse diário.
Então avalie bem o que você pode fazer levando em conta um cenário que exige dedicação e aprendizado. Pode até considerar recomeçar em um ramo totalmente novo, mas deve ser algo que realmente goste. Muita gente tem feito isso.

4. Mantenha o contato social - Não se isole. Ter contato social é algo bom em todas as fases da vida, e ficar dentro de casa não vai ajudar alguém a bater em sua porta. Por isso reative o networking e mostre-se disponível. É preciso ser flexível no modo de agir, se comunicar com os amigos, manter a motivação.

5. Cuide da saúde - Para conseguir voltar ao mercado e trabalhar direito, é fundamental estar com a saúde em dia. Por isso procure realizar exercícios, caminhar, manter os exames de rotina em ordem e se alimentar bem. Não se esqueça de si mesmo.

6. Cuidado com a exposição nas redes sociais - Hoje muitas empresas usam as redes sociais para ajudar a traçar um perfil dos candidatos, por isso nunca exponha o que considera errado ou ruim da antiga empresa onde trabalhou e nem demonstre ideias negativas, desmotivadoras sobre o futuro, pois é nele que você se colocará, afinal o futuro começa a cada segundo.

7. Jogue com lealdade - A Lealdade é uma grande virtude do caráter humano e é natural que em tempos difíceis as pessoas fiquem mais inseguras, mas mostre exatamente o que você é, não foque em expectativas de rivalidade com as outras pessoas, não faça comparações e nem mal juízo dos outros que podem surgir no contexto.
Procure dar o que tem de melhor e lembre-se de que a crise de hoje pode ser uma oportunidade incrível para o seu amanhã.

8. Qualifique-se - Se achar que não tem qualificação ou preparo suficiente, procure alternativas e adaptações para aprender e siga em frente. Lembre-se sempre que o passado já foi e agora é pensar no futuro e traçar as metas para conseguir alcançar os novos objetivos.

Fonte: Janaína Gimael/Dinheirama.com
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen é criador do portal www.mayel.com.br

Analfabetismo financeiro segue alto na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...
O brasileiro nasce, cresce, põe o nome no Serasa e morre?
A pergunta do título é, na verdade, uma piada (de mau gosto) antiga que circula no Brasil. Com as taxas de juros que praticamos aqui, é muito fácil s...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions