A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


28/02/2014 07:31

Dicas importantes para as finanças do casal

(*) Emanuel Gutierrez Steffen

Muitos casais recém-casados possuem certa dificuldade em estabelecer alguns parâmetros para sua nova vida, no que diz respeito às finanças. Parte deste problema surge simplesmente da falta de experiência. Geralmente os noivos definem muitos detalhes de seu casamento, incluindo a cerimônia religiosa, a festa, a lua de mel, mas acabam deixando de lado como irão se organizar financeiramente, deixando a mercê do dia-a-dia os ajustes necessários nesta área. Esta estratégia pode até dar certo (aparentemente) se o casal é resiliente o suficiente, mas existe o caminho mais fácil, digamos assim, o caminho do planejamento prévio, que evita muitas dores de cabeça, e até brigas no futuro. Para que o dinheiro não vire motivo de discussões, é preciso conversar abertamente sobre vários assuntos interligados ao tema de forma preventiva, ou seja, antes da crise acontecer. Nessas conversas, o casal define os objetivos de vida, prioridades, metas em comum, etc. Tudo para fortalecer o relacionamento e preparar a conta bancária para compartilhar problemas, dividir projetos e colocar planos em prática. Vejamos agora 5 dicas para “casar” bem as finanças:

Veja Mais
Como os atletas perdem milhões
Qual é a melhor hora para comprar?

1 Definir objetivos em comum: Duas pessoas trabalhando juntas pela mesma coisa geram resultado melhor e mais rápido, certo? Por isso o melhor é ter as metas, sonhos e planos alinhados. Leve em consideração fatores pessoais como a pressa para comprar, a disponibilidade de esperar a guardar dinheiro, as taxas de juros, etc. Calcule o investimento necessário com base nessas coisas também.

2 Organizar as contas: Saber como estão os seus ganhos e gastos ajuda a descobrir a saúde do seu bolso e até a definir o quanto poupar. Poupar dinheiro ajuda a atingir objetivos e a manter um bom padrão de vida depois da aposentadoria. Pense nisso!

3 Seguir o planejamento: Seguir o que foi combinado é o que vai fazer vocês atingirem a meta no tempo previsto. Isso vale da contribuição para a caderneta de poupança até as pequenas economias do dia a dia. Determinação + objetivo = poupar sem sacrifícios. Só depende de você!

4 Avaliar o padrão de vida. O ideal é equilibrar o padrão de vida com a renda familiar, levando em consideração os objetivos e as necessidades definidas. Se necessário, conversem para avaliar e redefinir hábitos de consumo. Se quiser engordar a poupança investindo em ações, comece usando simuladores com dinheiro virtual na internet.

5 Comemorar a conquista das metas: Seja a compra do carro novo, a quitação da casa ou a viagem de lua de mel, por exemplo. A conquista é fruto do planejamento!

Além destas importantes dicas, existem alguns comportamentos que, pouco a pouco, podem afetar a rotina diária e também dificultar algumas decisões financeiras. Vamos ver alguns exemplos de questões muito comuns que precisam ser acertadas para que a vida financeira a dois dê certo:

- Entender as decisões de compra um do outro: Um bom começo é a definição de metas e limites de gasto. Conhecer os gostos e as dificuldades relacionadas a dinheiro também ajuda na hora da conversa.

- Definir quem paga a conta: Quando marido e esposa têm ganhos diferentes, é preciso que cada um contribua com o proporcional do que recebe. A dica é: quem ganha mais, paga ou poupa mais.

- Equilíbrio até na organização: Cuidar bem do dinheiro é importante, mas os vínculos criados nesse processo também são. Respeito, e companheirismo ajudam a enriquecer a vida.

Este artigo faz parte da série de aconselhamento a casais e tem como principal fonte de referencia o Best Seller - Casais inteligentes enriquecem juntos, do consultor Gustavo Cerbasi,
editora Gente, e o portal meubolsoemdia.com. E você amigo leitor, também possui alguma dica para ajudar os casais a se organizarem financeiramente? Deixe seu comentário logo abaixo. Até a próxima!

Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen– Criador do portal www.manualinvest.com

 

Como os atletas perdem milhões
Recentemente, um amigo me enviou um artigo de revista que continha alguns exemplos divertidos dos gastos fora de controle de atletas profissionais. C...
Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions