A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


25/10/2013 07:38

Lazer: como definir quanto gastar?

Emanuel Gutierrez Steffen*

A vida não é só trabalho. É importante, também, destinar um tempo para fazer o que se gosta. A diversão e a descontração tornam-se cada vez mais importantes no combate ao estresse, além de ajudarem na produtividade e até aumentarem a criatividade. No entanto, é comum deixarmos de lado algumas atividades mais descontraídas por conta dos custos. Mesmo assim, é possível se divertir sem prejudicar o bolso. A palavra de ordem mais uma vez nesta coluna é planejamento.

Veja Mais
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?

Para definir quanto gastar com atividades de lazer, você deve primeiro incluir essa despesa no seu controle financeiro cotidiano, como uma planilha de orçamento pessoal. Da mesma forma que faz (ou deveria estar fazendo) com outras despesas como moradia, saúde, educação, alimentação, transporte, e etc. Para definir quais os gastos que se encaixam nesta categoria, é preciso determinar o que é considerado “lazer” para você, em sua rotina. Muitos consideram academia, o clube, e até a assinatura da revista preferida como parte desta categoria. Inclua, também, os gastos variáveis, como o cinema, a viagem de fim de semana, festas, o restaurante etc.

Uma dica, principalmente com relação aos gastos variáveis, é procurar listas os gastos da categoria nos últimos três meses e fazer uma média. Assim você consegue ao menos estimar uma quantia mais precisa para este tipo de gasto. Determinando os gastos e colocando tudo na planilha, é importante avaliar o quanto de sua renda está sendo destinado para essa categoria de despesa. Nesta hora é importante analisar os números com bom senso: será que os gastos com lazer têm comprometido demais as finanças? Quais são suas prioridades de gastos? É possível cortar algo? A resposta a essas questões pode ajudá-lo a definir quanto gastar ao mês.

Mesmo necessário, o lazer é uma das primeiras despesas cortadas em épocas de crise. De acordo com pesquisa da “Quorum Brasil”, após o segundo semestre de 2008, 74% dos brasileiros disseram que cortariam gastos com lazer, almoço fora, passeios e viagens para lidar com a crise financeira. A resposta para essa atitude pode estar na definição de lazer, muitas vezes considerado supérfluo frente a despesas essenciais. No entanto, mesmo que o orçamento peça algum corte, é possível se divertir gastando pouco. Prefira, por exemplo, reuniões em casa com amigos, além de evitar “gastar fora”, juntos vocês podem economizar com uma “vaquinha” para alimentação. Nessas horas, criatividade e uma boa pesquisa são fundamentais, e podem fazer diferença ao fim do mês. E você amigo leitor, contribua com suas idéias de como gastar pouco com o lazer nos comentários abaixo!

(*) Com informações de finançaspraticas
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas conseqüências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen – Criador do portal www.manualinvest.com - Cursou Gestão Financeira na Universidade Católica Dom Bosco, Administração na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. É habilitado pela ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais) com as Certificações Profissionais Série - 20 e Série - 10.

Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...
O brasileiro nasce, cresce, põe o nome no Serasa e morre?
A pergunta do título é, na verdade, uma piada (de mau gosto) antiga que circula no Brasil. Com as taxas de juros que praticamos aqui, é muito fácil s...



Realmente a reunião em casa com os amigos é um ótimo pedido em relação à economia. Enquanto gastamos R$100, R$200 ou até mais por saída no fim de semana, com 25% desse valor somado à ajuda dos amigos com a "vaquinha", já conseguimos um bom churrasco com bebida. Abraços a todos.
 
André Serra em 25/10/2013 09:01:42
Eu tenho este sério problema de gastar muito com o lazer, ando sem criatividade devido a muito serviço, e quando chega a hora do lazer as vezes acabo nem apreciando pois gasto o tempo com tanta coisa, menos lazer. Quais idéias para um lazer sem gasto ou com pouco gasto? Obrigado tenham um otimo de que Deus abençoe a todos nós.
 
Dione Flavio em 25/10/2013 08:15:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions