A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


20/05/2016 08:08

Planejamento financeiro depois dos 40 anos

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

É consenso entre os orientadores financeiros que quanto mais jovem começamos a adotar a pratica do planejamento financeiro, mais fácil fica a tarefa de reunir elementos que favorecem o crescimento financeiro pessoal, a formação de patrimônio e a conquista de uma aposentadoria mais tranquila.Por isso, adotar o planejamento financeiro desde cedo facilita muito a vida das pessoas.

Veja Mais
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?

Um grande trunfo a favor é o próprio tempo, afinal quanto antes, melhor para lidar com as expectativas e também aproveitar a oportunidade de investir em ativos mais arriscados e também com rentabilidades atraentes no longo prazo.

Recentemente, escrevi um artigo falando sobre algumas questões importantes que gostaria de saber sobre dinheiro aos 18 anos. Hoje o artigo é focado nas pessoas que vivem um outro momento e estão próximos dos 40 anos. Afinal, quais seriam as implicações de adotar o planejamento financeiro com essa idade?

Sendo bem direto, quem já passou dos 40 anos pode e deve adotar a educação financeira como um estilo de vida. O planejamento financeiro é vital para qualquer circunstância e momento da vida, simples assim.É claro que à medida em que a idade avança, o planejamento financeiro muda e precisa levar em conta algumas variáveis importantes.

Quem tem 18 anos, muito provavelmente vive um momento de busca de trabalho e a renda é consideravelmente menor; quem tem 28 anos ainda está se estabelecendo e construindo família; quem tem 40 anos vive um momento especial, com a carreira provavelmente estabelecida e família muitas vezes já construída.

É natural que após os 40, assuntos como aposentadoria e independência financeira comecem a receber uma atenção especial. Com o tempo, os desejos de consumo e a realidade financeira mudam, então existem grandes oportunidades para sempre planejar financeiramente sua vida.
Uma vida tranquila depende de vocêO planejamento financeiro depois dos 40 anos pode ser a oportunidade perfeita para definir como será a vida após a aposentadoria.

Afinal, quais serão as suas prioridades? Dedicar mais tempo a família? Encontrar um projeto para se dedicar em que a questão financeira não seja tão importante?A maioria das pessoas no Brasil não se preocupa e nem dá o mínimo de atenção a esses temas tão importantes e acabam passando por dificuldades quando se aposenta. Depois dos 40, é preciso dar atenção aos aportes e investimentos para o futuro, bem como às despesas e hábitos financeiros.

Alguns assuntos são tratados pelas pessoas como verdadeiros tabus. Um deles é a necessidade de fazer um seguro de vida. O seguro de vida é pouco discutido no país e um bom planejamento financeiro deve levar em conta esse produto, especialmente acima dos 40, quando provavelmente já existem dependentes.

O seguro de vida pode significar a garantia de manutenção de uma vida tranquila para aqueles que amamos, especialmente durante ou depois de um momento delicado. Além disso, aspectos como formação do patrimônio, planejamento tributário e testamento também devem permear as discussões familiares a partir dessa fase da vida.

Conclusão - O planejamento financeiro é um grande benefício que deve ser encarado por todos com carinho e dedicação, independente da idade. Ninguém consegue prosperar por muito tempo sem o mínimo de educação financeira, sem dedicar tempo e atenção ao que quer realizar e conquistar.Comece a fazê-lo agora, não importando sua idade, e esteja atento às necessidades e oportunidades de cada período da vida. Até a próxima!

Fonte: Ricardo Pereira/dinheirama.com.br
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen é criador do portal www.mayel.com.br

Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...
O brasileiro nasce, cresce, põe o nome no Serasa e morre?
A pergunta do título é, na verdade, uma piada (de mau gosto) antiga que circula no Brasil. Com as taxas de juros que praticamos aqui, é muito fácil s...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions