A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


02/09/2016 09:40

Provocações sobre sucesso e independência financeira

Por Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Se o desafio parece grande demais, não dá! Se parece difícil, não consigo! Afirmações assim são muito comuns. Chega! Eu não gosto quando as pessoas dizem “nunca”. Essa é uma palavra muito longa e a vida é dinâmica demais para criarmos limitações tão extensas. Limitações. Eis uma palavra destruidora de sonhos. Você é o dono das suas ações - Antes de prosseguir para o ponto alto deste texto, que são as provocações sobre sucesso financeiro que quero que você leia e pense a respeito, vamos esclarecer essa coisa das limitações.

Veja Mais
Qual é a melhor hora para comprar?
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação

Você já deve ter lido e ouvido a expressão “crença limitante”. São pensamentos fixos que você desenvolve e que se tornam verdades para você. Eles podem ter sido criados por você mesmo ou não – há casos em que, de tanto ouvir frases negativas de outras pessoas, tais sentimentos acabam “internalizados”.

Existe ainda a síndrome do “coitadismo”, em que, pelos mais variados motivos, a pessoa se sente inferiorizada e incapaz de avançar em diversas áreas da vida, inclusive profissional, o que afeta a geração de renda (e a busca pela independência financeira). Como vemos, esta é uma questão psicológica e comportamental, mas que interfere diretamente nas conquistas financeiras. Se você se identificou com isso, precisa estudar o assunto e modificar seus pensamentos. Dependendo do grau do problema, precisará de apoio psicológico profissional. Sim, terapia mesmo (eu fiz e recomendo). Feita esta observação inicial, vou apresentar algumas características que considero importantes para você alcançar a independência financeira.

Provocações sobre independência financeira: Há muito a se falar quando o assunto é sucesso. No âmbito das finanças, não é diferente. Como gostamos de listas, tópicos e regras, apresento hoje 10 provocações que considero muito relevantes para você experimentar a liberdade financeira. Se elas fizerem mesmo sentido, imprima-as e as fixe na parte de dentro da porta do seu guarda-roupas, para consultar frequentemente. Pode parecer um exercício bobo, mas se você se enquadrou no grupo de pessoas que sofre com as crenças limitantes, isso será de grande utilidade para “desintoxicar” a sua mente.

- Desenvolva a disciplina na sua vida: ela manterá você no caminho;

- O seu destino está diretamente relacionado com as suas escolhas: saiba aonde quer chegar, mas aprenda a tomar decisões (inclusive as difíceis);

- Acredite em você e no seu potencial: você pode, desde que acredite e entre em ação;

- Seja persistente: as dificuldades chegam para todos, mas só os persistentes avançam;

- Busque a realização dos seus sonhos: eles serão um forte motivador para que você não desista;

- Assuma as responsabilidades por suas decisões: se você acertou ou errou, a culpa é sua. Aprenda com os erros e comemore os acertos;

- Desenvolva seu espírito empreendedor: independente de você ter sua empresa ou ser empregado, pense sempre como se fosse o dono, fazendo o seu melhor para obter resultados positivos;

- Trabalhe com afinco: no mundo dos ganhadores, não há espaço para a preguiça. Primeiro o trabalho, depois o trabalho e, então, depois de muito trabalho, a recompensa;

- Aprenda a administrar seu dinheiro com maestria: uma ótima educação financeira é primordial para multiplicar o seu patrimônio;

- Faça um planejamento financeiro de vida: estabeleça objetivos de curto, médio e longo prazo e trabalhe para alcançá-los, utilizando todas as dicas anteriores.

Como você pode perceber, não há nada mágico aqui. A equação é simples: pensamento + ação = resultado. Ao contrário do que muitos pensam, sucesso e liberdade financeira têm muito mais relação com nossos pensamentos e atitudes do que com nossa situação financeira e capacidade de geração de renda. Até porque, convenhamos, dinheiro é (e sempre será) consequência de uma mente positiva, que entende que é capaz de alcançar aquilo que deseja. Entenda também que não há atalhos, nem “almoço grátis”. Então, mãos à obra, pois o tempo está passando (e não volta)! Forte abraço e até a próxima!

Fonte: Conrado Navarro/Dinheirama.com
Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen é criador do portal www.mayel.com.br

Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....
Armadilha das promoções: qual a lógica do “tão barato”?
Semana começando! E essa, em especial, após a “black friday”! E aí? Rolando uma “black ressaca” financeira, ou você conseguiu controlar esses instint...
Não supervalorize coisas
Um experimento social muito famoso, executado em diversos países e no Brasil, relaciona dois grupos de indivíduos: o primeiro grupo ganha um objeto e...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions