A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016


  • Finanças & Investimentos
  • Finanças & Investimentos

    Emanuel Steffen - www.mayel.com.br


25/11/2013 07:29

Quanto custa seu Namoro?

Emanuel Gutierrez Steffen (*)

Em um bate papo descontraído sobre finanças, meu cunhado (Rafael Soriano, hoje já casado) levantou a excelente idéia de escrever sobre o quanto gastamos com nossas respectivas namoradas. Na hora achei a idéia muito interessante, pois para quem namora ha um bom tempo, a sensação que fica muitas vezes, já é a de estar em um verdadeiro casamento, principalmente quando o assunto são gastos. Sem preocupações com filhos e com as contas da casa, esse é um dos melhores períodos para os casais. Porém, mesmo sendo um namoro, os restaurantes, os passeios, o cinema e as viagens custam dinheiro. Como, então, lidar com as finanças sem comprometer a felicidade do casal?

Veja Mais
Os investimentos e seus custos
Como os atletas perdem milhões

O casal tem que pensar no futuro e nas questões que muito provavelmente resultarão em brigas. E nada como o dinheiro (ou a falta dele) para servir de motivo para uma discussão. O mais saudável em um namoro é que as contas sejam divididas. Isso, inclusive, pode determinar a felicidade financeira do casal. Mas como isso funciona na prática? Considerando que as rendas dos dois sejam equivalentes, o ideal é que os dois participem da mesma forma nas questões financeiras. Porém, nada que precise ser feito na ponta do lápis. Ou seja, as contas podem ser divididas informalmente. Se um dia ele pagou o restaurante, o próximo passeio fica por conta dela.

A idéia é que nenhum dos dois fique sobrecarregado. Todo o planejamento deve ser feito em conjunto, já considerando quem vai pagar o quê. Podemos perceber este tipo de atitude como um aquecimento para o casamento. É bom já ir treinando durante o namoro para que no casamento, as questões financeiras não atrapalhem a felicidade do casal. É importante que o casal converse sobre dinheiro, e não deixe esse assunto se tornar um problema. Lembrando que o dinheiro é um dos elementos que mais geram desgastes nos relacionamentos.

No caso daqueles casais em que um ganha mais do que o outro, ou seja, as rendas não são equilibradas, não há nada de errado que o mais abonado faça os maiores desembolsos. O importante é que o casal converse sobre o assunto e que ambos se sintam confortáveis com a situação. Namorar exige amor, comprometimento, uma boa dose de disposição e um controle de gastos. Pensando na finança dos namoros, o professor da FGV Samy Dana desenvolveu um simulador online que permite calcular os gastos em um ano de namoro. E que contempla todos os tipos de gastos: desde cineminhas e presentinhos para os familiares, até ingressos para shows. Quer saber quanto custa o seu namoro? Então confira neste link: http://www1.folha.uol.com.br/infograficos/2013/06/18607-quanto-custa-namorar.shtml. Com certeza estes gastos são relativos de casal para casal. Mas para quem entende que esta com o amor de sua vida (como em meu caso, com a Ana Rubia Xavier) com certeza cada um destes gastos compensam, pois são momentos que se passam com a pessoa amada. E você amigo leitor, sendo já casados, ou ainda no namoro, como vocês organizam a vida financeira do casal? Compartilhe suas experiências nos comentários, pois podem servir de exemplo para muitos. Até a próxima.

Disclaimer – A informação contida nestes artigos, ou em qualquer outra publicação relacionada com o nome do autor, não constitui orientação direta ou indicação de produtos de investimentos. Antes de começar a operar no SFN - Sistema Financeiro Nacional o leitor deverá aprofundar seus conhecimentos, buscando auxílio de profissionais habilitados para análise de seu perfil específico. Portanto, fica o autor isento de qualquer responsabilidade pelos atos cometidos de terceiros e suas consequências.

(*) Emanuel Gutierrez Steffen – Criador do portal www.manualinvest.com

Os investimentos e seus custos
Taxas. Está aí uma palavra que ninguém gosta, mas que tem que aturar. Elas estão em todo o lugar, e mesmo quando não estão visíveis, pode ter certeza...
Como os atletas perdem milhões
Recentemente, um amigo me enviou um artigo de revista que continha alguns exemplos divertidos dos gastos fora de controle de atletas profissionais. C...
Qual é a melhor hora para comprar?
Quando fui convidado a escrever este artigo para o Dinheirama, pelo Renato De Vuono, encarei isso como um grande desafio. Intuitivamente, e para ser ...
Analfabetismo financeiro em alta na era da informação
Vamos fazer uma viagem ao passado? Anos 70, que tal? Neil Armstrong chegará à Lua.“Um pequeno passo para o homem, um grande salto para a humanidade”....



namoro e casamento fica caro, eu acho melhor no meu caso é só ficar mesmo pagando os momentos com elas, sai muito mais barato e evita dor na cabeça.
 
efraim dutra em 27/11/2013 08:29:31
Dependendo da intimidade a que se está acostumado vale lembrar que homem nenhum quer andar em princípio com uma mulher que não vislumbre ao menos a ele ser bonita e nenhuma mulher quer andar com um pobretão duro e muchiba. No inicio CONVÉM por educação, principalmente no primeiro encontro, pagar o jantar e posteriormente ao longo do namoro ambos devem ter acertos a que convenham que futuramente possam estar bem e se sentir bem, vai de cada casal, só dá certo aquela pessoa que não enxerga seu parceiro como encosto e sim como uma pessoa para enfim ser melhor do que se estar SOZINHO. Muitas vezes a melhor companhia é estar consigo mesmo solt. Sinal mais evidente de que a sociedade emocional vai dar certo ou que vá completar satisfatoriamente a relação é ver o quanto valorizam $ ou a pessoa...
 
Paulo Melo Neto em 26/11/2013 15:25:49
Realmente custear um namoro hoje principalmente em Campo Grande onde os bares e restaurantes formaram um verdadeiro cartel, está muito caro, e em bares nem tão badalados você acaba pagando quase uma hospedagem de final de semana em um hotel, tem bares chiques de beira de praia que são muito mais em conta do que os de Campo Grande.
 
Marcos Wild em 25/11/2013 23:04:26
Vejo que nosso bate papo informal rendeu um bom texto hein. Realmente os gastos devem ser planejados, e sempre em busca do equilíbrio financeiro. Creio que não se deve exagerar, assim como não pode ser um muquirana na vida a dois rsrs. Mas, como você bem disse: "com certeza cada um destes gastos compensam, pois são momentos que se passam com a pessoa amada". Acho que o espírito é esse mesmo... desde que não dê um passo maior que a perna, é claro hehe. Abraços e parabéns pelo artigo!
 
Rafael Lima Soriano em 25/11/2013 19:06:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions