A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016



09/11/2011 07:15

A glória dos humildes na poesia melodiosa de Germano Barros

Grandezas da Literatura

Quando algum poeta compositor dá a entender a toda gente que a alma canta, certamente está falando da rotina apaixonada de uma interioridade que transborda em sentimentos por toda parte e com toda arte.

Veja Mais
Currículo - Guimarães Rocha
Fausto Furlan

Germano Barros cantou poesia. Soldado, médico e poeta; defendeu, sarou e acariciou a nossa vida. Simplicidade do coração, a invencível arma. Em todo fazer, a alma.

Germano Barros de Souza nasceu a 12 de janeiro de 1918 em Corrente – Piauí e Faleceu a 14 de junho de 1986, em Campo Grande. Membro fundador da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras foi o primeiro titular da cadeira oito, patrono Itúrbides Bolívar de Almeida Serra. Coronel-médico, diretor do Hospital Geral de Campo Grande (Exército, 1969-1975). Seu nome é dado a um dos auditórios do Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, a um centro de saúde e a uma Rua na Capital de Mato Grosso do Sul. Condecorado com o grau de Cavaleiro na Ordem do Mérito Militar (1974). Recebeu o título de Cidadão Campo-Grandense em 1975.

Poeta escritor participou de grande número de iniciativas literárias, como antologias e concursos relacionados à arte poética, sempre com destaque. Residiu em Campo Grande desde 1950. Sua obra é esparsa em revistas e jornais. Na palavra de José Couto Pontes (Suplemento Literário do Correio do Estado, 1973): “(...) Germano Barros de Souza, tabajara do sítio Barra do Brejo, município de Gilbuéis, PI, hoje matogrossensizado até a medula”; um lirismo simples, tímido e sem afetações de rebuscamentos inúteis.

Médico humanitário, também se fez seresteiro romântico para alimentar e extravasar sentimentos. Narra o escritor Otávio Gonçalves Gomes (no livro A Poesia de Mato Grosso do Sul, 1983), que o poeta Germano conviveu em Recife, quando estudante (pobre), junto aos poetas da sua geração, entre eles Ariano Suassuna.

Um simples rico de síntese. Em “Ave-Maria”, lançado na “Antologia de Sonetos Piauienses”, edição do Senado Federal, 1973, o autor nostálgico recorda “minha mãe rezando” e escuta, no entardecer, “o sino a badalar plangente na capelinha do meu coração”. Este o supra-sumo de genuíno amor dos sinceros. Talvez aí, nessa fragrância de humildade pura que permeia os textos, o motivo do festejar de grandes autores humanistas diante da obra generosamente terna, madura e de consistente raiz, do expoente Germano.

Ele cantou “As tardes de Campo Grande”. Amor em versos cantantes: “Vejo folhas tremulando /Ao sopro leve do vento, /E as nuvens rubras dançando /No palco do firmamento”.

Homem de família, como o é todo aquele que sabe a que vem e a que se destina a humanidade em sua marcha ao infinito das virtudes. Então amou e buscou a mãe e o pai, a avó e o avô, a esposa, os filhos, os irmãos, os parentes, a humanidade irmã. E por eles viveu e por isso viverá para sempre, nos corações.

Germano! Em “Conselhos paternos” você diz ao seu filho: “Se a sorte é boa, serás cortejado /e se é má, ficarás quase sozinho...”. — Um ditado diz: “Ri, e o mundo rirá contigo; chora, e chorarás sozinho”. De nossa parte lhe somos solidários ao chorar o seu choro pelas razões da ternura familiar, e rimos o seu riso junto com as crianças, cuja pureza a sua poesia nos traz e relembra.

Currículo - Guimarães Rocha
Guimarães Rocha (Antonio Alves Guimarães) é poeta escritor, membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras. Nasceu em Quixeramobim, Ceará. Viveu em ...
Fausto Furlan
Nosso agradecimento ao artista Fausto Furlan, pintor, ilustrador das imagens dos poetas e escritores homenageados.(Pintor e cenógrafo, Fausto Furlan,...
Reconhecimento
A ABOIMS se orgulha de possuir em seu quadro de associados figura tão eloqüente quanto você. Guerreiro tenaz, ingressou na nossa gloriosa Policia Mil...
Uma construção que nos faz tocar estrelas
Esta obra de Guimarães Rocha é uma sondagem reveladora.Um arranha-céu ornamentado por uma constelação de ilimitados valores. A literatura, um choque ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions