A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016



22/12/2011 07:15

A literatura mais rica com o teatro de Paulo Corrêa de Oliveira

Grandezas da Literatura

A arte de representar é um dos instrumentos apropriados à redenção social. Cumprir papéis é a nossa obrigação de cada dia, em nome das funções humanas de solidariedade.

Veja Mais
Currículo - Guimarães Rocha
Fausto Furlan

A busca do teatro é a mesma da literatura: expressar. Desde sempre, para nos fazermos entender tivemos que teatralizar. E escrever. Tudo é literatura, tudo é teatro. Tudo é compreensão; e viver é compreender. Expressar-se é essencial à vida. Então, escrever o expressado é vital para que novas expressões surjam e, portanto, novas compreensões: vida, enfim, sempre de novo.

Teatro e literatura são artes irmãs no campo material, são artes que se unificam no mundo imaterial. O dramaturgo escritor Paulo Corrêa de Oliveira é artífice incomum do teatro e da literatura.

Sua base é a região a que pertence Aquidauana-MS, cidade onde nasceu. Publicou na década de 1990 uma coletânea de textos teatrais de escritores do Estado, incluindo três construções de sua autoria, retratando desse modo a expressão teatral regional.

Paulo Corrêa de Oliveira ocupa a cadeira nº 15 da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, anteriormente ocupada por Luís Sá Carvalho (em memória), patrono Pandiá Calógeras.

Diretor de Teatro. Também Arquiteto e professor universitário. Detém texto e direção das peças teatrais: A Retirada da Laguna Revivida; Os Sete Últimos Dias da História; Quem Ouvir – Favor Avisar, de Um Povo Heróico – o Brado Kadiuéu; Era uma vez... Xerez; Um Certo Capitão Silvino Jacques; Divina MS Comédia; Tempo de Taunay; Um Trem Para o Pantanal; Fronteiridade; Cara e Coragem; Dom Quixote - A peça; Terras Terena; O afeto que se encerra; Gran-Circo Centenário; Morte Kaiowá; Canivete 34-36; Mate e Vida Tereré; Cine Glória; e Alegria.

Desde a década de 80 as peças teatrais de Paulo Corrêa foram representadas por alunos do Centro de Educação Rural de Aquidauana, e também em Campo Grande e outras cidades de Mato Grosso do Sul, recebendo reconhecimento e aplausos de milhares de espectadores.

O nosso eminente professor escritor historiador Hildebrando Campestrini, cadeira 31 da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, registrou o seguinte, nos anais da Casa, sobre o teatrólogo Paulo Cor- rêa de Oliveira: “A linguagem de suas obras é agradável, leve, trazendo um espetáculo elevado, envolvente; linguagem densa, harmoniosa na relação fala/personagem/ambiente”.

O vocábulo “Teatro” origina-se do grego “ver, enxergar”. Esse ver e enxergar do teatro significa muito mais que a interpretação comum. Aqui, o ver e enxergar constitui experiência total de atenção e percepção: viver, em síntese.

Graças à percepção, podemos saber que tudo evolui; e a escrita e a teatralização acompanham a evolução do mundo. Ainda com Campestrini: As obras de Paulo Corrêa “nascem da história e das tradições da terra sul-mato-grossense, através da recriação e universalização das personagens, dos conflitos e dos ideais”.

Vemos, assim, que o dramaturgo trabalha com o fenômeno da atenção nos ditos real e imaginário, para identificar e ajudar a construir uma verdade, a realidade da nossa existência.

Paulo Corrêa de Oliveira! Seu mundo de ilimitados sentimentos e ingentes reflexões é amigo do nosso esforço em nos situar e compreender a respeito de onde estamos e para onde vamos.

Isso é garantia de vida.

Muito obrigado.

Currículo - Guimarães Rocha
Guimarães Rocha (Antonio Alves Guimarães) é poeta escritor, membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras. Nasceu em Quixeramobim, Ceará. Viveu em ...
Fausto Furlan
Nosso agradecimento ao artista Fausto Furlan, pintor, ilustrador das imagens dos poetas e escritores homenageados.(Pintor e cenógrafo, Fausto Furlan,...
Reconhecimento
A ABOIMS se orgulha de possuir em seu quadro de associados figura tão eloqüente quanto você. Guerreiro tenaz, ingressou na nossa gloriosa Policia Mil...
Uma construção que nos faz tocar estrelas
Esta obra de Guimarães Rocha é uma sondagem reveladora.Um arranha-céu ornamentado por uma constelação de ilimitados valores. A literatura, um choque ...



Conheci o Professor Paulo Correa em meados dos anos 80, quando "brinquei de fazer teatro. Realmente uma brasileiro mui digno e excelente profissional. Coloca muito amor, seriedade e comprometimento em tudo que faz. Como se diz nos meios militares: "digno ser ser elogiado por seus superiores e seguido por seus pares e subordinados". Deus o abençoe professor.
 
Fernando Silva em 22/12/2011 12:23:09
Sinto-me orgulhosa pois fui aluna do professor Paulo Correa, além de ser um excelente profissional é uma pessoa maravilhosa!

 
Maria Martins em 22/12/2011 07:58:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions