A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016


  • Luca Maribondo
  • Luca Maribondo

    Coluna


26/02/2011 10:43

Bom pra nada

Luca Maribondo

Uma das minhas implicâncias comezinhas é a colocação do zero à esquerda de um número simples. O que é um zero à esquerda? Na definição fria e dura dos dicionários, é a total e completa ausência de quantidade —é o número cardinal que corresponde a um conjunto vazio. Isto é, nada! Na linguagem informal significa pessoa que significa absolutamente nada, que não tem nenhum valor; zero, nada: Fulano é uma nulidade, é um zero à esquerda. Redundando: quando se diz "Fulano é um zero à esquerda", estamos dizendo que Fulano é um nada, um irrelevante, certo? Ótimo. Bom saber que você concorda comigo.

Em inglês a locução pra zero à esquerda é good for nothing que, traduzida literalmente pro português, significa bom pra nada. Perfeito: bom pra nada diz tudo. Agora, então, por favor, me diga, porque essa mania de adicionar zeros antes das unidades? O número do meu apartamento é sete. Cada vez que dou o meu endereço, a turma escreve "07". Se fosse quinze, escreveriam "15", sem zero à esquerda; se fosse trezentos, escreveriam 300, sem zero a esquerda. Como é sete, escrevem "07", com um zero à esquerda. Pra quê?

Um colega, jornalista profissional e que, portanto, deveria saber escrever, me diz num email que tem "02 serviços" para entregar. Deveria ter dito que tinha "dois serviços", não "02". Quer abreviar pra ganhar tempo na redação das mensagens eletrônicas. Então, deveria ter dito "2 serviços", sem zero à esquerda. Resumindo, abrevia exatamente o que?

Dia desses, um publicitário com quem coexisto no mundo cibernético do Twitter escreveu algo com o maledetto zero à esquerda. Perguntei o porquê e ele me respondeu singelamente: porque acho bonito... Mas prometo me conter das próximas vezes... (acho que ele sabe da minha implicância); talvez estética mesa 01, mesa 02, mesa 20... duas casas decimais?.. Não conheço nenhuma regra que diga que, quando o número é simples, seja necessário ou correto usar um zero à esquerda.

Numa aula na faculdade de jornalismo em que estudo, surpreendi uma coleguinha escrevendo no quadro negro, que é verde, as datas das nossas provas: 07/maio, 08/maio e assim por diante. Claro que impliquei e pedi: leia o que você escreveu. e lá foi ela: sete de maio, oito de maio. Por que você não leu os zeros?! "Por que não precisa!", retrucou a moçoila. "Então, por que escreve?", pensei (apenas pensei, pra não ser indelicado) com meus zíperes.

Por isso tudo, vivo questionando quem escreve zero à esquerda. Já me disseram que é por segurança, para que ninguém adultere. É mesmo? Qual é a chance de alguém, num texto impresso, inserir um algarismo a mais? Quer dizer, qual a chance de alguém pegar meu cartão de visita transformar o meu "Rua Tal, nº 7" em "Rua Tal, nº 17"? Qual a possibilidade de alguém botar uma escada ao pé de um outdoor e mudar a data de um evento de 8 de novembro pra 18 novembro? E pra quê?!

Mas, se você entregar o texto em formato eletrônico, não é o zero à esquerda que vai impedir adulterações, pode ter certeza. Cada vez que embirro com o "zero sete", alguém me vem dizer que tem uma regra que manda. Tem, nada! Escrevi até para a Academia Brasileira de Letras, perguntando se existe alguma base para esse uso. Está aqui a resposta que recebi: Abl Responde. Pergunta : existe alguma razão para o uso de zeros à esquerda dos números de um a nove? Coisas como "Fulano tem 02 filhos"? Obrigado. Resposta : usa-se o zero à esquerda mais em cheques para evitar fraudes. Numa frase comum, não se usa o zero à esquerda. Fulano tem dois filhos é a melhor redação. Ou : Fulano tem 2 filhos.

O uso de zero à esquerda em cheques, evidentemente, só se faz necessário quando o cheque é manuscrito. E nem com isso eu concordo, mesmo porque o preenchimento dos cheques exige a redação do número por extenso. E acho que se esqueceram de mencionar que se usa zero antes da vírgula, quando há decimais: 0,5%, para tornar a vírgula mais visível e porque altera radicalmente o valor: 5 é cinco vezes um, 0,5 é metade de um.

Dia desses, numa reunião, eu disse que o uso do zero à esquerda é inclusive anti-ecológico ou ambientalmente insustentável (pra ser mais moderno). E expliquei: já pensou nos hectolitros e hectolitros de tinta que se gasta em folhetos, cartazes, páginas de jornais e revistas, embalagens e zilhões de outras coisas que se coloca em papel pelo mundo cada vez que alguém imprime esses zeros inúteis?

Enfim, zero à esquerda significa absolutamente nada. Não serve nem como motivação pra que eu escreva esta crônica. Mas a escrevi assim mesmo apenas pra dar vazão à raiva que sinto quando me deparo com um zero à esquerda. Até porque, zero à esquerda é zero à esquerda. Se alguém duvida de que os homens (e mulheres) são idiotas, tente calcular a perda de tempo e de esforço que é gasto por milhões de pessoas traçando zilhões desses circulozinhos inúteis nos escritos de seus cotidianos.

Como herói
Cheguei em Campo Grande em 25 de setembro de 1972, vindo do interior de São Paulo —há exatos quarenta anos, portanto. Havia completado 25 anos três d...
Autismo politiqueiro
Autismo politiqueiroNesta época em que as eleições estão nas ruas e as campanhas eleitorais pegando fogo, mais quentes do que bolso de cabo eleitoral...
O refúgio dos patifes
Patriotismisthslastrefugeof a scoundrel (o patriotismo é o último refúgio de um patife). Pelo menos uma vez a cada quatro anos pensona frase célebre ...
Que tal chamar o ladrão?
Faz uns dias, emissora de TV local veiculou breve reportagem (na televisão, quando o assunto é sério é breve) sobre o roubo de energia elétrica. E co...



Simplesmente fantastica essa cronica... É regra, é moldes, é espaço, é um tal de campo... preencher zero a esquerda... ainda bem que um Luca Maribondo levantou essa tese... Nota Mil e nota zero pra quem não serve pra nada!!!
 
Roosevelt A Gomes em 07/03/2011 09:22:50
Rapaz!!! Nunca tinha pensado nisso. Obrigado. Vou continuar usando só porque achei engraçado alguém odiar o "0" a esquerda. Vai que aparece mais um artigo por ai. Não quero deixar de ler. Cada figura...
 
GILMAR em 07/03/2011 07:35:01
Caro Luca, eu tambem gostei muito do texto e tambem fui obrigada a analizar essa situação do zero, eu nunca fiz essa ligação do Zero a Esquerda com o que realmente ele significa , muito interessante e nos ajuda a pensar que realmente o que a gente fala e escreve pode ter varios sentidos e significados ou pode não significar nada. mas regras foram criadas e para muda-las teriamos que mudar a sua istoria. EPA! Não podemos mudar todas as regras existentes, ja pensou se eu quisesse escrever do meu jeito. essa Historia iria virar uma estória.
 
Shirley C. Silveira em 06/03/2011 10:04:59
Lucas, não se apoquente com o "zero" à esquerda. É questão de estética sim. Tem tanta coisa que que não tem utilidade prática, mas sim estética, que, mesmo não concordando muito, resta apenas aceitar.
 
Carlos Alberto em 04/03/2011 03:26:03
Caro Luca.
Concordo com você. O tal zero à esquerda é verdadeiramente um zero à esquerda. Inútilmente inútil. Só acho que vc não precisa cultivar uma raiva (vc escreveu o texto por isso, conforme afirmou) por esse motivo tão banal. Abraços
 
maurício hugo em 04/03/2011 02:28:46
Luca Marimbondo, eta nome ferroado. Você tem tem toda razão. Em nome de meses não se coloca o zero, Como você mesmo disse pra quê.
 
Paulo Nunes Lacerda em 03/03/2011 01:30:58
Concordo, e recuso-me usar (o tal 0), salvo obrigatoriedades documentais, antes dos meses de março a setembro, à exceção fica por conta de Jan. e Fev., já que existem meses '11' e '12', daí o zero, nesses casos. De março em diante, não, pois não existe mês 13, nem 14...
 
Alvaro Magalhães em 02/03/2011 03:06:55
Prezado Luca, o zero a esquerda é estético, como assim?, pois bem, como um amigo já citou se a numeração vai de 1 a 99 fica estranho colocar os nove primeiros algarismos ocupando metade do espaço que os proximos 90 vão ocupar, 1,2,3,4,5,6,7,8,9,10,11,12,13..., fica muito mais bonito, harmonioso, esteticamente correto, se colocar-mos, 01,02,03,04,05,06,07,08,09,10,11,12...ou não, sei lá, tem gente que tem mania, uns de colocar o zero a esquerda e uns de criticar esta prática.abço.
 
maximiliano nahas em 01/03/2011 08:32:25
Não havia pensado assim, gostei e aproviei parabéns.
 
Daniely de Oliveira em 01/03/2011 05:56:45
Ele levou mto O no colegio, nao me esqueçoo dos
(ZEROS), da minha Professora Neuza. Mas ela//
escrevia com (Z).
 
Luciano Rosa em 01/03/2011 05:02:15
Tanta coisa pra se comentar...
 
Darci Lima em 01/03/2011 03:13:15
Vc falou e disse, mas tem "uns" zeros à esquerda que não se tocam. Né?
 
Orlando Lero em 28/02/2011 11:28:26
Se nao fosse o zero à esquerda o que seria do nosso agente secreto 007? seria uma perda impensável na cultura mundial. Sr Luca, sempre leio suas crônicas, mas essa, apesar de divertida, ficou com cara de implicância boba, "Bom pra nada".
 
leticia mello em 28/02/2011 10:35:54
Usamos o zero a esquerda SEM VIRGULA, para indicar que a numeração cardinal vai até 99 no caso de seu apartamento. Para números com virgula, indica que ele(o numero) é menor que a unidade. Apenas isto. Boa semana.
 
EDMIR TERRA em 28/02/2011 05:30:53
O sr. Luca Maribondo escreve muito bem, não posso negar. Ele diz " (...) à raiva que sinto quando me deparo com um zero à esquerda". Lendo isto, imagino que o sr. Luca deve ser uma pessoa com muita raiva. Digo isto, porque até o Campo Grande News coloca 0 (zero) a esquerda quando colocam a hora da notícia: 09:15 h e assim por diante.
É deve ser uma barra enfrentar tantos zeros assim, até no serviço? Aí ja é preseguição. (risos).
 
ÉRISTON SOARES DE BARROS em 28/02/2011 05:28:53
Caro Luca, esse texto merece nota 010.

Parabéns !

Campo Grande 028/002/02011
 
Geraldo M. Tomas em 28/02/2011 02:16:56
Gorjeando sem tergiversar, informo ao senhor Maribondo, cônscio que a concatenação entre 0 e demais números existe há séculos.. sinto dores entéricas e meus olhos ficam embaçanados quando leio essas comentários!!! Espero que o início de semana não te deixe tão tresvariado, faça comentários nédios e seja pragmático.

Abraço de Hazzen
 
Hazzen Willians em 28/02/2011 02:07:48
Luca ... ri muito dessa !! mas confesso, nunca havia pensado nisso,, mudou minha vida !!!

estou contigo e nao abro !
 
CELSO COSTA em 27/02/2011 09:18:42
Gostei desse texto, nota 010 para o autor...
 
Antonio Quebrado em 26/02/2011 11:16:12
De zero a dez, DEZ para a crônica. Abraços.
 
valdineir CIRO em 26/02/2011 05:59:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions