A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


09/09/2012 20:21

Amplavisão

Manoel Afonso

LEITOR lembra do poder do município em criar a guarda municípal. O art. 144 - § 8º da CF: “os municípios poderão constituir as guardas municipais destinada à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei.”

JURISTAS questionam a interpretação abusiva, lembrando o caso de São Paulo, onde os casos de excessos tem causado críticas. Armar pessoas, fora das rígidas normas militares, para atribuições delicadas é no mínimo um perigo.

ELEIÇÕES se transformam em campo experimental de propostas extravagantes . Felizmente a maioria não vinga. Mas Valdo Varjão cumpriu a promessa de construir um aeroporto exclusivo para disco voador em Barra do Garças.

REFLEXÕES O eleitor é prático. Simplesmente quer ser atendido em suas demandas, venha de onde vier. Não aceita ser julgado apenas pelos seus desejos. Os sociólogos e marqueteiros tentam entende-lo, mas nem sempre conseguem.

‘CASCATA PURA’. O MPE branda a espada da moralidade/transparência dos agentes públicos, mas não faz a lição de casa. Para não revelar os ganhos de seu pessoal alegou na cara dura que seria ‘bisbilhotice’. E esse país muda?

INSISTO Perdoamos suas dívidas, mas Bolívia e Paraguai não retribuem com leis mais rígidas na regularização de carros brasileiros. Se falta boa vontade deles, sobra-nos razões para exigir. Nosso país não é mesmo respeitado lá fora.

O LUTO pela morte dos dois jovens não mudará nossa política externa. FHC, Lula e agora Dilma se mostraram frouxos e desinteressados em mudar essa relação. Se não temos moral com esses vizinhos, imaginem no 1º Mundo!

7 DE SETEMBRO O bom momento econômico não melhora o nível de patriotismo. Falta-nos motivação na exaltação dos valores da pátria e até invejamos a postura de povos mais pobres, como os paraguaios por exemplo. Não é?

REVELAÇÕES O livro “Partido da Terra’, de Alceu Luis Castilho mostra: a classe política é proprietária de mais de 2 milhões de hectares, área equivalente ao Sergipe, que corresponde a 1,2 % do território nacional. Alguns deles:

BLAIRO MAGGI 203 mil has; seu primo Erai 380 mil has; Nilton Cardoso 185 mil has; Geddel V. Lima 10 mil has; Iris Resende 21 mil has; Eunício 8 mil has ; João Lyra 53 mil has. A média no Senado seria de 1 mil hectares.

“Quero dizer a vocês, com toda franqueza, que me sinto traído”. (Lula-Mensalão em 2005)

PMDB de MS também fragilizado pela Lava Jato
OS IGUAIS A citação ou denúncia envolvendo cardeais do PMDB em esquemas de corrupção colocam o partido em pé de igualdade do PT em termos de credibil...
Clamor popular contra impunidade do policial matador
IMPUNIDADE O conjunto de manobras para beneficiar Ricardo Hy Um Su Moon, o policial rodoviário federal assassino do empresário Adriano Correia do Nas...
Marquinhos e Reinaldo juntos nas eleições de 2018?
DESMAMA Há quem pregue: o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), deveria imitar seu colega do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), acaba...
Algo mudou, só os políticos não percebem
NA MOSCA As centrais sindicais estão 'pê da cara' pelo risco de ficarem sem o velho dinheiro carimbado do imposto sindical. Essa CLT octogenária, ran...



Presado m.afonso, tua pesquisa sobre o tamanho das áreas de terras dos politicos é importante, porem não entendi o que vc pretendeu demonstrar. Possuir terras não é crime, desde que sejam terbalhadas e produtivas. produzir alimentos é nobre. E hoje, aliado ao agronegocio da exportação está contribuido com o equilibrio das contas externas. No momento, as atividades agropastoris estão evitando que
 
ramãoi ney magalhães em 14/09/2012 04:06:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions