A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 25 de Fevereiro de 2017


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


19/08/2011 11:40

Amplavisão

Manoel Afonso

DO MILLÔR: “Aldo Rebelo é um comunista terceirizado. Nunca tantos deveram tanto a tão poucos. Imprensa é oposição: o resto é secos & molhados. O crime não compensa: mas de que vivem os juízes do Supremo Tribunal” ?

DELCÍDIO Impressionado com a postura cordata e tranqüila do seu colega Antonio Russo, um ponto de equilíbrio nas tensas relações ‘Planalto-PR”. Experiente na vida, pelo jeito Russo vai muito bem como ‘bombeiro’.

‘GENTE BOA’ Relata Laurentino Gomes no seu livro ‘1822’: D. Pedro I comprava cavalos comuns, marcava-os com o selo real e os revendia por preços maiores. O corretor destas transações era o barbeiro do Palácio Real.

E MAIS... O rei fabricava cachaça na Fazenda Real, vendida aos botequins cariocas; arrendava os pastos e seus escravos cortavam o capim - vendidos por eles próprios nas ruas da capital. Imagine então o que fazia o resto da Corte!

EVIDENTE que essa ‘cultura’ influenciou nossos gestores públicos. As vantagens pessoais têm novas embalagens e rótulos, mas nelas, o desprezo ao princípio de que os bens públicos devam ser geridos em prol do povo.

A PROPÓSITO... Apenas o ex-ministro Jobim deixou o cargo livre de qualquer acusação de irregularidades em sua pasta. Os demais, saíram debaixo de suspeitas graves, mas sem perder a pose de ‘injustiçados’.

A POLÍCIA Federal pode até ter se excedido nestes episódios de corrupção, mas não manipulou as provas. Engraçado: o ‘magistrado’ Lula preferiu atacar a forma da ação policial e ‘desviou-se’ do mérito das denúncias do caso.

REPERCUTIU a fala do ministro Marco A. Mello (STF). Sua opinião é bem diferente de Lula. Diz preferir os eventuais excessos a uma ‘apatia’ das ações da Polícia Federal. E o cético leitor, prefere qual das opiniões?

DIFERENTE Em Portugal um Ministro dos Transportes renunciou porque caiu uma ponte construída em sua administração; no Japão os acusados preferem o suicídio. Aqui, mensaleiros & corruptos apostam no sistema da impunidade.

DILMA: fala em ‘faxinar a miséria’, para desviar a atenção dos casos de corrupção que derrubaram 4 ministros. Mas, e as investigações e punições? Só discurso de durona? Não pode imitar Lula e varrer debaixo do tapete.

ESTRANHO O discurso de ‘união’ do presidente Paulo Falcão foi perfeito para tentar unir as correntes do PT em MS. Mas não foi desta vez que Zeca e Delcídio selaram publicamente a paz. O primeiro, nem apareceu ao evento.

DESAFIO Não está sendo fácil superar as barreiras que separam Zeca e Delcídio. Quem vive o PT diz que as divergências superam as identidades. Colocaram até o Antonio João como conciliador e não adiantou.

APOSTAS O PT joga também suas fichas no eventual desgaste de Giroto na crise ‘PR-Planalto’, em irregularidades de obras rodoviárias federais no MS e no julgamento do caso ‘Engecap’ em 1º de setembro. A conferir.

OBSESSÃO Vencer na capital é a chave para 2014. Mas com quem? A situação tem Edil, Giroto, Siufi, Mandeta e Marun. A oposição aposta em Antonio João, Teruel, Zeca, Dagoberto, Vander e Kemp.

DUAS QUESTÕES Se querem ‘tomar’ o PTB do Ivan Lousada, a senadora Kátia Abreu estaria preocupada com a falta de políticos de expressão eleitoral no PSD daqui. O oxigênio de partido é voto/mandato. Sem ele...

VAIDADE Vereador do interior – modesto sitiante – admitiu ao cronista se desfazer da propriedade para tentar a prefeitura em 2012. Mostrei-lhe os riscos e exemplos de gente que quebrou a cara. Espero ter convencido. Espero.

SEMPRE digo: política só tem uma porta: de entrada. Os companheiros incentivam a candidatura, mas desaparecem na hora de ajudar a pagar as contas. Cada qual com sua desculpa. O filme é velho, mas sempre reprisado.

ESTIGMA: castigo eterno! Livrar-se desta ‘sombra’ é impossível. Desonestidade, arrogância e incapacidade gerencial são sinais. Exemplos: Collor, Maluf e Sergio Naya. Em cada ambiente é fácil identificá-los.

MARCO MACIEL ficou famoso como ‘sombra do chefe’ para resolver problemas intricados. Tanto é que jogadores de bilhar, quando precisam do taco auxiliar em jogada difícil, pedem logo: “Passe o Marco Maciel”.

JUSTIÇA seja feita: Lula dobrou o número de escolas técnicas no país. Moch Jr. está otimista com os benefícios da unidade em construção na sua Coxim e reconhece a atuação brilhante de Biffi para concretizá-la.

CENTRADO Mesmo provocado, Nelsinho tem se mostrado tranqüilo quanto ao seu futuro político. Ele é rápido, mas não é precipitado. Sabe que há uma estrada a caminhar até 2014. Como se diz: tudo no seu devido tempo.

AROEIRA Tem muita gente querendo essa ‘boquinha’, mas pelo jeito Marcelo vai continuar à frente do Dnit, inclusive com as bênçãos de Delcídio. Podem falar o que quiserem, mas o ex-governador é do ramo. Ponto final.

‘Minha força não é o desejo de poder”. (incoerência do Sarney)

As facadas doídas dos cartórios no MS
CARTÓRIOS Herança de Portugal da qual não conseguimos nos livrar. O brasileiro é refém deste sistema que engorda o bolso dos serventuários e o cofre ...
Capital: Câmara sem clima para oposição ao prefeito
‘CRIME E CASTIGO’ O livro do russo Fiódor Dostoiévski é o mais lido na prisão que abriga o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB), com benefício a remição ...
Terceira via – força poderosa ou mera coadjuvante?
PAULO SIUFI Articulado, o deputado estadual, do PMDB, dará tempero aos debates. E não perdeu tempo ao abordar com sutileza e precisão o episódio do j...
Decisão do TJ pode inviabilizar cinemas no Estado
‘PATINHAS’ Deputado federal Carlos Marun (PMDB) voltou à mídia ao gastar R$ 1.242,00 da Câmara Federal na sua festejada ida à Curitiba. Ora! Desgaste...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions