A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


28/01/2011 09:55

Amplavisão

Manoel Afonso

SIMONE Não é peça decorativa, participa, é prestigiada pelo governador. Seu discurso na posse foi o primeiro sinal. Você já viu vice falar em posse? Agora, coordenando ações estratégicas vai ganhar mais musculatura. Entendeu?

PENSANDO BEM... Mandato não é emprego. E apenas o exercício de um poder que foi delegado para representar alguém. Daí não se poderia falar em aposentadoria. Mas como fomos colonizados por Portugal, tudo é possível. Não é?

APOSENTADORIAS Dois aspectos: legal e moral (política). No primeiro é preciso respeitar os direitos adquiridos antes da Constituição de 1988. No segundo, aproveita-se a chance de explorar o tema num palanque eleitoral.

PEDROSSIAN Sua aposentadoria no MT uno é intocável. No caso de MS, se perder a aposentadoria do último mandato, poderá requerer os benefícios do mandato obtido por força da nomeação, sucedendo Marcelo Miranda.

MARCELO Miranda: governador duas vezes. Na primeira sucedeu Harry e foi anterior a CF de 1988. O fato polêmico: iniciou seu 2º mandato em 1987 sob a égide da CF de 1967 e concluiu com a nova Constituição.

NA HIPÓTESE do STF cassar sua aposentadoria, tendo como base o “fato polêmico” citado no tópico anterior, ele poderá requerer os benefícios pelo fato de ter sido governador nomeado, ainda que por pouco tempo.

WILSON Martins iniciou seu primeiro mandato em 1983 e foi substituído por Ramez que governou menos de um ano. Nos dois casos há que se atentar, também, que os mandatos foram exercidos antes da promulgação da CF.

A SITUAÇÃO de Zeca do PT é diferente. Sua aposentadoria desrespeitou a proibição da Carta Magna, que por sua vez, não pode retroagir para prejudicar direitos garantidos na Constituição anterior. Juridicamente, seria uma aberração.

PORTANTO não há que se apregoar a extinção pura e simples da pensão de todos os ex-governadores. Cada caso é um caso. Zeca lembra aquele personagem que impedido de se servir, quer jogar terra na comida dos outros.

ZECA é um cidadão saudável, não tem o que reclamar. A vida tem sido generosa com ele. Advogado, poderia imitar centenas de colegas da sua idade que enfrentam com admirável garra a burocracia da justiça. Fica a sugestão.

CÁ ENTRE NÓS Há muita demagogia e falso puritanismo no caso. Isso aqui não é a Suécia. Será que o Judiciário, que procrastina os casos do Mensalão e do Battisti, moverá uma cruzada moral trombando com o Congresso? Duvido

“A MISSA” da nova mesa da AL é conhecida, do tempo do latim. André e Londres já deram suas bênçãos e Paulo Corrêa ficará com a 1ª. Secretaria, Picarelli na 1ª. vice- presidência e Dione Hashioka na 2ª. vice-presidência.

CHICO MAIA Ia bem na Acrissul, com as bênçãos de André e Nelsinho. Mas aí ele avançou o sinal nas eleições, criou arestas e agora começa ter problemas. Essa decisão judicial contra os shows deixa sinais no ar. É interessante.

NOS BASTIDORES há luta intensa para se viabilizar candidaturas à prefeitura da capital. Neste rol também estão o vice Edil e o vereador Siuffi, cada qual dentro de seu espaço. Isso é bom, revigora os partidos e alimenta a política.

NA FRENTE Com o PSDB dividido e sem rumo, o PT quer consolidar a conquista de boa parte da classe média. Para agradá-la, arquivou a questão da revisão da anistia, do aborto, controle da mídia e deu “tempo na reforma agrária”.

ENQUANTO Aécio, Alckmin e Serra não se entendem, Álvaro Dias deu sua notável “contribuição” de desgaste ao requerer a aposentadoria retroativa. Portanto, Dilma está tranqüila: vai governar com uma oposição frágil e sem discurso.

FOMINHA Aposentadoria como anistiado político, por invalidez (perda do dedo) e como ex-presidente. Agora Lula vai embolsar mais R$13 mil do diretório do PT, com direito a carteira assinada. Enquanto isso, nos lixões das capitais...

USUÁRIOS reclamam da NET sem sucesso. A esperança é a aprovação também no Senado de lei que possibilite a entrada de concorrentes no mercado. TV por assinatura na capital é sinônimo de sofrimento e paciência. Certo ou errado?

PEPINO Chapadão do Sul tem 38 ônibus escolares e Rio Verde tem 15. Imagine as despesas de manutenção dos veículos e os problemas afins! Será que essa lei nacional sobre a educação nos municípios é a ideal ou a melhor?

CRIANÇAS acordando de madrugada, correndo riscos diversos e passando boa parte do dia longe dos pais. O problema é que há cada vez menos gente nas fazendas, o que inviabiliza a manutenção das tradicionais escolas rurais.

CONVERSEI com vários prefeitos. Lamentam o alto custo e o fato do município arcar com a maioria das despesas, desconhecidas pela maioria da população. Portanto, colocar as crianças nas escolas é tarefa cada vez mais difícil e cara.

SEM ILUSÕES As tragédias das chuvas irão se repetir no país. Obras subterrâneas e de prevenção não atraem tantos votos como viadutos, praças e obras faraônicas. Apesar dos alertas, parte das verbas irão para o Caixa 2 e afins.

A lealdade de Zé Teixeira e a gratidão do governador
‘MÁGICAS’ A diferença entre ‘acórdão’ e ‘acordão’ não é apenas na acentuação. Se o ministro Ricardo Lewandowski inventou que a ex-presidente Dilma Ro...
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...



Manoel, o poder público vive em função de benefícios e não de beneficiar o povo. A preocupação deles agora são as eleições de 2012 e de 2014... e assim deixam a desejar e o povo continua na mesma: filas em tudo que é lugar, falta de atendimento em postos de saúde, hospitais, professores sendo agradidos nas escolas...
 
José Basto em 03/02/2011 02:06:20
No lugar das "Escolas Rurais", precisamos é de Escolas do Campo, bem localizadas, que ensinem e preparem seus alunos para a vida do campo. Em Mato Grosso do Sul, principalmente próximas a assentamentos, temos diversas que vão muito bem, ainda que os poderes municipais nem sempre lhes sejam simpáticos.
 
Eduardo Figueiredo em 02/02/2011 10:30:46
Se o fim das aposentadorias dos ex-governadores dependerem da questão moral e ética, estas aposentadorias se perpetuarão para as próximas gerações. Os ex governadores são em sua maioria pessoas bem sucedidas, que não precisam do dinheiro público para sua existencia, más mesmo assim usam estes recursos para beneficio próprio. Não renunciaram e não vão renunciar a este dinheiro porque por toda suas vidas confundiram o publico com o privado.
 
MARCO COSTA em 02/02/2011 02:57:28
"Uma observação singela e franca sobre a precoce aposentadoria de ex-Governadores: Como cidadão da selva penso que não se trata de um direito jurídico ou administrativo, mas uma questão moral e ética.
O cidadão comum espera pelo menos 60/65 anos de vida para usufruir da aposentadoria e mesmo assim, com um soldo demasiado irreal para tanto tempo de vida trabalhadora" Marcos Terena, Articulador dos Direitos Indígenas.
 
Marcos Terena em 30/01/2011 10:57:28
O MP é a trincheira da sociedade. Em relação ao seu ensaio, espero que tenha uma fonte verdadeira, pois, confundir com critérios políticos, mesmo que existam, decisões que ensejam almejo popular locais, me cheira parcialidade!
 
Ivan Jr em 30/01/2011 02:12:33
Nobre articulista, é notável seu talento e sua visão futurista e também do presente, principalmente, sobre o rumo da política sulmatogrossense que nos lembra aquela política interiorana, repleta de "rasteiras, golpes baixos e fatos bizarros". A corrupção existe, está entranhada, infelizmente faz parte do sistema. Dou-lhe uma sugestão: seja imparcial, toda vez que me alimento de suas belas escrituras sinto uma "pegação no pé" na oposição do atual mandatário estadual. Não sou filiado e nem pertenço a nenhuma corrente partidária, mas me interesso pelo assunto. Já que deseja criticar, então critique também este atual governador, pois o senhor sabe muito bem que ele possui várias falhas, erros que poderiam muito bem ganhar suas observações. Desta maneira, certamente o senhor estará bem mais perto da perfeição e com o brilho mais reluzente. Abraços e saúde a todos os leitores...
 
João Alfredo Da Costa em 29/01/2011 12:08:18
È uma lástima, um caso como este da Acrissul, que envolve tanta gente, gera tantos recursos e dissemina a cultura e o lazer. Não pode ser tratado meramente como político, principalmente neste caso, que se enquadra como perseguição política, será que uma entidade, principalmente uma tão forte como a Acrissul, com tantos produtores, de alimentos e de riquezas, não podem discordar do Rei? E a classe dos produtores culturais que já foram massacradas pelo presidente da Fundação de Cultura, atravéz do congelamento do valor do edital FIC, que no parque de exposições se arriscam com grandes investimentos, sem nenhum respaldo oficial. Acho que MS é livre, principalmente pra quem é trabalhador. Ou não?
 
Diogo Rodrigues em 29/01/2011 10:04:00
A vida foi,é,e será generosa com o Santo de Murtinho,Amigo Manoel.Ele não vai conseguir ingerir tudo o que "ganhou" no governo.
 
Ronaldo Ancél Alves em 28/01/2011 04:07:11
Chico Maia deu um tremendo tiro no pé quando tentou levar o PTB para o colo do PT e assim se viabilizar com vice, alem de não ter conseguido, o site da acrissul passou o período eleitoral inteiro mostrando uma foto do Zeca durante uma entrevista na associação isso não teve ter agradado muito gente.
 
serpa neto em 28/01/2011 03:52:43
O articulista sugere que a suspensão das atividades no Parque de Exposição da capital se deveu única e exclusivamente por interesses políticos? E que o MPE e o TJ/MS está a serviço do Governador e/ou Prefeito Municipal em sua decisão de suspender a realização de eventos no Parque de Exposições?
 
Edegar Ramires Vieira em 28/01/2011 02:14:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions