A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


09/11/2012 14:33

Day After

Manoel Afonso

‘DAY AFTER’ Quem assistiu ao filme (1983) memorizou as imagens. Inevitável a comparação de antes e depois da bomba. A exemplo da obra de Nicholas Mayer, as eleições na capital mostram mudanças de cenário e personagens.
OS DITADOS sobre eleições variam. Mas o núcleo das definições mostra o embate como ‘uma guerra’, com vencedores e derrotados é claro. Por razões obvias o sentimento é mais forte e duradouro entre os perdedores. Dói!

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

INDAGAÇÕES: Giroto perdeu por quê? Falta de carisma? Discurso equivocado? Falta de apoio convincente? Contraditório? Excesso de exposição na TV? Culpa do partido? Ou simplesmente o eleitor resolveu mudar e ponto final?

OS EFEITOS da ‘bomba eleitoral’ suscitam indagações: só um acidente de percurso ou o ‘cristal foi trincado’? Até onde os resultados alcançarão 2014? Como os partidos e lideranças vão analisar ou se aproveitar das conquistas nas urnas?

O PRIMEIRO partido com ganhos notáveis é o PSDB. De coadjuvante ganhou cacife para ator principal inclusive. Tem apenas 12 prefeitos e 4 deputados estaduais, mas Azambuja saiu revigorado com uma votação surpreendente.

AZAMBUJA Os tucanos admitem: não tem força para ‘voo solo’. Com Bacha e Marisa perderam. Teriam melhor futuro longe do PMDB? Tentar o senado num acerto com Delcídio é hipótese sedutora e que vai sendo analisada aos poucos.

PERGUNTA-SE O eleitor votaria em Azambuja para o senado, preterindo André? Pesquisas podem mostrar se isso é ou não admissível. Abriu-se a porteira com o pleito da capital ou cada eleição tem sua própria leitura e configuração?

O LEITOR questionaria: mas Aécio é candidato do PSDB, o que em tese inviabilizaria esse acerto. Mas Delcídio poderia embarcar no PSB, que hoje namora o PSDB. Isso sem contar que existem resoluções partidárias para quebrar barreiras.

O NOTICIÁRIO mostra inquietações dentro do PMDB. As acusações e ironias cada vez mais frequentes. Quem sai e quem fica? Nelsinho estaria à vontade? E seus irmãos? O comando do partido insistirá na orientação até aqui adotada?

FUTURO Como agirão os vereadores eleitos pela coligação de Giroto? Vão virar a página, (salve-se quem puder!) cuidando da própria sobrevivência ou se manterão umbilicalmente ligados à orientação central? Sabe como é...

QUESTÕES Como fica Simone neste contexto do ‘day after”? Venceu (Três Lagoas), onde não podia perder e preservou seu território. Mas isso não é tudo. Como está o seu cacife no núcleo do PMDB? Ficará restrita ao mandato tampão?

ANDRÉ Sua capacidade gerencial não é e não pode ser ignorada. Após mudar a cara da capital faz mandato corajoso no Estado. Lembra a frase de Kennedy: o bom governo prefere o desgaste do ‘não’ do que os elogios do ‘sim’ irresponsável.

O ESTADO de MS vive encurralado: pagando juros de uma dívida cruel e vítima de legislações federais que só beneficiam os Estados mais poderosos. Se o Governo abrir as pernas não dará conta de pagar o funcionalismo e custeio.

PROJETOS André sonha com o senado. Mas as eleições na capital mudaram as pedras do tabuleiro. Consegue reunificar o PMDB e entrega o governo para Simone? Onde ficaria o prefeito Nelsinho neste contexto? Boa pergunta.

1-BERNAL Para o ex-deputado Braga, ele estava no lugar certo e na hora exata. Mas terá que formar um time para dar suporte político e influenciar nas eleições de 2014. Isso requer algum tempo e gestos que atraiam lideranças/personagens.

2-BERNAL Quem serão seus conselheiros de estratégias políticas? Qual será a cara de seu governo e grupo? Quais os critérios para preencher tantos cargos de confiança? Como arrebanhar esse pessoal para todos os setores da administração?

3-BERNAL As relações com a Câmara devem ser boas, como sempre em duas vias. Os vereadores são pragmáticos, querem atender seus compromissos e a sintonia com o Executivo funciona como queijo e goiabada. Uma delícia saborosa.

4-BERNAL Sucederá duas boas administrações. Isso aumenta sua responsabilidade e as comparações serão inevitáveis. Terá que resolver as questões mais urgentes para chegar as eleições de 2014 com cacife de bom apoiador político de Delcídio.

1-DELCÍDIO Era o que queria: ganhou de bandeja o palanque da capital, importante no projeto de 2014. Levando-se em conta os desempenhos de Vander e Zeca, o senador ficou maior que o PT. Não é mais refém das bravatas do ex-governador.

2-DELCÍDIO É referência do PT de MS junto ao Planalto. Mas por conta da CPI dos Correios, onde caiu a máscara do Mensalão, o time de Zé Dirceu tem sérias restrições ao senador – que finge nada perceber e vai tocando a galopeira.

3-DELCÍDIO Os petistas reavaliaram o conceito. De “intruso, sem militância na porta de bancos”, é o salvador da pátria. Mudou o senador ou mudaram os petistas? É apenas questão de necessidade e pragmatismo, antes tido como impensável.

ARREMATE Voto ocasional não ofusca a visão de longo curso? Coerência é harmonia de princípios. É a arte de se tornar possível o necessário, sem ceder o essencial; não pode ser confundido com arranjos (negócios) de ocasião.
“Eu nunca tinha ouvido isso: entrega de dinheiro a domicílio”. ( ministro Joaquim Barboza)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions