A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


01/05/2015 07:35

Dourados aprova gestão de Reinaldo

Manoel Afonso

REVIGORADO Além do comando da poderosa CAE, o senador Delcídio é indicado para a liderança do Planalto no Senado. Apesar de o governo estar baleado, os dois fatos vão lhe dar inclusive musculatura na guerra do diretório do PT no MS.

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

EM TEMPO Ainda ouço explicações para derrota do senador ao governo. Uma delas: se o candidato tivesse sido o Zeca, o resultado seria outro. Ora! A fatia maior da culpa é do partido estigmatizado pela corrupção comprovada até ao pescoço.

O ELEITOR não tem, evidentemente, acesso as pesquisas eleitorais para consumo interno de partidos e lideranças. Nelas é evidente: a população está decepcionada com o ‘tro-lo-ló’ dos partidos e suas lideranças. E com o PT a situação é ainda pior.

‘MOSCOU-1917’ Deputado Pedro Kemp chamou o juiz Sergio Moro de parcial ao contestar os números dos roubos na Petrobras apresentado pelo seu colega Barbosinha. É mesmo incrível: o PT aprova a democracia, mas sem oposição de verdade.

SUGESTÃO Já que o aproveitamento político é geral neste escândalo envolvendo políticos com menores, as vereadoras da capital deveriam aproveitar para requerer a criação da CPI da Pedofilia. Acredita-se que o leite iria derramar de vez.

PRECAUÇÃO: Quando veio a tona o escândalo sexual, a notícia era que ‘se tratava de um ex-vice de Delcídio’. O ex-deputado Londres conta que incontinenti pediu que o nome do acusado fosse divulgado para não ser confundido com Sérgio Assis.

‘SEM NOÇÃO’ Tentando passar a imagem de ingênua vítima injustiçada, alvo de ‘trama demoníaca’, o ex-deputado Sergio Assis continuava enviando mensagens pelas redes sociais com citações bíblicas. Como se diz: A hipocrisia tem limite!

AS CAUSAS Primeiro a falta de formação moral. Segundo, o ambiente ruim que fomenta a degeneração nas relações humanas em busca do poder. Para esse tipo de político não há discriminação quanto ao nível moral quando se busca o voto.

ESTIGMA O episódio é mais um na relação política & sexo. Daria até um quadro de humor. Certa vez em Brasília achei curioso o apelido ‘Curralão’ de um restaurante e justificaram o motivo: era ali que ficava o gado preferido dos políticos.

PERGUNTO: Qual é o percentual de vereadores, prefeitos e deputados que levam suas esposas aos congressos, realizados habitualmente em locais turísticos? A maioria só aparece na abertura e no encerramento do evento para retirar o certificado.

DOURADOS Pesquisa da Projeção Pesquisa e Assessoria Ltda’, coordenada por Tony Ueno e Lúcia Ruiz, realizada em Abril apontam: Governo Dilma: 58 – péssima/ruim; 23 regular, 11 boa/ótima. Azambuja: 42 boa/ótima, 28 regular, 11 péssima.

LIDERAM para prefeito na pesquisa estimulada: Marçal Filho 21, Délia Razuk 19, Geraldo Resende e Tetila 15. Na espontânea: Marçal 19, Tetila 15, Délia 12 e Geraldo Resende 5. Rejeição: Tetila 17, Kelyana 16, Marçal 13, Délia/Geraldo 7.

AVALIAÇÃO da administração municipal: ruim/péssima 59, regular 28, ótima/boa 8 e não sabem 5. Quanto aos problemas, a saúde lidera com 52, seguida de segurança com 38, asfalto 27, conservação de ruas e trânsito 16 e educação com 13.

EVIDENTE que os números refletem a opinião sobre o cenário atual, mesmo porque não estamos em ano eleitoral. Portanto, a análise conclusiva requer moderação. Mas em se tratando de política, deve-se respeitar o olhar de quem foi pesquisado.

ENERSUL Nem se discute mais os R$200 mil de gastos previstos na CPI. Mas é para se pensar sim. Pelo menos até aqui os valores pagos aos ‘peixes graúdos’ da diretoria da empresa, não chega a 50% do rombo. Essa contabilidade ainda não fechou.

‘EM CENA’ Ex-camisa 8 do D. Bosco de Cuiabá e ex-prefeito de Coxim, após passar pelo Detran, Assembleia Legislativa e Tribunal de Contas, Franklim Masruha cansou da ociosidade e cedeu aos apelos de Leite Schimidt para presidir o PDT Guiacuru.

‘ATRAÇÃO’ A política tem o poder de fascinar. Mas Franklim teria motivos para se distanciar da política devido as chateações e pepinos no processo que ainda responde pela importação de aeronaves, como titular da Segurança Pública.

A VOLTA de Franklim pode parecer retrocesso, mas não é. Primeiro, que política é coisa para políticos e não para poetas, físicos ou matemáticos. Segundo, o perfil dele coaduna com a vida partidária, onde o equilíbrio conta muito. Dará certo.

MEMÓRIA Franklim foi para o Tribunal de Contas, no lugar de Horácio Cerzózimo, (2001) e os suplentes Prego e Biffi queriam a vaga. Zeca preferiu Kemp que comandava a Educação. Até hoje o ex-prefeito de Amambai reclama: “fui injustiçado.”

MAU EXEMPLO A Receita Federal deve gastar perto de R$5 mil mensais, (cloro, água e piscineiro terceirizado) com o ‘tanque piscina’ em seu jardim. É o retrato sem retoque da administração pública, insensível. Não sabe quanto custo, é claro.

O DESPERDÍCIO de dinheiro na construção dos prédios suntuosos das repartições públicos assusta. Perto deles os prédios do Parque dos Poderes são patinhos feios. Além da durabilidade, questiono o custo da manutenção destes ‘castelos’.

BOM EXEMPLO Ao inspecionar as obras do Centro de Saúde de Cassilândia, o então governador Marcelo Miranda reprovou os batentes/portas , inferiores aos do projeto e exigiu a imediata substituição deles. Mas hoje isso praticamente não existe.

Reconstrução do Nepal – US 6 bilhões. Rombo da Petrobrás - US 7 bilhões’

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



REVIGORADO - O Senador Delcidio está em alta lá pelas bandas do Planalto, tanto que foi para a liderança do governo, muito bom. E, desde já ele bem que poderia testar seu prestígio, impedindo que a ALL (sucessora da Rede Ferroviária Noroeste do Brasil), desative como anunciou, o trecho da ferrovia compreendido entre a cidade de Três Lagoas a Corumbá. A privatização já foi um desastre, pois que, ao invés de desenvolvimento, houve retrocesso, sendo que a cidade/município mais prejudicado, foi Corumbá, que sempre utilizou da ferrovia para transportar cimento, ferro manganês, gado em pé, tendo que utilizar o transporte rodoviário, encarecendo sua produção, e, inviabilizando a concorrência. O comercio as margens da ferrovia foi o que mais se prejudicou. Bene.
 
benedito rodrigues da costa em 02/05/2015 07:38:43
ENERSUL - A partir da desastrosa privatização da maior empresa de MS - A concessionária passou a administrar os recursos financeiros oriundos das contas de energia elétrica, em outro estado, portanto, toda a receita era de imediato transferida, e, portanto, de controle exclusivo da diretoria da nova concessionária, dificultando a fiscalização dos órgãos oficiais de controle. Por mais competente que seja uma empresa de auditoria, ela encontrará dificuldade de identificar as saídas de recursos e para quais finalidades, haja visto o tempo decorrido. Assim sendo, a CPI ora instalada não deverá chegar a lugar nenhum, aliás, como já ocorreu anteriormente; muito barulho, muitos holofotes e perda de tempo; é só esperar para constatar. Bene.
 
benedito rodrigues da costa em 02/05/2015 07:26:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions