A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2017


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


01/03/2013 16:54

Entulhos contra o desenvolvimento

Manoel Afonso

SUCESSOR & DESAFIOS: Ganhe quem ganhar em 2014, terá que remover alguns entulhos que amarram o nosso desenvolvimento. Afinal, MS é uma gota no oceano. Representa muito pouco no contexto econômico/político/social brasileiro.

REFLEXÃO: Nossa economia é primária, a densidade demográfica é desastrosa, as demarcações indígenas preocupam, as ferrovias insuficientes, a divisa com Bolívia e Paraguai é problemática e o Pantanal é o que todo mundo sabe.

LAMENTAR o passado é bobagem. Os políticos não devem mirar apenas as próximas eleições, mas nas futuras gerações. Precisam se articular juntamente com outros estados em idêntica situação para furar os bloqueios e mudar leis incompatíveis.

DINOSSAUROS: Não há “coração valente” que vença sozinho as maldades do pacto federativo que nos mantém reféns do Planalto. Perdemos milhões com a Lei Kandir e pagamos juros de agiota que consomem 15% de toda a receita estadual.

QUESTÕES: Como melhorar nosso índice de FPE – de 1,3% contra 3,7% do nanico Tocantins e 7% da Bahia? Como pagar melhor e em dia o funcionalismo, quitar os juros da dívida e investir em obras que melhorem a nossa qualidade de vida?

CALAFRIOS: As exposições do deputado Arroyo tem mostrado as ‘pegadinhas’ no campo minado de nossas relações fiscais com a União. Acho até que seria o caso da AL. publicar um manual explicativo para a população entender o caso.

O DISCURSO dos candidatos precisa ir além do estereótipo da felicidade vendida nos comerciais de TV. Deve passar pelo exame - sem chantilly – da real situação do Estado, propondo tentativas de soluções através de mecanismos palpáveis.

PREOCUPAÇÃO: Não é com o atual governo, mas com a falta de perspectivas de se alterar causas ‘pétreas’ do pacto federativo nocivas a futura administração. Nossos parlamentares, por sinal, não escondem essas dificuldades pontuais.

RETROVISOR: Errou quem apostou na identidade de FHC e Lula com Zeca e André como fatores determinantes na solução de nossos males. A presidência continua refém dos interesses dos ‘gigantes’ que dominam o Congresso Nacional.

A DITADURA dos Estados ‘coronéis’ é visível no Congresso. Como aprovar matérias que contrariem interesses da Bahia, Minas Gerais, São Paulo e Rio por exemplo? Esse pessoal tem ‘moeda de troca’ que o Governo precisa a toda hora. E como!

ARREMATE: Os cabelos de André não estão branco por acaso. O anseio por melhorias é justo/natural: saúde, salários dignos, segurança, estradas e empregos. Mas há riscos da ‘tampa do radiador’ da nossa economia explodir. É bom pensar nisso.

MÁRIO CESAR: É prudente que Bernal e outros não subestimem sua visão e postura parlamentar equilibrada. Mais comedido que o antecessor, tenta facilitar as relações com o Executivo, sem abrir mão do tratamento que a Casa tem direito.

‘CHÁ DE CADEIRA’: Até quando os tucanos ficarão à espera de cargos da prefeitura da capital? A unidade e comando do partido substituídos pelo ‘salve-se quem puder’. Azambuja cada vez mais em situação incômoda, desgastante até.

DESAFIOS: Como abraçar o PT aqui se o PSDB nacional guerreia com o partido da estrela? O ruralista Azambuja sendo parceiro de Zeca e Kemp, defensores das demarcações indígenas? Não pode haver incoerência nestas questões pontuais.

ESTRATÉGIAS: Marcio Monteiro quer substituir Reinaldo na Câmara. Na AL os tucanos ignoram o confronto de FHC /Aécio com Lula/ Dilma. Sem vocação para a oposição, nossos tucanos optam pelo ninho da ‘acomodação’.
NELSINHO A viabilidade de seu nome passa pela vontade política dos caciques do interior por força de seu governo na capital, o apoio de André e outros partidos de real expressão. Está atrasado no ‘grid de largada’ em relação a Delcídio.

DELCÍDIO: Depois do sucesso do slogan ‘ Senador de Todos’ viria ‘ Governador de Todos’ fugindo ao estereótipo petista para atrair aqueles eleitores apartidários. A dúvida estaria só na foto oficial: traje esportivo ou social completo?

EDUCAÇÃO: Finalmente saberemos quanto cada município de MS gasta por ano com cada aluno. Esse ranking inédito consta da publicação que o TCE está lançando por iniciativa do presidente Cícero de Souza. Um alerta, um aprendizado.

‘OPOSIÇÃO’: Suave demais, sem indignação e veemência crítica. Aécio não agrega; deputados preferem negociar a liberação de emendas a engrossar o coro crítico. Como se diz: depois não reclamem das declarações irônicas do Lula. De leve...

REELEIÇÃO: As demissões (sem punição) dos 8 ministros, o PIB ruim, a falta de investimento na infraestrutura, a inflação alta e o Mensalão não diminuíram o prestígio de Dilma. Um cardápio delicioso, mas para uma oposição determinada.

PODE? Figueiró lembra: nosso gás de cozinha percorre mais de 4 mil kms. Sai (em navio) do sul da Argentina, chega a Santos; de lá até Paulínia pelo gasoduto e depois embarcado em caminhões rumo ao MS. E nós pagamos essa conta.

MERCOSUL: O ‘show’ da devolução dos carros roubados mostrou a falta de lei única e específica nos países integrantes do tratado e retrata a nossa falta de prestígio junto a insignificante Bolívia. Somos bem menores do que parecemos.
“Meu partido não me chama para nada; sou inconveniente pra todo mundo”. (Ciro Gomes - PSB)

PMDB de MS também fragilizado pela Lava Jato
OS IGUAIS A citação ou denúncia envolvendo cardeais do PMDB em esquemas de corrupção colocam o partido em pé de igualdade do PT em termos de credibil...
Clamor popular contra impunidade do policial matador
IMPUNIDADE O conjunto de manobras para beneficiar Ricardo Hy Um Su Moon, o policial rodoviário federal assassino do empresário Adriano Correia do Nas...
Marquinhos e Reinaldo juntos nas eleições de 2018?
DESMAMA Há quem pregue: o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), deveria imitar seu colega do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), acaba...
Algo mudou, só os políticos não percebem
NA MOSCA As centrais sindicais estão 'pê da cara' pelo risco de ficarem sem o velho dinheiro carimbado do imposto sindical. Essa CLT octogenária, ran...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions