A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


20/03/2015 10:06

Fundo Partidário: bom negócio

Manoel Afonso

‘QUE FASE!” - Após perder a eleição do Sindicato dos Bancários da capital, figurar na lista da Lava Jato e de parlamentares de maior evolução patrimonial, o deputado Vander Loubet também saiu desgastado com esse episódio do sobrinho na internet.

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

A PROPÓSITO - Marcelo Heitor ignorou o imaginário popular sobre o atual momento do país. Seu estilo debochado fomentou reações que devem provocar estragos eleitorais à sua família e inclusive ao próprio PT em Porto Murtinho e Campo Grande.

PASSEATAS - Nela estiveram não só os que querem o impeachment, como aqueles que clamam pelo fim da corrupção e da impunidade. Ao desdenhar jocosamente de quem foi às ruas e ao enaltecer a vitória de Dilma, o rapaz acendeu o rastilho de pólvora.

DESAFIOS - Para os políticos, um deles é evitar que os filhos sejam contaminados pelo poder, tornando-se dependentes dele. Só o fato do prefeito Heitor Miranda, de Porto Murtinho, ter que abordar o episódio na mídia, demonstra a fragilidade do filho.

APOSTA - Ricardo Ayashe seria a bola da vez do PT para 2016 na capital. Mas como anda o conceito do partido aos olhos do eleitorado? Ayashe agregaria todas as correntes do PT só pelo fato de ter dona Gilda como candidata a vice? É pra pensar.

LAMENTOS - Para os observadores, o ex-deputado Arroyo tinha chances de se reeleger, mas jogou errado. Tinha bons redutos eleitorais e experiência à frente das campanhas. E quanto às suas chances de chegar ao Tribunal de Contas, parecem se esvair.

OS POLÍTICOS de Mato Grosso do Sul não querem ou não sabem explicar: por quais razões no Mato Grosso o álcool é vendido nas bombas muito mais barato do que aqui? Na tribuna da Assembleia Legislativa o assunto parece tema proibido.
AS JUSTIFICATIVAS são várias. Uma delas é que o Mato Grosso disporia de uma agência da Petrobras para aferir o produto, dispensando a viagem até Paulínia. E produzindo tanto álcool, não temos cacife para conseguir essa agência da estatal?

‘ESQUISITO’ - Ouço teses de arrepiar que envolvem o preço do álcool. É a mesma política de preços dos governos de Zeca do PT e André. Reinaldo fixou-se no diesel e esqueceu o álcool, como se o seu preço não impactasse no nosso bolso.

ACREDITE - Mato Grosso do Sul é vice campeão de preço do álcool. Só no Acre é mais caro. Repito: uma convergência de interesses mantém o assunto como tabu. Mas a população precisa saber dos critérios e fatores que pesam no preço final do álcool.

FRANCAMENTE... - A vontade política aliada a competência técnica resultaram no sucesso daquela CPI contra a Enersul. Mas os deputados – oposicionistas e governistas - também da atual legislatura, ‘ignoram’ a política local de preços do álcool.

ESPERANÇAS - Se reina silêncio entre os deputados federais e senadores sobre o tema, os deputados Marcos Trad e Barbozinha – juristas preparados – poderiam avocar esse desafio . Fica aqui a sugestão. Todos sairiam ganhando com isso.

‘BELEZA-2’ - Esse Governo natimorto que não diminui o número de ministérios, não quer abrir a caixa preta do BNDES, quer o imposto sobre herança e a volta da CPMF. É muito fácil falar em ajuste fiscal enfiando a mão no bolso do contribuinte.

DESESPERO - O pacote contra a corrupção é um embrulho. Ninguém está levando ele a sério. Trata-se apenas de jogada de marketing para desviar a atenção dos escândalos da Lava Jato. O Governo está sangrando e vai se arrastar até 2018. Azar nosso.

‘BELEZA-2’ - Aumentaram o Fundo Partidário de 2015, de R$289 milhões para R$867 milhões. Péssimo exemplo dos congressistas que se aproveitam da atual fragilidade do Governo. Com tanta grana vai aumentar a briga pelos diretórios regionais.

A PROPÓSITO - A turma nova do PV quer tomar a direção do partido de Marcelo Bluma. Dizem que mesmo morando na Bahia, Carlos Leite continuaria sendo homem forte do PV. Portanto, é o Fundo Partidário ‘movendo os ecologistas.’

BOM NEGÓCIO - Mesmo preso, o Roberto Jeferson manda no PTB elegendo a filha - a deputada federal Cristiane Brasil - presidente da sigla, sempre presente no horário eleitoral. O PTB faz o jogo do Governo e seus cabeças levam as vantagens.

AS PREVISÕES nossas confirmaram-se. Na Assembleia Legislativa o silêncio de antes contrastou com o barulho após as passeatas. Vários deputados acordaram com a insatisfação popular e falaram na tribuna. Sempre assim: ‘depois da onça morta...’

INCÓGNITA - Embora sua administração tenha melhorado muito, principalmente na saúde e educação, o futuro político do prefeito Olarte segue indefinido. Articulado ele segue em frente, cada vez mais cortejado por partidos e lideranças de peso.

SAÚDE - O ousado programa de Reinaldo começa a ser testado. Os resultados iniciais devem passar naturalmente pela avaliação dos especialistas para eventuais ajustes. É claro que uma proposta inédita desta magnitude ganhe a simpatia de todos.

‘MENOS’ - Como num passe de mágica a turbulência havida na Assembleia Legislativa em suas relações com o Tribunal de Contas deu lugar a uma admirável calmaria. O fato provocou comentários irônicos de quem conhece as entranhas do legislativo.

SEU BOLSO - Como não mudar os hábitos? O dinheiro pesa no posto de gasolina, supermercado, nas contas de água, luz e telefone. Reavaliar é preciso: das idas aos restaurantes, compras e viagens. Prometeram a Suiça e nos deram a Venezuela!

“Acabou a corrupção no governo do Brasil”. ( José Dirceu – em abril de 2004)

 

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions