A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


19/10/2012 09:10

Reação

Manoel Afonso

REAÇÃO A nossa recomendação de algumas leituras pontuais aos futuros vereadores tem sido  objeto de fina ironia de leitores, pela incredulidade quanto aos seus reais propósitos e  a notória falta de preparo ao exercício do cargo.

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

DÚVIDAS? Será que as câmaras padecem do estigma de atrair o refugo político das eleições estadual/federal? O vereador estaria abaixo do merecimento da sociedade? Será que os eleitores veem nos eleitos caricaturas cruéis deles próprios?

A MAIORIA  ‘esquece’ em quem votou por sentimento de vergonha e discreto pudor? É  melhor deletar o nome para não ter problemas de consciência? Mas o pior é que esse eleitor acabará viciado em repetir ‘ad eternum’ o mesmo erro.

AS LISTAS dos ‘fenômenos eleitos’ arrancam risos ao invés de indignação. No fundo, o eleitor parece o fumante inveterado que deixa para a próxima segunda-feira o início de uma ‘nova vida’. Acha que estará imune aos efeitos da nicotina.

REPITO: Nem sempre vencem os melhores. Ganham aqueles que – com palavras simples e sedutoras - acenam com um futuro sem problemas e a custo zero. Esse eleitor valoriza apenas seu universo limitado e ignora outros fatores influentes.

O SAGUÃO da AL é o púlpito dos vencedores do interior. No brilho de seus olhos e no otimismo, a certeza de que ainda estão no palanque. Como nomear os apaniguados, melhorar o caixa, cortar o custeio e cumprir as promessas recentes?

‘OPOSIÇÃO’ Getúlio dizia: “é mais fácil ser oposição do que situação;  trabalha-se melhor com o imaginário (ingênuo) das pessoas” . Quanto ao embate eleitoral, ele  assim definia: “ Não é a oposição que vence, é a situação que perde”.

COLLOR  Exemplo da eficiência na venda de ilusões amparada pela mídia. Como comparar seu perfil a Ulysses, Covas, Afif e Brizola, por exemplo? Os ‘descamisados’ ingênuos acreditaram piamente nas suas bravatas. E deu no que deu.

EM BRANCO A desculpa seria as eleições? Injustificável o silêncio na AL sobre o julgamento do mensalão. O pessoal do PT  até agradece a ‘alienação’ e falta de vocação ao debate institucional. Nessas horas eu digo: o Valdir Neves faz falta.

O JULGAMENTO  no STF será o divisor de águas no conceito da justiça do país A classe política precisa fazer a leitura correta da postura do ministro Joaquim Barbosa. José Genoíno diria:  “Companheiros”, os tempos mudaram!   

O DEPUTADO  estadual precisa estar antenado ao quadro nacional para oxigenar seu discurso/atrair novos eleitores,  credenciando-o a outros projetos. O parlamentar não pode simplesmente passar pela AL. Tem que deixar sua marca.

CONCORDO Cada parlamentar tem seu nicho de atuação: o médico foca a medicina, o produtor rural  olha as questões o campo, assim por diante. Mas todos integram a classe política e portanto a ligação com Brasília é umbilical. Concorda?

‘NO NINHO’  Foram três derrotas sucessivas para a presidência da república. Mas as lições não uniram os tucanos; por conta disso perderão a prefeitura paulistana. Primeiro passo para naufragar nas eleições estaduais paulistas em 2014.

‘ESPERANÇA’  Aécio tem a estatura de candidato presidencial?  Suas relações com os tucanos de São Paulo são problemáticas. Até aqui ele tem aparecido mais na mídia pelas suas incursões na noite boêmia do que pela atuação como senador.

DIFERANÇA  Se Lula desafia a medicina e faz campanha pelo Brasil, FHC limita-se a esporádicas declarações e artigos na mídia. Partido sem lideranças nacionais é como escola de samba sem ‘comissão de frente’. Fica sem referência.  

BALANÇO  Apesar do julgamento do Mensalão, a contabilidade do 1º turno mostra o PT campeão de votos. Em que pese a ‘mão generosa’ de Dilma para os aliados, a oposição tem se mostrado frágil, desunida e discurso pouco convincente.

NA CADAFALSO  O PMDB que se cuide! Vive na zona do desconforto. Quando não for mais imprescindível para a governabilidade será descartado. Enquanto isso se contenta com migalhas. Vai dormir com o inimigo até quando?

CONTRADIÇÃO “Que partido é esse? Aqui são inimigos do PT e lá em cima sentam na mesma mesa!” Tenho ouvido observações como essa de pessoas do povo. Aqui no interior o eleitor não engole essas incoerências pela sobrevivência.

ESTRATÉGIA  Por alguns dias, Xixi se livrou do assédio em Paraíso das Águas. Dia seguinte a eleição,  se internou num retiro espiritual aqui na capital. Disse-me ter saído fortalecido para os desafios. E vai precisar mesmo de ajuda divina!

IMAGINE! O município só se corporifica com a posse do prefeito. Até lá é só fantasia.  Qualificar os funcionários e estruturar a administração levará meses. A aquisição de maquinários/equipamentos passa pela terrível burocracia. É mole?

‘VOCAÇÃO’  Após o desempenho pífio do PT na capital é  humilhante a postura de  petistas neste 2º turno. À opinião pública fica explícita a tentativa de garantir uma ‘boquinha’ no cabide oficial. Não conseguem viver longe dele!

‘QUESTÕES’  Qual será a leitura – no futuro - da afetuosa convivência entre tucanos e petistas neste 2º turno na capital? Pesará quanto na composição das chapas majoritárias para o Governo e Planalto? A sexualidade tucana finalmente resolvida?  

‘Finalmente o Brasil tem seu herói: ministro Joaquim Barbosa’. (na internet)

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



presado mané de velhas aventuras. Teu comentario sobre o "silencio" dos dep.estaduais sobre o Mensalão tem tudo a ver com os tempos em que Zeca foi eleito Gov. com apenas UM e Meio Deputado do PT. Imediatamente conseguiu os dois terços necessarios. Enfiaram o |Paulo Bernardo goela abaixo para criar o FUNDERSUL e fazer o Caixa Dois. Iniciou então o Mensalão, antes chamado de Mensalinho da Assembleia do MS. O Vander era Chefe da Casa Civil e tomava as providencias. E... ainda tem muitos deputados com o rabo preso. O RIGO já disse isso.....abs. Ric.Paulo
 
Ric.Paulo Ranchin em 26/10/2012 10:37:27
STF de hoje, simboliza nada mais de que os senhorinhos de engenhos, Joaquim Barbosa o Grande Capitão do Mato. Mudaram as regras do jogo, para aqueles que tem o mínimo de conhecimento, sem necessidade e perderam credibilidade. O Senado Federal apenas mudou de prédio.
 
antonio pereira em 24/10/2012 19:58:03
Sou brasileiro e não considero Joaquim Barbosa herói. ele e pago com nossos impostos pra fazer exatamente o que esta fazendo. nada mais que isso. O sociedade carente de mártires..!!!
 
Oscar Rangel Ayala em 24/10/2012 14:04:35
Ninguém esquece em quem votou. Pelo menos até o segundo turno.
É só anotar.
E para que?
Além da ficha limpa valendo, da responsabilidade fiscal também, vale lembrar ao eleitor que falsidade ideológica - promessas na campanha esquecidas no exercídio do mandato - é um bom motivador para fiscalizar o eleito.
Capaz ou não.
 
Enivaldo Bucker em 22/10/2012 16:41:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions