A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


11/01/2013 15:30

Votos Órfãos

Manoel Afonso

‘VOTOS ÓRFÃOS’ As urnas mostraram que o poder de transferir o prestígio eleitoral é relativo. O caso da capital é emblemático pelas circunstâncias notórias. Também no interior as urnas sentenciaram: “não existe mesmo o tal dedo mágico”.

Veja Mais
Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
Pizzas, os políticos não abrem mão delas

ALERTA As lideranças devem atentar para a carga diária de informações que o eleitor recebe, o que lhe dá uma nova percepção do quadro político e seus integrantes. É muito diferente da era das trevas, quando imperava o mando das oligarquias.

EXEMPLOS JK não elegeu o Gal. Lot; Pedrossian não elegeu Zé Elias; FHC não elegeu Serra,Wilson não elegeu Bacha. Evidente: não se pode generalizar; há de se levar em conta vários aspectos e cenários da época - caso a caso.

‘BURROS N’ÁGUA’ Em 2012 Lula empenhou-se pessoalmente nas eleições de Manaus, Recife, Fortaleza, Cuiabá, Salvador, Belo Horizonte e Campinas. Questão de honra! Para o eleitor: “uma coisa é uma coisa; outra coisa é outra coisa”.

REFLEXOS Ainda de ressaca, o PMDB de MS anuncia a estratégia para 2014: uma espécie de oxigenação/renovação para redefinir os critérios para a escolha de seus candidatos ao Governo e Senado. Isso pelo menos teoricamente.

DESAFIO Como convencer um cidadão a ser filiar sem aceno de candidatura ou algum tipo de benefício? Isso se aplica a todos os partidos sem distinção. Esse escândalo do Mensalão – por exemplo – escancarou a patifaria reinante.

EXEMPLO Também aqui não vejo gente nova na política. Um e outro gato pingado. O medico-empresário Mafuci Kadri – por exemplo – de olho no cofre do BNDES para concluir um hotel na capital, teria ‘abraçado a causa petista’. É ‘brimo’!

O CASO de Valter Pereira é diferente. Acho que foi emocional. Mas sinto que ele está arrependido. Ficou sem ambiente, discurso e deletou seu passado marcante no PMDB. Não precisava nada disso: teria sido eleito deputado federal.

NO CASO do PMDB há o desgaste pela participação direta na administração federal, embora suas lideranças nacionais não tenham caído em desgraça. Mas paira no ar um certo estigma de conivência por fazer vistas grossas ao ‘estilo petista’.

SURPRESAS? No exercício da imaginação aparecem os nomes do Juiz federal Odilon e Sérgio Longen (FIEMS) como candidatos em 2014. O primeiro empunhando a bandeira da moralidade, o outro representando o desenvolvimento.

PEDRO TAQUES se elegeu senador no MT derrotando ‘antigas feras’ com o discurso de combate a corrupção. Odilon acompanhou a performance do procurador federal e a sua tentativa de abrir esse espaço representaria fato novo no cenário.

PREVISÃO A eventual candidatura de Odilon já teria um adversário ferrenho: Zeca do PT. Quem não se lembra dos arroubos do atual vereador? Zeca criticava até o calção usado pelo juiz em caminhadas na A. Pena, taxando-o de vaidoso demais.

CONCLUSÃO Odilon não se sentiria confortável como candidato ao senado na chapa de Delcídio apoiada por Zeca. Além do mais o caso Mensalão não poderia ser citado no discurso da moralidade do juiz. Aí - optaria por uma terceira via?

NANICOS Não podem ser vistos como santuários. Muito pelo contrário! Servem aos interesses dos grandes partidos através de artifícios diversos, inclusive de religiões que vendem felicidade e lugar no céu à vista ou parcelado no ‘cartão’.

‘PAZ DE DEUS’ Lugar de pastor é na igreja. Era! Devoto fervoroso de São Francisco de Assis, esse personagem é visto hoje mais facilmente nos espaços políticos, com mandato eletivo, nas assessorias/cargos em comissão/confiança.

‘MAU EXEMPLO’ João C. Leme (PT) não fez a transição de poder, deixou a prefeitura de Bataguassu sem quitar e sem a previsão de pagamento de servidores. O sucessor Garavina pê da cara: nos cofres, só ácaros no lugar de dinheiro.
COERÊNCIA A mídia nacional especulou: Moka poderia disputar a presidência do Senado contra Renan. Mas ele lembra: faz parte da mesa/não quer desagregar o PMDB. Moka está hoje com a bola cheia, mas não tira os pés do chão.

‘DORMONID’ A solução para Bernal dormir? Se não bastassem as chuvas/dengue, aparecem denúncias contra gente de seu governo. E olhe que a Câmara está de recesso, o que é uma espécie de refresco, uma trégua no embate político.

ENIGMA Continua: qual será a cara da administração Bernal? Personalíssima ou um mixto quente ‘requentado’? Já notou? Até aqui nem um pio oficial de Delcídio e Azambuja. Significa muita cautela com os rumos da administração.

‘MINEIRICE’ Quando Artuzzi ganhou, muita gente foi correndo ocupar os espaços na administração sem levar em conta os riscos de perdas. Não adianta! Esse episódio foi uma lição que o senador e o deputado não irão esquecer jamais.

DANTE FILHO: “...há um anticlímax instalado no ar. Ouço agora que os entusiastas do então candidato estão frustados com sua performance inicial. Pessoalmente, acho que Bernal não entendeu uma coisa: a parcela do eleitorado que o elegeu (30% que votaram no PSDB, PT etc e tal) não fez por esperança e, sim, por revolta. Passada a sensação de vitória, a “vingança” realizada contra o PMDB foi substituída pelo sentimento de culpa. Só acho que é tarde demais para arrependimentos. Bernal foi solto da jaula e salve-se quem puder.”

FELIZ 2013: MELHOR DO QUE SONHAR É SIMPLESMENTE DESPERTAR.

Corporativismo político sem limites, segue a avacalhação
DESAFIO Se o presidente Michel Temer (PMDB) não vetar, caso o Senado aprove o projeto bizarro da Câmara, o país irá culpá-lo e perderá o apoio das ru...
Pizzas, os políticos não abrem mão delas
NÁUFRAGO Culpando a TV Globo e o juiz federal Sergio Moro, o ex-deputado Antonio Carlos Biffi (PT) tentou no saguão da Assembleia Legislativa justifi...
Invasores das escolas, a nova aposta do PT
LUZ AMARELA Os casos do Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, com as finanças em colapso, estão sendo considerados pelo governador de Mato Grosso do Su...
Junior Mochi, ponto de equilíbrio na Assembleia
NOSTRADAMUS Não tenho seu dom, mas prevejo: o país de 2018 será outro. As delações premiadas da Odebrecht e Andrade Gutierrez cairão como meteorito n...



Sr. Manoel Afonso penso eu que você não deva conhecer a pessoa do Dr. Mafuci Kadri, pois o mesmo não precisa se envolver com políticos para ter êxito na sua carreira profissional , pois o mesmo e um empresário muito bem sucedido é tem respeito da sociedade campograndense. Eu conheço pessoalmente Dr. Mafuci Kadri pois trabalho na empresa em que o mesmo administra e nunca tivemos um líder correto e idôneo como ele!.
 
Sandra Regina Catto em 17/01/2013 16:38:11
Quanto preconceito hein, Sr. Manoel Afonso quando se referiu aos "brimos"??!! E que absurdo a sua afirmação em que você deprecia a imagem e a idoneidade desse brilhante empresário Dr. Mafuci Kadri!... Para o seu conhecimento,o Dr. Mafuci é um excelente administrador e conquistou o respeito e admiração de todos seus colaboradores pela sua total dedicação e valorização da pessoa humana!!
 
Ana Lucia Vitorino em 17/01/2013 15:20:51
Ou o senhor é míope ou não enxerga mais, pois não conhece nem o caráter do Sr. Mafuci e nem sabe a verdade sobre o Sr Odilon. Em relação ao PT, o mesmo errou, contudo não pode avaliar que todos não valem nada, a mesma coisa digo do PMDB, tem ótimos nomes lá. Na questão do Bernal tu erraste feio a população não votou por vingança e sim por renovação, o governo PMDBista já estava há vinte anos no poder. Se o candidato do senhor perdeu paciência contudo comentários infelizes estes devem respostas, o bom seria que o senhor comentasse partidas de jogo de botão.
 
Roberto Domingos em 17/01/2013 08:51:53
Muito me entristece saber que ainda temos profissionais em uma área tão importante que é a informação, com postura tão inadequada. Por não conhecer o Empresário de Sucesso Dr. Mafuci Kadri foi infeliz nas suas colocações.
 
Odylza Dias em 16/01/2013 16:24:42
Gostaria de externar a minha indignação ao ler na coluna Ampla Visão de Manoel Afonso, o comentário oportunista e caluniador feito a respeito do Dr. mafuci Kadri . Um jornal que procura ter uma dimensão em nosso Estado tem a obrigação de apurar a veracidade dos fatos que publica. Ética e qualidade de informação são atributos indispensáveis a um jornalismo sério. Conheço o Dr. Mafuci Kadri, faz parte do seleto time dos homens sábios, generosos, solidários...enfim, dos homens de bem.


 
Maria Rita Araujo em 16/01/2013 16:21:54
Fiquei indignada com o comentário realizado sobre o Dr. Mafuci, provavelmente esse senhor não o conhece. É muito fácil escrever qualquer coisa, sem conhecer a pessoa, pois o Dr. mafuci e um empresário conceituado e competente, não merece e nem precisa disso para adquirir algo, achei muita falta de respeito.
 
Andréa de Favre Tamaoki em 16/01/2013 10:09:50
Sr, Manuel Afonso, acompanho, sempre que posso, seus comentários políticos no Jornal da Rede Record e como colunista do Campo Grande News. O Sr. sempre surpreende positivamente pelo posicionamento e pelo bom humor, todavia este comentário sobre o Dr. Mafuci Kadri, ficou muito, mais muito aquém da sua capacidade jornalística.
Que péssimo gosto, que falta de criatividade, que comentário mais "sem pé nem cabeça".
Fico me perguntando: a troco de que alguém faria uma pataquada dessa?
Tenho certeza que, pela sua formação, pela instituição que representa e pela sua índole, muito em breve teremos uma retratação.
 
sizenando sadakane em 15/01/2013 22:48:45
Sr Manoel Afonso, se informe melhor antes de escrever. Jornalista mal informado compromete o meio em que trabalha. Somos livres para dizer o que pensamos, porém responsáveis pelo que afirmamos. O Dr Mafuci Kadri, não é um adesista. Nem a causa petista, nem ao oportunismo político. O BNDES existe para financiar o nosso desenvolvimento e qualquer empresário, empreendedor, como o Dr. Mafuci, pode ter acesso à linhas de financiamento do banco. Não necessitam de " amigos" na política para isso. Da mesma forma, tampouco o médico, empresário e líder do setor educacional Mafuci Kadri necessita de "adesão política" para ter acesso ao que a lei garante a cidadãos de bem como ele! Cuidado com a expressão "brimo". Preconceito contra a colonia árabe não fica bem nem para o senhor, nem para o jornal!
 
Rodrigo Figueiredo Madureira de Pinho em 15/01/2013 16:35:42
Não posso concordar com o comentário a respeito do do Dr. Mafuci Kadri pois trata-se de um homem integro e um empresário comprovadamente preocupado em fazer o melhor para a cidade, o estado e as pessoas que aqui vivem. Penso que o Sr. deveria dar direito de resposta ao Dr. Mafuci pois o Sr. foi preconceituoso , calunioso e agiu de forma difamatória ao indagar é "brimo"? O que o Sr. quis dizer com isso? Não posso concordar! Sou um cidadão que conheço o seu trabalho e NÃO aceito esse tipo de comentário como muitos acima.
 
Maikon Dutra em 15/01/2013 15:10:13
Sr. Colunista quanta ênfase em criticar o Dr. Mafuci??? Ao invés de ficar fazendo criticas, maldizendo a pessoa Dr. Mafuci Kadri, empresário íntegro e bem sucedido na vida, sugiro que faça uma oração pedindo a Deus para que o ilumine e contenha os seus maus pensamentos. É melhor uma boca calada do que palavras injustas ferindo-o e espalhando maldade a quem você não conhece. Penso que deve apurar os fatos antes de publicar.
 
Maria Madalena Costa em 15/01/2013 11:31:51
O comentário sobre o Dr. Mafuci Kadri, como "brimo", é uma demonstração de preconceito étnico abrangente à tôda colônia Sirio-Libanesa, que é tão antiga quanto a cidade de Campo Grande.. Esta colônia sempre respeitada e com enormes feitos à nossa cidade. Em especial ao Dr. Mafuci Kadri, é pessoa idônea e admirada. Um empresário muito bem sucedido, graças a seu incansável trabalho em prol de uma grande parcela de nossa sociedade, e ele como empresário, emprega centenas de pais de família e presta relevantes benefícios nestes ultimos 30 anos à nossa capital.
 
Juarez Vasconcelos em 15/01/2013 11:12:39
Tenho certeza que o senhor Afonso Manoel não conhece o Dr. Mafuci Kadri. Deveria conhecê-lo para depois fazer qualquer comentário sobre esse empresário de sucesso. O Dr é exemplo de homem competente e honesto. Ele não precisa do BNDS ......isso é ridículo, é um absurdo.
 
Nadia Almeida em 15/01/2013 10:42:02
Finalizando: de "ampla visão" somente o nome da coluna. Poderia se chamar "velha visão" pois quando identifica "o novo" - mérito - trata de desqualificá-lo pelos parâmetros (velhos) com os quais lida no dia a dia - não de ampla - mas de estreita visão. Lacan, ao afirmar "que nosso inconsciente está estruturado como linguagem" abre espaço para interpretar estas e outras posturas preconceituosas cujos "atos falhos" tendem a inferir a outros aquilo que somos, vivemos, acreditamos ou nos cerca... Realmente "o novo" incomoda e a tentativa de desqualificação só o reforça como opção: através da ironia (nada fina) e do preconceito (abominável) são a melhor expressão de quanto "o novo assusta"!!! Dr. Mafuci, não comprometido nem com imprensa, PT, BNDES: vão tentar imputar-lhe "do velho": cuidado"""
 
jose paulo ferreira em 14/01/2013 11:28:58
Estranho que "o novo" incomode tanto o colunista.
Só assim para tentar entender como este - colunista - precisa "depreciar" o que ele mesmo retrata como "novo" tentando-lhe imputar "do velho". Senão vejamos. Filiou-se ao PT para acessar ao BNDES? Sua história, pessoal e empresarial, ficam prejudicadas se analisadas à luz do toma-lá-dá-cá que o PT, os de antes e este colunista infere. Com certeza o PT precisa mais dele do que o contrário!
Triste a pejorativa tratativa intolerante ao "brimo"! Mais do "velho", a imprensa não deveria precisar disso.
Afinal, o "novo" incomoda, principalmente porque foge dos estereótipos com os quais inclusive o colunista "velho" enxerga a sociedade que o rodeia: acertou quanto "ao novo"; de resto continua velho a ver e retratar velhos...precisa preparar-se!
 
jose paulo ferreira em 14/01/2013 11:19:43
Lamentável e preconceituosa inferência - nada jornalística - ao nome do Dr.Mafuci.
À esta matéria imputo o ditado espanhol "macaco com gilete"!
Lamentável: infere na filiação ao PT alusão ao BNDES; o colunista o reconhece como "novo" mas, tenta lhe inferir "do velho": talvez gratidão e solidariedade, novos na política, possam estar por trás desta filiação: cheque jornalisticamente! Ou este colunista não está preparado para o novo, o ético?
Dr. Mafuci "é o novo": não segue as regras que este colunista se acostumou a ver e "noticiar": incomoda!.
Dispensável o preconceituoso "brimo": intolerante e ingrato à colonia que tanto fez o Brasil e o MS. Sim, o "maior embaixador de Jardim" é "o novo" com o qual sequer este "colunista" sabe lidar e precisa depreciar e busca trazê-lo igual ao velho!
 
jose paulo ferreira em 14/01/2013 11:07:19
Concordo plenamente com o Hudson. Antes de falar sobre alguem deve procurar ao menos conhecer essa pessoa para saber se não esta sendo injusto. Sei que muitas vezes o que interessa é vender a matéria, e que ela atraia maior numero de leitores, independente da verdade.
Dr. Dr. Mafuci Kadri é um homem que serve de exemplo, falo isso porque o conheço e sei o que estou dizendo. Deveria fazer o mesmo Sr. colunista, procure conhece-lo para ver o grande homem que ele é, empresário muito bem sucedido e não precisa de politica para se prevalecer.
 
Claudia Ramos em 14/01/2013 07:10:29
Eu acho que hoje no ms tem um candidato forte para governo do estado se chama marquinhos trad ...
 
carlos alberto alves em 13/01/2013 15:20:01
A torcida contra a administração e contra tudo que não é o PMDB do monarca é evidente no texto. Um olhar atento ao redor perceberá o cansaço que se abateu nos campograndenses contra o modelo peemedebista. Partido que tem Renan, Sarney, Temer e um grupo poderoso no MS e que conta com o beneplácito silencioso dos que atuam como acólitos. Vamos criticar tudo e todos.
 
José Freitas em 12/01/2013 22:21:15
Quando se fala em Dr Mafuci Kadri, temos a certeza que se trata de um homem sério e de princípio. Este não precisa de benesses do BNDS e de nenhum órgão ligado ao poder público. Com sua sabedoria e competência, administra muito bem seus negócios e ainda encontra tempo para beneficiar a FUNLEC com sua administração. Parabens Dr Mafuci, não se envergue diante de alguns que tentam manchar sua imagem, que foi consolidada ao longo do tempo, com muita dedicação. Grande abraço!!!
 
professor juari em 12/01/2013 21:37:26
O Sr. foi CALUNIOSO, DIFAMATÓRIO, INJURIOSO, RACISTA e PRECONCEITUOSO e se eu fosse o Dr Mafuci o processaria por esses motivos, pois deixou muito claro ser tudo isso em sua escrita; PROVE Sr. Manoel. O Sr. demonstra não ter visão nenhuma. O Dr. Mafuci Kadri, Sr. Manoel Afonso, é uma das reservas morais desse Estado e muito nos orgulha e dignifica por isso. É exemplo de homem e de empresário honesto, que respeita e valoriza os seus colaboradores , pergunte a qualquer um. Não precisa de favores de ninguém para ter financiamento seja de quem for. Ele não entrou para o PT, foi convidado a entrar, exatamente pelo seu perfil ficha limpa de moral ilibada. Fica claro que, para o Sr. Manoel Afonso, não existe ninguém em nosso Estado que preste, então Sr. Manoel o que faz aqui?Mude você de Estado.
 
carlos alberto de almeida passarinho em 12/01/2013 20:35:32
Tenho certeza que o ilustre colunista não conhece o Dr. Mafuci Kadri, pois se o conhecesse não levantaria tese tão absurda e sem fundamento. Acredito na liberdade de imprensa e de expressão, mas quem escreve e publica deve no mínimo checar as informações com mais cuidado. Conheço o Dr. Mafuci, é um dos empresários mais sérios desse estado e principalmente um cidadão de bem, que não precisa de política para conseguir empréstimos, que diga-se de passagem seria muito justo para alguém que esta investindo num dos setores que mais temos deficiência em nossa capital, pois sua vida e sua seriedade são seus principais avalistas.
 
Hudson Cruz Ortiz em 12/01/2013 18:56:20
Creio que esse senhor que escreveu esta matéria não tem um pingo de noção do que diz! Antes de falar ele tem que ter certeza, acusar pessoas é facil, difícil é ver como as pessoas conquistaram os seus bens com o próprio suor, um exemplo é quando fala do Dr Mafuci Kadri, esse senhor não deve nem conhecer a metade da vida difícil que ele teve, de como ele se ergueu sem ter q passar por cima de alguem ou ate mesmo fazer coisas sujas!!! Parabéns Sr Manoel Afonso pela sua completa falta de visão e pela sua ignorância suprema
 
Éricka Miguel em 12/01/2013 18:41:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions