A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 27 de Setembro de 2016

19/07/2016 16:51

Agências esperam movimento normal de turistas durante Olimpíadas em MS

Ricardo Campos Jr.
Bonito, um dos roteiros mais conhecidos em Mato Grosso do Sul, deve ter fluxo normal de turistas em agosto e setembro (Foto: divulgação / Prefeitura de Bonito)Bonito, um dos roteiros mais conhecidos em Mato Grosso do Sul, deve ter fluxo normal de turistas em agosto e setembro (Foto: divulgação / Prefeitura de Bonito)

O legado imediato das Olimpíadas e Paralimpíadas do Rio de Janeiro não deve chegar a Mato Grosso do Sul, principalmente no setor de turismo. Após a decepção na Copa do Mundo de 2014, quando o movimento em Bonito e Pantanal ficou aquém do esperado, agências e operadoras esperam fluxo de visitantes dentro do normal nos próximos dois meses.

Veja Mais
Tocha Olímpica deixa Bonito e decola de volta para percorrer a Capital
Atrasada, tocha olímpica chega em Bonito mas programação é mantida

Para a Fundação de Turismo, pode haver uma influência positiva a longo prazo dependendo do marketing que o país fizer de si mesmo durante as competições. O aumento da visibilidade pode incentivar os estrangeiros a procurarem destinos diferentes da Cidade Maravilhosa no futuro.

A própria passagem da tocha por nove cidades do estado, conforme a entidade, foi um importante cartão de visitas de alguns roteiros de Mato Grosso do Sul.

Para o diretor da Impacto, operadora que atua em Bonito e no Pantanal, a lógica do pessimismo é bastante simples. “Temos que ter em mente que o turista que vem para atividades como Copa e Olimpíadas vem especificamente para esses eventos. Nosso país é grande e esse deslocamento encarece muito para o cliente”, afirma.

A Europa, por exemplo, tem um eficiente sistema de transportes terrestres que facilita a ida de uma cidade para outra, enquanto no Brasil não há outra opção além de encarar horas de ônibus ou voar fazendo várias escalas para chegar a Mato Grosso do Sul.

Ney também acredita que se os jogos transcorrerem sem nenhum tipo de interferência negativa, futuramente o estado poderá sentir algum crescimento na venda de pacotes. “Esse ano, por exemplo, tivemos muitos cancelamentos em razão da zika. As pessoas ficam muito inseguras. Acaba refletindo, acabamos sendo mal vistos lá fora e os turistas acabam trocando de destinos”, pontua.

Jogos podem atrair mais turistas ao país no futuro dependendo do marketing que o país fizer de si mesmo, diz fundação (Foto: divulgação / Prefeitura de Bonito)Jogos podem atrair mais turistas ao país no futuro dependendo do marketing que o país fizer de si mesmo, diz fundação (Foto: divulgação / Prefeitura de Bonito)

Para agosto e setembro, as empresas trabalham com as reservas feitas com mais de um ano de antecedência. São pessoas que vêm ao país exclusivamente para conhecer as belezas naturais sul-mato-grossenses.

Em contrapartida, algumas agências de viagens da Capital notaram aumento na venda de passagens para o Rio de Janeiro, possivelmente de campo-grandenses que irão assistir aos jogos. “Teve um aumento grande e bom, cerca de cinquenta por cento. Era um aumento esperado”, afirma Luciana Pereira, turismóloga da GMS Tour.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions