A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Setembro de 2016

07/01/2016 11:24

Alimentação pesa no bolso e inflação de 2015 fecha em 11,41%

Priscilla Peres
Alimentação foi o que mais pesou na inflação em 2015. (Foto: Marcos Ermínio)Alimentação foi o que mais pesou na inflação em 2015. (Foto: Marcos Ermínio)

A alimentação pesou mais no bolso dos consumidores em 2015, principalmente em dezembro. O resultado foi a inflação de Campo Grande em 0,84% no último mês do ano e em 11,41% no acumulado dos 12 meses. O resultado anual extrapolou em muito, a meta que era de 6,5%, segundo o Conselho Monetário Nacional.

Veja Mais
FGV revela o porquê de a inflação de 2015 ser de chorar
Com projeção de 10,8%, inflação não chegava a dois dígitos desde 2002

Segundo os dados do IPC/CG (Índice de Preços ao Consumidor de Campo Grande) divulgados hoje pelo Nepes (Núcleo de Pesquisas Econômicas) da Uniderp, a inflação do ano foi a maior dos últimos seis anos, quando chegou a 11,82%.

“O resultado está muito acima do teto da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 6,5%, e em comparação ao centro da meta que era de 4,5%. Assim, apesar de janeiro historicamente ter inflação alta, a tendência é de que haja queda para os próximos meses”, considera o coordenador do Nepes e pesquisador da Uniderp, Celso Correia de Souza.

Nos 12 meses, os grupos com maiores percentuais de contribuição para a elevação da inflação na capital foram Alimentação (15,81%), Habitação (13,59%), Transportes (13,46%). O grupo Vestuário foi o único que apresentou deflação em 2015 (-0,14%).

“O grupo Alimentação continua a preocupar, pois em novembro registrou alta de 3,33%. Caso as condições climáticas para os próximos meses sejam favoráveis e a oferta de boi gordo aos frigoríficos melhorar, a tendência é que o grupo não pressione tanto a inflação”.

FGV revela o porquê de a inflação de 2015 ser de chorar
Alta – Paralelamente à notícia de queda de 21% nas vendas de veículos em 2015, foi divulgada na quarta-feira (6) a inflação no mesmo período na camad...
Com projeção de 10,8%, inflação não chegava a dois dígitos desde 2002
Os consumidores enfrentaram em 2015 um forte aumento dos preços, principalmente os administrados pelo governo, como energia elétrica, gasolina, gás, ...
Inflação deve chegar a 10,8% este ano e a 6,2% em 2016
A inflação, medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), este ano vai chegar a dois dígitos e passar longe do teto da meta de 6,...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions