A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

26/06/2014 12:16

André e Olarte prometem ações para alavancar economia solidária

Caroline Maldonado e Leonardo Rocha
Governador disse que apoia o setor da economia solidária (Foto: Cleber Gellio)Governador disse que apoia o setor da economia solidária (Foto: Cleber Gellio)

O prefeito Gilmar Olarte anunciou que pretende apoiar a elaboração de um projeto de lei para criação do fundo municipal de economia solidária e a abertura de uma linha de crédito para financiar esse tipo de economia. O governador Andre Puccinellei disse que também apoia o setor.

Veja Mais
Governador participa da abertura da Conferência de Economia Solidária
Funtrab realiza 3ª Conferência Estadual de Economia Solidária

“Já repassei aos meus secretários e eles devem dar todo o apoio a essa produção”, disse o governador durante a 3ª Conferencia Estadual de Economia Solidária, nessa manhã, no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo. O evento elaborou propostas que serão encaminhadas e discutidas no Conselho Nacional de Economia Solidária.

A economia solidária é a alternativa escolhida por diversas famílias para o sustento ou complementação de renda. Em Mato Grosso do Sul a maioria dessas pessoas são de comunidades quilombolas, indígenas ou assentamentos.

Atualmente, eles contam apenas com um fundo próprio para articulação e mobilização, que é alimentado por 5% de tudo o que é comercializado na Central de Comercialização de Economia Solidária, em Campo Grande. O governador reconheceu a importância do setor. “Não são apenas as grandes empresas que sustentam e atuam na economia de Mato Grosso do Sul. Essas pequenas comunidades associativas precisam ser estimuladas e apoiadas pelo poder público”, complementou o governador.

Segundo Paul Singer, secretario nacional de Economia Solidária, a primeira vez que houve uma conferência foi em 2006. “Foi muito difícil, mas hoje estamos consolidados e elaborando o nosso plano nacional. A economia solidária nasceu com a redemocratização do Brasil, em um momento em que milhões de pessoas ficaram sem emprego e sem casas. Ela surgiu da necessidade em uma tragédia. Hoje se houver uma crise econômica, nós estaremos preparados”.

“A finalidade desse evento é discutir os avanços e limites que foram encontrados pelo poder público e a sociedade civil e no final do evento elaborar um plano estadual”, explicou a diretora executiva da Funtrab (Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul) , Lirce Cãnapa.

Funtrab realiza 3ª Conferência Estadual de Economia Solidária
Com o tema é Construindo um Plano Nacional da Economia Solidária para promover o direito de produzir e viver de forma associativa e sustentável, que ...
Conferência vai reunir sugestões para Plano de Economia Solidária
A III Conferência Regional de Economia Solidária em Campo Grande, que é realizada hoje, vai debater pontos para a elaboração de um plano estadual par...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions