A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

02/01/2016 10:12

Ano começa com movimento tímido no comércio da região central

Leonardo Rocha e Ricardo Campos Jr
Maioria das lojas abre as portas, movimentação começa fraca, mas clientes começam a chegar (Foto: Marcos Ermínio)Maioria das lojas abre as portas, movimentação começa fraca, mas clientes começam a chegar (Foto: Marcos Ermínio)
Vendedor diz que movimento está tímido, mas loja vaio ficar aberta até o final da tarde (Foto: Marcos Ermínio)Vendedor diz que movimento está tímido, mas loja vaio ficar aberta até o final da tarde (Foto: Marcos Ermínio)

A maioria da lojas já começou a funcionar neste sábado (02), na região central de Campo Grande, principalmente as médias e de grande porte. Algumas abriram logo no início da manhã e outras a partir das 9h. Como já acontecia depois do Natal, o movimento é baixo e tímido, porém típico desta época do ano, após o aumento das vendas em dezembro.

Veja Mais
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas

As lojas da rua 14 de julho, principal do comércio, estão quase todas abertas, enquanto que de outras ruas como Barão do Rio Branco, seguem algumas fechadas. Entre o público que já começou a visitar o comércio, se destaca muitas famílias, com crianças para troca de presentes ou em busca de ofertas, em queima de estoque.

O vendedor Luiz Brito, de 51 anos, que trabalha em uma loja de calçado, na rua Barão do Rio Branco, disse que para quem trabalha com vendas, deve se dedicar de segunda a segunda. "Aquelas que não abrem, muitas vezes é porque são pequenas ou tem poucos funcionários, o restante fica a disposição".

Apesar do movimento fraco neste começo do ano, a loja em que trabalha vai ficar aberta até às 18h, sendo que normalmente aos sábados fica a disposição aos clientes até às 12h. "Vamos para o trabalho, a família entende, até porque se trata do nosso sustento", disse ele.

Para Gelásio Roque Lani, proprietário de uma ótica na região central, sempre se deve abrir a loja, mesmo que estiver viajando, deixa funcionários a disposição. Ele explicou que no local também funciona um laboratório para consertar e fazer ajustes em óculos. "Fazemos também a parte técnica, se tiver apenas um cliente vamos estar a disposição para atender".

O mototaxista Edson Souza, 41, também já está pronto a espera de clientes e que apesar do movimento começar fraco, está otimista que ao longo do dia vai melhorar. "Nós já estamos acostumados a trabalhar nesta época do ano, para mim o ano novo começou hoje, vamos ser otimistas, sem preguiça".

Mototaxista Edson Souza diz que está otimista que movimento vai melhorar ao longo do dia (Foto: Marcos Ermínio)Mototaxista Edson Souza diz que está otimista que movimento vai melhorar ao longo do dia (Foto: Marcos Ermínio)
Gelásio Roque, dono de uma ótica, se tiver um cliente precisa estar aberto e a disposição (Foto: Marcos Ermínio)Gelásio Roque, dono de uma ótica, se tiver um cliente precisa estar aberto e a disposição (Foto: Marcos Ermínio)
Após duas quedas seguidas, dólar tem alta de 1,05% e fecha a R$ 3,25
Cotado a R$ 3,256 na venda, após dois dias seguidos de baixa, o dólar comercial fechou esta quinta-feira (29) com alta de 1,05%. Com isso, a moeda no...
Índice sobe 6% e Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas
Campo Grande tem 177 mil pessoas endividadas, sendo que 13% não terão condições de pagar suas contas. O índice medido pelo IPF/MS (Instituto de Pesqu...
MS vai receber missão técnica do Chile em frigoríficos de carne bovina
Inspeções federais de outros país no Brasil pode abrir novos mercados para exportação. Chile, Cuba e Bolívia já tem data marcada para suas missões e ...
Gol lança ofertas semanais de passagens aéreas
Para atrair novos passageiros e fidelizar seus clientes, as companhias aéreas garantem preços e condições de pagamento especiais. Cada empresa define...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions