A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 01 de Outubro de 2016

30/10/2015 08:46

Apesar da crise, turistas lotam hotéis e pousadas de cidades do ecoturismo

Mariana Rodrigues
Bonito, é o destino internacional mais conhecido do país. (Foto: Reprodução Facebook Bonito/MS)Bonito, é o destino internacional mais conhecido do país. (Foto: Reprodução Facebook Bonito/MS)

Apesar da crise, não há mais vagas disponíveis para quem quiser se hospedar em hotéis ou pousadas dos destinos de ecoturismo do Estado, neste feriado. O setor parece não ter sentido os efeitos da crise, tanto que já consideram o movimento do feriado de Finados (2 de novembro) desde ano, melhor que o ano passado.

Veja Mais
Turistas terão voo direto de Campinas a Bonito a partir de dezembro
Cidade prepara cruzeiro ecológico para manter turismo na Piracema

Em Bonito - distante 257 km de Campo Grande, por exemplo, a maioria das pousadas já estão com reservas lotadas. A procura é alta tanto por estrangeiros quanto por turistas de dentro e fora de Mato Grosso do Sul.

Na Pousada São Jorge, localizada no centro de Bonito, a diária custa R$ 135 por casal. Lá os turistas se anteciparam e fizeram suas reservas com antecedência, tanto que há algum tempo não há vagas disponíveis. "Todos os feriados prolongados lotam a cidade, ainda mais esse que é em baixa temporada, o pessoal procurou bastante", afirma o agente de viagens, Rodrigo Borges, 31 anos.

Em outra pousada, localizada na rua Vinte e Quatro de Fevereiro em Bonito, também não há mais vagas para quem quiser se hospedar. Evandro Aparecido Ximenes, 31 anos, recepcionista da Pousada Segredo informou ao Campo Grande News que esse feriado está sendo melhor que o mesmo período do ano passado. "Por ser baixa temporada os turistas aproveitaram para viajar, aqui a procura aumentou bastante, tanto que já não temos mais vagas", comemora ele ao informar que a diária para casal nesse período custa R$ 140.

O buraco das araras é um dos mais procurados em Jardim. (Foto: Reprodução Facebook/ Jardim MS)O buraco das araras é um dos mais procurados em Jardim. (Foto: Reprodução Facebook/ Jardim MS)

As pousadas em Jardim, cidade que fica distante 233 km da Capital, também comemoram a procura por hospedagem nesse feriado prolongado. Na Estância Hotel localizada na Avenida Duque de Caxias, a procura já é grande, os turistas já estão ligando e pesquisando preço. "Com relação as reservas a maioria deixa mais para última hora, mas bastante muitos turistas já fizeram suas reservas para esse feriado", conta a recepcionista Ana Paula Lavratti, 22 anos.

No Vitória Hotel, a recepcionista Rosenilda Martins, 34 anos, conta que a maioria dos turistas já estão fazendo reservas para sábado e domingo e só nesse período a procura aumentou em 70%. "Só temos reservas disponíveis para o sábado, por enquanto", diz. Ela comenta que se surpreendeu neste ano com a grande procura por reservas no feriado de Finados. "Esse é um feriado que quase não tem procura, mas neste ano nos surpreendeu, tanto que podemos considerar este ano melhor que os anteriores", afirma.

Em Miranda, região do Pantanal de Mato Grosso do Sul, na pousada Fazenda San Francisco Agro Ecoturismo as reservas já estão 100% fechadas. "Os hóspedes procuraram com antecedência", diz Andrea Alfonso dos Santos, 28 anos, encarregada operacional. As reservas foram feitas tanto por turistas estrangeiros como brasileiros."Para nós esse ano foi melhor que o ano passado", conta Andrea.

Somente no primeiro semestre de 2015, Bonito, que é considerado o polo do ecoturismo em nível mundial recebeu 85 mil turistas. A cidade, juntamente com Jardim, Guia Lopes da Laguna e Bodoquena, integra o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, apresentando grande potencial turístico.

 

Em Corumbá, algumas pousadas já estão 100% reservadas. (Foto: Reprodução Facebook Corumbá Incrível)Em Corumbá, algumas pousadas já estão 100% reservadas. (Foto: Reprodução Facebook Corumbá Incrível)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions