A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

04/08/2016 14:38

Após alta em julho, feijão puxa queda de 3,1% no preço da cesta básica

Helio de Freitas, de Dourados
Preço do feijão caiu 19% em Dourados, diz Procon (Foto: João Pires)Preço do feijão caiu 19% em Dourados, diz Procon (Foto: João Pires)

O feijão, que em junho e julho puxou para cima a cesta básica, agora contribui para a queda no preço médio dos produtos de primeira necessidade. Em Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, o valor médio da cesta básica teve queda de 3,1% em relação ao valor médio do mês passado, segundo pesquisa do Procon.

Veja Mais
Governo reduz despesas e tem saldo de R$ 38 milhões em oito meses
Bancários entram no 25º dia de greve sem previsão de retorno ao trabalho

A queda foi provocada principalmente pelo feijão, que focou 19% mais barato em comparação ao mês passado.

Conforme a pesquisa, a cesta formada por 28 itens de primeira necessidade custa de R$ 114,02 a R$ 146,57. A mais barata foi encontrada no supermercado do shopping e a mais cara é vendida em um supermercado do Jardim Clímax. A diferença é de 28,5%.

Mais uma vez, segundo o Procon, a pesquisa apresentou variação considerável de preços do mesmo produto entre os locais visitados pelos fiscais. A cebola teve diferença de 213,48% - custa de R$ 0,89 a R$ 2,79. O alho apresentou diferença de 102,25%, mas o campeão foi o extrato de tomate, que custa de R$ 0,99 a R$ 3,79.

De acordo com o diretor do Procon, Rozemar Mattos Souza, foram encontrados 11 produtos com diferença superior a 100% entre o estabelecimento com menor e o maior preço. Entre eles estão a erva-mate, macarrão, margarina e goiabada.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions