A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

04/04/2014 19:18

Após impasse com associação, SPC volta a ser exclusivo da CDL

Zana Zaidan

Após dois anos de impasse, a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) voltará a ter exclusividade no Serviço de Proteção ao Crédito da Capital. Até então, o SPC era explorado pela ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), mas com a decisão da Câmara Arbitral de Campo Grande, proferida hoje (4) o banco de dados com as informações de inadimplência fica com a CDL.

Veja Mais
CDL e ACICG rompem e se tornam concorrentes no serviço de proteção ao crédito
Paralisação dos bancários completa 20 dias sem previsão de término

Conforme o diretor jurídico da entidade, Dijalma Mazali, além de ceder a base de dados, a ACICG deverá indenizar a CDL, por danos morais, em R$ 500 mil. Por se tratar de decisão arbitral, não cabe recurso.

A entidade moveu ação por apropriação indébita contra a concorrente em julho do ano passado. “É uma questão delicada, que trata de uma longa parceria, então, entrar com uma ação seria o ato mais extremos. Tentamos entrar em um acordo, outras instituições chegaram a intervir, mas não teve jeito”, afirma Mazali.

O Campo Grande News tentou entrar em contato no celular do presidente da ACICG, Omar Aukar, mas até o fechamento desta reportagem as ligações não foram atendidas.

Rompimento – Em julho de 2012, o convênio entre a ACICG e CDL do serviço de proteção ao crédito foi rompido e o banco de dados do SPC ficou em poder da primeira. Após 30 anos, as entidades deixaram de ser parceiras e passaram a concorrer entre si.

A Câmara, ainda, deixou de receber da Associação cerca de R$ 20 mil (que era a principal fonte de renda da entidade) além da base de clientes.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions