A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

17/06/2015 19:00

Aposentados se dizem "derrotados" apesar de veto ainda não ter sido anunciado

Renata Volpe Haddad

Sindicalistas de Mato Grosso do Sul estão em São Paulo acompanhando a decisão da presidente Dilma Rousseff (PT) de sancionar ou vetar a Medida Provisória 664/2014, do fator previdenciário. Eles acreditam que as chances de veto na medida são enormes e se sentem "derrotados".

Veja Mais
Decisão do fator previdenciário será acompanhado por sindicalistas de MS
Sindicalistas pedem sanção, sem vetos, de alternativa ao fator previdenciário

Em conversa com o Campo Grande News no inicío da noite de hoje, o coordenador estadual de Mato Grosso do Sul do Sindnapi (Sindicato Nacional dos Aposentados), Jânio Batista Macedo, afirmou que a vígilia reuniu pouco mais de três mil pessoas. "A vigília acabou hoje de manhã em Brasília e viemos para São Paulo para acompanhar a notícia, que provavelmente sai depois do jogo do Brasil", afirmou.

Segundo Macedo, a presidente passou a tarde reunida com os ministros, mas a possibilidade dela sancionar o fator previdenciário é mínimo. "Se aprovado o 85/95, aposentados entraram na justiça para reaver os 20 anos de perda e isso deve gerar um custo de R$ 70 bilhões, o que no momento, os cofres públicos não vão suportar", comenta.

Caso Dilma vete, a Medida volta para os Senadores no prazo de 30 dias. "Só que eles entram em recesso e voltam apenas no primeiro semestre de agosto, para nova avaliação. Estamos nos sentindo derrotados", desabafa.

A chamada 85/95 estabelece que, para se aposentar recebendo o benefício integralmente, os trabalhadores têm que somar o tempo de contribuição e a idade até atingir a marca de 85 para as mulheres e 95 para os homens. Dilma anuncia hoje a decisão do fator previdenciário.

Decisão do fator previdenciário será acompanhado por sindicalistas de MS
Aposentados, presidentes e coordenadores que fazem parte de sindicatos, estarão amanhã (17) em Brasília para acompanharem de perto a decisão da presi...
Sindicalistas pedem sanção, sem vetos, de alternativa ao fator previdenciário
Os presidentes da Força Sindical, Miguel Torres, e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Wagner Freitas, disseram hoje (15), após reunião do Palá...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions