A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

18/06/2015 08:51

Atividades administrativas garantem receita de 3,9% no setor de serviços

Liana Feitosa

Foi registrado crescimento de 3,9% na receita nominal do setor de serviços em Mato Grosso do Sul no mês de abril deste ano, se comparado ao mesmo mês do ano passado, segundo a PMS (Pesquisa Mensal de Serviços), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Veja Mais
No Estado, setor de serviços cresce 8,4% em março e fica atrás apenas de SP
Com menor preço médio do país, litro da gasolina é vendido por R$ 3,09

De acordo com o instituto, o principal segmento responsável pela variação positiva foi o setor de serviços profissionais, administrativos e complementares. Ainda segundo o levantamento, o acumulado registrado no Estado foi de 3,4% no ano, sendo que, em 12 meses, a variação foi de 3,2%.

Brasil - Já o crescimento nacional, apesar de positivo (1,7%), foi inferior ao registrado no levantamento anterior, referente ao mês de março, quando a taxa foi de 6,1%. No acumulado do ano o crescimento atingiu 2,6% e, em 12 meses, 4,3%.

De acordo com o instituto, cresceram os serviços profissionais, administrativos e complementares, com 6,7%; os serviços prestados às famílias, com 1,2%, e serviços auxiliares dos transportes e correio, com 1,0%.

Já as variações nominais negativas foram registradas nos setores de serviços de informação e comunicação, com -0,1% na comparação com março, e outros serviços, com -2,2%.

Responsável - Esses dados que apresentaram queda correspondem aos serviços de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação), que abrangem os serviços de telecomunicações e de tecnologia da informação. Eles apresentaram taxa de 1,1% e os serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias, apresentaram variação negativa de -6,8%.

De acordo com o IBGE, os cortes de despesas em publicidade e propaganda, feitos pelos governos nas esferas federais, estaduais e municipais, além de cortes em empresas, contribuíram para a variação negativa nos serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias, em especial nas atividades de televisão aberta.

Já o principal segmento responsável pela variação positiva registrada em abril, de serviços profissionais, administrativos e complementares, apresentou variação inferior à registrada em março, que foi de 8,7%.

Positivo - A variação acumulada no ano ficou em 6,2% e, em 12 meses, 7,9%. Esses serviços incluem atividades intensivas em conhecimento e apresentaram recuo de 2,3% também devido ao corte de despesas por parte de governos e empresas, que reduziram a contratação de serviços.

A outra atividade que compõe o segmento, os serviços administrativos e complementares, abrangem as atividades intensivas em mão-de-obra e cresceram 9,9%. O desempenho setorial favorável desta atividade pode ser atribuído, especialmente, ao caráter de uso essencial de seus principais serviços.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions