A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

03/03/2016 16:05

Bancos liberam crédito para antecipar restituição, mas economista faz alerta

Mariana Castelar

Com tantas contas para pagar no início de ano, antecipar a restituição do imposto de renda pode ser uma saída para quem já começou 2016 endividado. Os bancos já oferecem o crédito, mas cobram juros pelo serviço. Mesmo sendo tentador, o economista Sérgio Bastos, afirma que apesar das taxas de juros serem mais baixas que as do cheque especial e do cartão de crédito, por exemplo, este serviço é visto como uma operação de risco.

Veja Mais
Problema no programa do Imposto de Renda faz Receita trocar versão
Pagar contador para declarar imposto de renda custa entre R$ 50 e R$ 500

“A questão de realizar uma transação como essa é que o contribuinte nunca saberá se irá para a malha fina ou não. Geralmente o banco espera até o último lote, e se por algum motivo o cliente não receber, ele exigirá o valor total e o cliente acaba se enrolando”, explica Sérgio.

O economista reforça que as pessoas precisam entender que a antecipação é também um empréstimo, e apesar desta transação não ser boa em nenhum dos casos, neste caso é pior por conta da incerteza do recebimento do recurso.

Aqueles que optarem pela antecipação precisa informar ao banco que deseja solicitar a antecipação, com a declaração já realizada em mãos. A instituição fará uma análise e se for aprovado, o dinheiro é creditado em conta.

Crédito - Para quem é correntista do Banco do Brasil é possível restituir até 100% do recebimento, com valor máximo de R$ 20 mil. As taxas de juros são de 2,25% ao mês, e o pagamento é realizado somente na data do crédito da restituição ou no vencimento do contrato, que será em 16 de janeiro de 2017, conforme o que ocorrer primeiro.

Os clientes do Bradesco terão taxas de juros de 4,19% ao mês, e o prazo de pagamento varia de acordo com a porcentagem que o correntista deseja antecipar. Lá a declaração também já precisa estar pronta e a níveis de empréstimo. Para aqueles que querem o máximo, que é de 80% do valor a receber,o prazo de pagamento é de até 120 dias. Já para 70% do valor, o cliente tem de 181 a 240 dias para efetuar o pagamento. Aqueles que pretendem pedir 65% do que será restituído terá até 300 dias para quitar sua dívida.

Quem é correntista da Caixa Econômica Federal também pode pedir este dinheiro, mas pagará uma taxa de 3,42%. O valor mínimo é de R$ 610 e o máximo de R$ 20 mil, no entanto o máximo solicitado é 75% do valor. O contrato é realizado para ser pago até o último lote do Imposto de Renda.

Problema no programa do Imposto de Renda faz Receita trocar versão
Os contribuintes que baixaram o programa gerador do Imposto de Renda Pessoa Física 2016, mas não enviaram as informações, terão que fazer o download ...
Receita Federal recebe quase 250 mil declarações do Imposto de Renda
A Receita Federal anunciou que recebeu 246.456 declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2016 até as 17h de hoje (1º), primeiro dia do prazo para...
Receita Federal recebe declaração do imposto de renda a partir de hoje
Começa hoje (1º) o prazo para declaração do IRPF (Imposto de Renda Pessoas Física) 2016, por meio do programa gerador, liberado na quinta-feira (25),...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions