A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 26 de Setembro de 2016

26/01/2016 17:23

Bandeiras tarifárias ficam mais baratas a partir de fevereiro

Priscilla Peres

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou hoje em audiência, a redução no preço cobrado pelas bandeiras tarifárias, vermelha e amarela. A medida que vale a partir do dia 1° de fevereiro, vai cobrar até R$ 1,50 a menos durante o período de seca e pouca geração de energia. Isso deve reduzir o preço das contas de energia.

Veja Mais
Paralisação dos bancários completa 20 dias sem previsão de término
Entre a novidade e a decadência, quadrilátero é retrato do comércio

A diferença é que foi criado dois níveis para a bandeira vermelha, que prevaleceu quase todo o ano passado. Porém, a bandeira vermelha continua a indicar que a energia encontra-se com alto custo de geração e devem ser mantidos o uso eficiente e o combate ao desperdício da energia elétrica.

Desde a sua criação, no auge da crise hídrica, a bandeira vermelha custava R$ 4,50 a cada 100 kilowatts-hora consumidos. Agora, no patamar 1 haverá acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 KWh e de R$ 4,50 a cada 100 KWh no patamar 2.

No modelo 1, a geração térmica é de R$ 422,56 até R$ 610/MWh, já no 2 a geração térmica maior ou igual a R$ 610/MWh, segundo dados da Aneel. A bandeira amarela cobra R$ 1,50 a cada 100 KWh e a verde não tem custo.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions