A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 30 de Setembro de 2016

25/11/2015 10:57

Bernal eleva em 190% e mulher não paga imposto nem com venda de carro

Caso se repete e valor venal de imóvel sobe 190% em apenas 15 dias

Renata Volpe Haddad
Valor total da dívida seria de R$ 11 mil, mas foi atualizado para R$ 21 mil, duas semanas depois. (Foto: Direto das Ruas)Valor total da dívida seria de R$ 11 mil, mas foi atualizado para R$ 21 mil, duas semanas depois. (Foto: Direto das Ruas)

O aumento do valor venal dos imóveis em Campo Grande tem pego a população de surpresa e a história tem se repetido. Sem informar a população, o prefeito Alcides Bernal (PP) atualizou em novembro o valor do imóveis usado para a cobrança de imposto. Assim, em 15 dias, um terreno com casa construída valorizou 190% no bairro Coopharádio.

Veja Mais
Prefeitura reajusta valor venal de imóveis e IPTU em 9,57% para 2016
Bernal antecipa tarifaço e eleva valor de imóvel em até 116% para cobrar ITBI

Uma leitora do Campo Grande News que preferiu não se identificar, procurou a reportagem indignada com a situação. No dia 3 de novembro deste ano, a mulher foi ao cartório fazer o orçamento das taxas de transferência da casa que ela está comprando, decidiu vender o carro para pagar o imposto, mas teve uma surpresa depois de 15 dias.

Como de praxe, no dia 3 de novembro o cartório emitiu informações do valor venal do terreno com preço de R$ 79,302.90 e da casa avaliada em R$ 84,220.79. Os impostos custariam para a mulher R$ 11 mil.

Sabendo do valor que desembolsaria e precisando conseguir o dinheiro, a leitora vendeu seu carro de R$ 30 mil, comprou um de R$ 19 mil e ficou com o dinheiro certo da transferência.

No dia 18 de novembro, a mulher voltou ao cartório e recebeu um novo orçamento. "Sem avisar nem nada, a prefeitura subiu o valor do terreno para R$ 230.709,59, e o orçamento subiu para R$ 21.275,06. Eu fico indignada, porque o prefeito alegou que não ia subir excessivamente o IPTU, mas ele aumentou o valor venal justamente para ganhar com o ITBI", comenta.

Primeira avaliação mostrava valores do terreno que dobraram de preço no segundo orçamento. (Foto: Direto das Ruas)Primeira avaliação mostrava valores do terreno que dobraram de preço no segundo orçamento. (Foto: Direto das Ruas)

Agora, a solução para a mulher, é vender o carro que comprou e ficar sem automóvel. "Vou vender novamente para conseguir levantar o dinheiro e dar R$ 10 mil a mais para a prefeitura", afirma.

Outro caso - No dia 6 de novembro o Campo Grande News mostrou situação parecida vivida por outra leitora. A corretora viu saltar o valor do imóvel de R$ 30 mil para R$ 64,8 mil. Ela fez um orçamento em outubro e o valor da documentação ficaria em R$ 2,5 mil.

No dia 4 de novembro, voltou ao cartório e o terreno tinha aumentado e o valor a documentação passou para R$ 5,5 mil. Só de ITBI a prefeitura elevou o valor cobrado de R$ 600 para R$ 1.296.

De acordo com o vereador Airton Saraiva (DEM) a prefeitura entregou a planta genérica do município de 2015 ontem e apenas nesta quarta-feira (25) ele dará uma posição. "Vamos avaliar como foi feito esse reajuste e apenas na quarta-feira terei mais informações", alega.

O vereador está com a planta genérica do ano passado e vai comparar com a deste ano, para saber se o reajuste do valor venal dos imóveis, foi realizado dentro dos 9,5%, que é permitido.

Outro lado - Por meio da assessoria de imprensa, a prefeitura de Campo Grande informou que a transferência pode ser baseada no valor venal do imóvel ou pelo recibo de compra, o que for maior. Disse ainda que em novembro saiu a nova planta de valores imobiliários, o que pode ter influenciado na alteração dos valores da contribuinte.




Só quem se "dá bem" são os políticos que roubam, aumentam seu patrimônio as custas do dinheiro público, pois a maioria que trabalha e ganha mais ou menos ou pouco está ferrado, o serviço público e a adminstração pública são geridos de forma irresponsável, a corrupção impera e quem paga o pato somos nós, até esses cartórios deveriam acabar, deveria ser serviço notarial público e gratuito, não umas minas de ouro que enriquecem seus donos por gerações.
 
jukahballakid em 25/11/2015 13:45:17
A população está tirando do orçamento da alimentação para pagar os aumentos de impostos do Município e Estado. O ano de 2015 estava ruim, aguardem 2016 !!!
 
Boss em 25/11/2015 13:37:58
A população tem que compreender que o nosso prefeito é mentiroso por natureza, não só ele como o seu vice, o que o prefeito fala não se escreve pois na hora de conferir o que foi prometido é tudo balela.
 
Max em 25/11/2015 12:26:11
Total falta de respeito com a População!!! É que o Povo ainda não teve coragem de reclamar do que eles estão fazendo com o Aposentados e Pensionistas!!!
Os coitados estão tendo que ir em vários cartórios e pagando várias taxas.
Isso imprensa nem uma divulga por que será???
 
Clebe PL em 25/11/2015 11:10:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions